18 de agosto de 2023

A Honestidade de Bolsonaro está descendo pelo ralo

 

E a gente pensava que ele não seria capaz por ser fiel.

E era. Fiel ao pai, o general da reserva, também Mauro Cid.

O Mauro filho não abriria a boca para não implicar o Mauro pai, que todo mundo achava que era um rapaz bom do exército.

Mas aí o nome do Mauro pai foi para a lama e acabaram os motivos para o Mauro filho poupar o Jair, que como tem feito com os escudeiros denunciados, deverá abandonar pai e filho em um pacote só.

Antes de ser abandonado, e vendo o nome do pai na lama, Mauro Cid começa a contar o que fazia, por que fazia, e sob ordens de quem fazia.

Se a justiça vai tratar como "premiada" essa delação, aí é outra história.

Mas pelo jeito, as provas coletadas como depoimentos, mensagens de celular, recibos, passagens aéreas e outras evidências, já podem ser consideradas suficientes para comprovar o que quem raciocinava com inteligência já sabia: Bolsonaro sempre foi isso que está sendo mostrado.

FONTE: thaisagalvao.com.br

17 de agosto de 2023

Jean Paul Prates pede ação das autoridades contra preços abusivos dos combustíveis

 


Jean Paul ( presidente da Petrobás



O dirigente fez a cobrança após a Petrobrás anunciar aumento no valor de combustíveis

 O presidente da Petrobrás, Jean Paul Prates, cobrou nesta quarta-feira (16) que autoridades fiscalizem e proíbam preços abusivos em postos de combustíveis. O dirigente citou o município do Rio de Janeiro (RJ) como exemplo e afirmou que o litro da gasolina não deve passar de R$ 6 na capital. A empresa aumentou 16,3% no preço da gasolina e 25,8% no valor do diesel no Brasil.


fonte: 247


CPMI do 8 de janeiro recebe nesta quinta-feira (17) o hacker Walter Delgatti

 

Nesta quinta-feira (17), a partir das 9h, o hacker Walter Delgatti Neto está agendado para prestar depoimento à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga os eventos ocorridos em 8 de janeiro.

Na última quarta-feira (16), o ministro Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu autorização para que Delgatti permaneça em silêncio durante seu depoimento perante o comitê.

A defesa de Delgatti havia feito a solicitação à Suprema Corte, alegando a possibilidade de “coerção ilegal”. Os advogados do hacker também haviam requisitado que ele não sofresse “qualquer ameaça” durante o depoimento.

Depoimento à Polícia Federal Na quarta-feira (16), Delgatti prestou depoimento na sede da Polícia Federal (PF) sobre a invasão e inserção de dados falsos nos sistemas tecnológicos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em janeiro deste ano, pouco antes dos eventos antidemocráticos.

O hacker afirmou que realizou a invasão a pedido da deputada Carla Zambelli (PL-SP) e também que recebeu R$ 40 mil. A parlamentar nega as acusações.

Delgatti, também conhecido como o “hacker da Vaza Jato” por ter acessado mensagens da Operação Lava Jato, está detido desde 2 de agosto, após uma operação da PF. Na mesma ação, foram cumpridos mandados de busca nos endereços de Zambelli.

Motivo do depoimento de Delgatti Para a relatora do comitê, senadora Eliziane Gama (PSD-MA), o depoimento do hacker “poderá contribuir para esclarecer como a deputada Carla Zambelli agiu de forma a questionar a legitimidade do sistema eleitoral brasileiro nas eleições de 2022”.

“O depoimento parece ser essencial para a investigação dos acontecimentos desta Comissão de Inquérito”, concluiu.

DCM

16 de agosto de 2023

Oex-presidente dos EUA Trump é aguardado para se entregar na prisão

 

O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, é aguardado para se entregar na prisão do condado de Fulton, conforme anunciado pelo xerife local em um comunicado divulgado na terça-feira (15). Juntamente com outros 18 co-réus acusados na segunda-feira de tentar subverter o resultado das eleições de 2020 na Geórgia, Trump, acusado de 13 crimes, incluindo associação criminosa, ainda não indicou publicamente quando pretende se entregar antes do prazo de 25 de agosto estabelecido pela procuradora do condado de Fulton, Fani Willis.

A declaração do gabinete do xerife do condado de Fulton abordou a questão fundamental de onde o ex-presidente seria detido e processado como réu criminal. "Neste ponto, com base nas orientações recebidas do gabinete do procurador do distrito e do juiz presidente, espera-se que todos os 19 réus mencionados na acusação sejam detidos na Penitenciária Rice Street", diz a declaração. "Lembre-se de que os réus podem se apresentar a qualquer momento. A prisão está aberta 24 horas por dia", afirma o comunicado à imprensa. "Além disso, devido à natureza sem precedentes deste caso, algumas circunstâncias podem mudar com pouco ou nenhum aviso."

247

A maioria dos réus acusados no condado de Fulton geralmente é detida na prisão do condado. O xerife do condado de Fulton, Pat Labat, sugeriu anteriormente que deseja tratar os réus acusados no caso de subversão das eleições de Trump da mesma forma que qualquer outro réu seria tratado. "A menos que alguém me diga o contrário, seguiremos práticas normais. Não importa o seu status, teremos fotos de ficha prontas para você", disse Labat no início deste mês à CNN. O xerife agora terá que negociar com o Serviço Secreto e os advogados de Trump sobre a logística da entrega de Trump. 

15 de agosto de 2023

Espanha vence Suécia e é a primeira finalista da Copa do Mundo feminina



Na manhã desta terça-feira (15), a Espanha fez história e vai disputar, pela primeira vez em sua história, a final da Copa do Mundo feminina. A ‘Roja’ venceu a Suécia por 2 a 1 e ficou com a primeira vaga na decisão do Mundial.

Paralluelo e Carmona marcaram para as espanholas, enquanto Blomqvist descontou para as suecas. Agora, a Espanha aguarda na grande final a vencedora da outra semifinal, que será disputada por Inglaterra e Austrália nesta quarta-feira (16).

ESPN

14 de agosto de 2023

Polícia Federal já tem provas suficientes para indiciar Michelle Bolsonaro no caso das joias



 A Polícia Federal acredita que já há elementos suficientes para indiciar Michelle Bolsonaro no caso das joias. Investigadores já garantem que ela será ouvida no caso, mas não há pressa para marcar seu depoimento por já ser possível dar andamento ao seu indiciamento com as provas existentes.

“Com toda certeza vai ser indiciada. Sem dúvida alguma”, afirmou um agente da PF ao Blog da Andréia Sadi no g1. Ainda não foram especificados os crimes pelos quais Michelle responderia, mas a investigação apura peculato e lavagem de dinheiro.

A corporação já pediu a quebra dos sigilos bancários de Michelle e Jair Bolsonaro. A ideia é apurar se o casal foi beneficiado com eventuais desvios. Investigadores também aguardam o resultado de diligências feitas pelo FBI nos Estados Unidos sobre a venda dos bens no país.

DCM

13 de agosto de 2023

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !