11 de agosto de 2023

Novo PAC será anunciado hoje pelo presidente Lula

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que a Petrobras irá deixar de enviar seus dividendos apenas a acionistas, defendendo que parte deles seja destinada também a investimentos.

O presidente argumentou, em visita a obras do IMPA Techno Rio de Janeiro, que a estatal não é apenas uma empresa de petróleo, mas também de investimento em conhecimento e tecnologia.

"Vamos lançar o maior programa de investimento de infraestrutura que esse país já viu. A Petrobras vai parar de mandar todos os dividendos para os acionistas e mandar parte dos dividendos para se transformar em investimento para produzir mais gás, óleo, gasoduto e conhecimento científico e tecnológico", afirmou.

247

10 de agosto de 2023

Preços dos alimentos devem registrar em agosto a maior queda em 24 anos, em nova vitória do governo Lula

  

Os preços dos alimentos no Brasil iniciaram o mês de agosto com uma queda de 1,4%. Se essa tendência de redução se mantiver durante todo o mês, o Brasil terá a maior queda mensal nos preços alimentícios desde maio de 1999. Esses dados foram divulgados pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) na última quarta-feira (9), segundo informa o jornalista Mauro Zafalon, da Folha de S. Paulo.

Com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no comando do País, a inflação dos alimentos em 2023 registra apenas 0,23% nos primeiros meses deste ano, com um acumulado de 1,84% nos últimos 12 meses. É uma inversão total ao que aconteceu no governo de Jair Bolsonaro. Desde o início de 2019, quando muitos produtos alimentícios começaram a apresentar aumentos significativos, a inflação média dos alimentos permaneceu em torno de 57%, penalizando sobretudo a população mais pobre. Esse índice é notavelmente superior à inflação geral de 32% no mesmo período, conforme apontado pelo Índice de Preços ao Consumidor da Fipe.

247

9 de agosto de 2023

Ex-diretor da PRF, Silvinei Vasques é preso pela Polícia Federal por tentar fraudar as eleições de 2022

 

Silvinei Vasques


247 - Na manhã desta quarta-feira (9), Silvinei Vasques, antigo diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, foi detido preventivamente em relação a uma investigação que apura interferência no segundo turno das eleições de 2022. A prisão ocorreu na cidade de Florianópolis, informa o g1.

No dia 30 de outubro, data do segundo turno eleitoral, a PRF realizou operações de fiscalização que tiveram impacto na mobilidade dos eleitores, especialmente na região Nordeste, onde Lula (PT) estava à frente de Jair Bolsonaro (PL) nas pesquisas de intenção de voto.

Na véspera das eleições, o então diretor-geral da PRF expressou seu apoio a Bolsonaro através do voto declarado.

8 de agosto de 2023

Anderson Torres depõe hoje, terça(08) com silêncio garantido por Moraes

 

Anderson Torres,  ex-ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro (PL), vai depor à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de janeiro nesta terça-feira (8). Por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ele tem o direito ao silêncio garantido. 

Torres terá que enfrentar questionamentos que incluem seu apoio às investidas bolsonaristas contra as urnas eletrônicas, a atuação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no segundo turno da eleição presidencial e a minuta golpista encontrada pela Polícia Federal (PF) em sua casa.

Inicialmente, o bolsonarista prestaria esclarecimentos à comissão como testemunha, mas o advogado dele, Eumar Novacki, entrou com pedido no STF para que o ex-ministro pudesse falar na condição de “investigado”. O intuito foi de conseguir o direito constitucional ao silêncio.

Foi pedido ainda que Torres pudesse depor sem tornozeleira e que não houvesse descumprimento de cautelares, caso ele encontrasse ou chegasse perto dos senadores Flávio Bolsonaro (PL) e Marcos do Val (Podemos).  A informação é do Metrópoles.


Segundo a defesa de Torres, ele pretende responder às perguntas dos parlamentares, diferentemente do tenente-coronel Mauro Cid, que foi à CPMI, se calou durante mais de sete horas e se recusou a responder perguntas em mais de 40 ocasiões.

A estratégia do simpatizante do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ao responder as perguntas pertinentes aos atos terroristas promovidos por bolsonaristas em Brasília, no dia 8 de janeiro, é de manter os posicionamentos explicados em depoimentos à PF e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O mesmo deve ocorrer no caso da minuta golpista.

Torres foi preso por determinação de Moraes. Ele foi mantido em preventiva no Batalhão de Aviação Operacional (Bavop) da Polícia Militar do Distrito Federal, no Guará 2, em Brasília. A prisão durou cerca de quatro meses. Ele ficou detido desde 14 de janeiro e foi solto em 11 de maio, também por decisão do magistrado.

7 de agosto de 2023

Morre Aracy Balabanian, aos 83 anos

 

Aracy Balabanian (Foto: Divulgação)


 No início desta segunda-feira (7), aos 83 anos de idade, morreu a renomada atriz Aracy Balabanian. A notícia foi confirmada por familiares e amigos ao jornal 

 Com uma carreira consolidada, Aracy Balabanian havia sido diagnosticada com câncer de pulmão no término do ano passado e estava recebendo cuidados médicos na Clínica São Vicente, situada na região sul do Rio de Janeiro, bairro da Gávea.

Nascida em Campo Grande, no estado do Mato Grosso do Sul, Aracy Balabanian deu início à sua carreira na televisão em 1965 ao protagonizar a pioneira versão teleteatral de "Antígona" na TV Tupi. Antes desse marco, a então jovem artista já havia se destacado por suas atuações nos palcos, participando de espetáculos com o renomado grupo Teatro Brasileiro de Comédia, conhecido como TBC. Desde então, ao longo dos anos, a atriz tem mantido um equilíbrio entre sua atuação nos palcos teatrais e nos estúdios televisivos.




6 de agosto de 2023

Governadores do Nordeste reagem a discurso de Romeu Zema, defendido por Eduardo Leite

 

Montagem (da esq. para a dir.): Romeu Zema, Eduardo Leite, João Azevêdo e Rafael Fonteles (Foto: ABR)

247 - Os governadores da Paraíba, João Azevêdo (PSB), e do Piauí, Rafael Fonteles (PT), criticaram Romeu Zema (Novo) após o governador de Minas Gerais defender a criação de uma espécie de frente Sul-Sudeste contra o Norte-Nordeste. O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), também discordou do chefe do Executivo mineiro. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), defendeu Zema.



Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !