9 de dezembro de 2017

NEM A BASE DE TEMER VOTA A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA


Grande parte da base aliada de Michel Temer considera que é sacrifício demais pelo governo votar a favor da reforma da Previdência, que retira uma série de direitos dos trabalhadores; segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, pelo menos 124 deputados de partidos aliados do governo disseram que votarão contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC); dentro do PMDB, partido de Temer, 10 dos 60 deputados declararam ser contrários à PEC e 15 disseram estar indecisos. Já no PSDB, 12 dos 46 parlamentares também de declararam contrários a mexer no sistema previdenciário; apenas 62 deputados declararam ser a favor da reforma da previdência

8 de dezembro de 2017

VEJA QUER CASSAR REGISTRO DO PT COM DELAÇÃO DE PALOCCI

Diante da impossibilidade de se derrotar Lula nas urnas e talvez nos tribunais, a revista Veja lança um novo balão de ensaio a partir da suposta delação premiada do ex-ministro Antônio Palocci; trata-se agora de cassar o registro do PT a partir de uma denúncia de financiamento internacional para a campanha de Lula em 2002; segundo a revista, o ditador líbio Muamar Kadafi, morto em 2011, teria enviado secretamente ao Brasil 1 milhão de dólares para financiar a campanha eleitoral do petista em 2002; esta não é a primeira vez que a revista Veja faz uma acusação sem provas; a publicação da editora Abril trouxe no passado uma capa sobre dólares de Cuba que jamais se confirmou. 
247

7 de dezembro de 2017

Tiririca votou contra o trabalhador

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

Não teve coragem de pagar um plano de saúde para sua   Mãe. Os profissionais do Circo que trabalham com ele, afirmam que é um explorador e paga mal! 

Se informe, antes de elogia-lo!

A frase do dia

'Quem se aposenta hoje com R$ 2.000 vai se aposentar com R$ 1.200 após a reforma'.


        Paulo Pimenta

O próximo passo do golpe: tirar a internet dos pobres


REUTERS/Adriano Machado

Monopolizar informação para moldá-la a sua forma mais conveniente sempre foi estratégia de golpes de Estado.
No Brasil o golpista Temer e sua quadrilha vão além. Já não lhes basta o apoio da Globo e da grande mídia comercial.
Para garantir que o golpe prossiga querem que a informação em tempo real pare de chegar nas mãos dos brasileiros.
Como querem fazer isso?
O plano maquiavélico é permitir que as teles impeçam o acesso da internet aos pobres, uma vez que o serviço passaria a custar tão caro que só a elite conseguirá ter internet rápida, de qualidade e sem bloqueios.
E por que? Ora, porque a internet ajuda a esclarecer a população, a organizar os trabalhadores, a convocar manifestações contra este governo de entreguistas.
A barganha de Temer com as operadoras de telefonia, responsáveis pela venda de pacotes de acesso à internet é claro: elas ganham muito dinheiro e ele bloqueia informação à maioria da população brasileira sobre o que acontece no país em realidade.
Para fazer isso Temer precisa anular um decreto assinado por Dilma Rousseff que proíbe as teles de cobrarem mais dos clientes pelo uso de internet em contratos vigentes.
Precisa alterar o marco civil da internet e sua garantia de universalidade do serviço a todos. Aprovado há 3 anos, ele determina que não deve haver "pedágios" na internet.
Isso quer dizer que nenhuma empresa que vende acesso à internet poderá criar barreiras – sobretudo financeiras – para algum tipo de conteúdo.
Não pode fazer cobrança diferenciada para acesso ao twiter, youtube, ou qualquer aplicativo ou mídia social alegando, por exemplo, razões técnicas como maior necessidade de banda larga.
Não pode inventar fórmulas estapafúrdias como vender acesso aos e-mails e ao whats app mas vetar acesso ao Netflix ou ao Skype.
As teles não podem mas é exatamente isso que estão tramando.
A mudança articulada no governo Temer pretende permitir o bloqueio de acesso a determinados conteúdos ou aplicativos – ao que tudo indica a blogs e sites de notícias independentes e até quem sabe a mídias sociais com alta participação de formadores de opinião.
Querem permitir de vez a venda de pacotes com a diminuição da velocidade de navegação ao longo do mês ou o pagamento extra pelo uso de aplicativos de vídeo que ofereçam filmes em alta definição.
A capacidade dos golpistas de tramar contra os interesses do povo brasileiro não tem fim.
A verdade é que a neutralidade de rede pode estar prestes a ser quebrada no Brasil, após ter sido garantida em lei a todos os brasileiros durante os governos petistas.
Essa é mais uma etapa do golpe dentro do golpe, um retrocesso contra o qual devemos nos organizar para resistir. Nas ruas e praças deste país.

Vejam como votou o Palhaço Tiririca no impeachment da Dilma



Como ele mesmo disse  no Plenário da Câmara " Eu sou um Palhaço"!

6 de dezembro de 2017

REQUIÃO: AÇÃO NA UFMG É PROVOCAÇÃO PARA PRIVATIZAR UNIVERSIDADES PÚBLICAS

Agência Senado | Foca Lisboa/UFMG
Em vídeo, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) diz que a operação da Polícia Federal na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) "é um desafio, uma provocação"; "A impressão que eu tenho é de que é uma provocação que pretende desmoralizar as universidades públicas, fazer o povo crer que são um espaço de corrupção, com a intenção clara de privatizá-las. É a insistente luta contra os interesses do povo brasileiro", afirmou o parlamentar; "É preciso que seja enquadrada a Polícia Federal, que o abuso de autoridade não seja mais admitido no Brasil", completou Requião, pedindo ao Congresso que vote a Lei Cancellier, da qual é relator, contra o abuso de autoridade.

247

ADVOGADO DE LULA AVISA: NÃO ADIANTA CORRER

O advogado Luiz Fernando Casagrande Pereira, autor do parecer jurídico que definiu a estratégia do ex-presidente Lula para concorrer ao Planalto mesmo condenado em segunda instância, avisa que não adianta o TRF-4 correr para condenar o petista; para o jurista, a tentativa de acelerar o julgamento “muda pouca coisa no cenário geral”; ainda que os desembargadores concluam o processo no primeiro semestre de 2018, virão os recursos; é improvável que todos sejam apreciados antes de agosto, quando o ex-presidente levará seu registro à Justiça eleitoral; desde que chegou à segunda instância, o recurso de Lula vem tramitando em tempo recorde, deixando claro que há uma corrida para julgar o petista a tempo das próximas eleições

brasil247

5 de dezembro de 2017

DENÚNCIA GRAVE CONTRA O PROCURADOR DELTAN DALLAGNOL.

Juíza diz em artigo que existem duas justiças no Brasil: A dos juízes indicados por políticos e a dos juízes concursados



"Sempre que o STF profere alguma decisão bizarra, o povo logo se apressa para sentenciar: “a Justiça no Brasil é uma piada”. Nem se passa pela cabeça da galera que os outros juízes – sim, os OUTROS – se contorcem de vergonha com certas decisões da Suprema Corte, e não se sentem nem um pouco representados por ela.

O que muitos juízes sentem é que existem duas Justiças no Brasil. E essas Justiças não se misturam uma com a outra. Uma é a dos juízes por indicação política. A outra é a dos juízes concursados. A Justiça do STF e a Justiça de primeiro grau revelam a existência de duas categorias de juízes que não se misturam. São como água e azeite. São dois mundos completamente isolados um do outro. Um não tem contato nenhum com o outro e um não se assemelha em nada com o outro. Um, muitas vezes, parece atuar contra o outro. Faz declarações contra o outro. E o outro, por muitas vezes, morre de vergonha do um.

Geralmente, o outro prefere que os “juízes” do STF sejam mesmo chamados de Ministros – para não confundir com os demais, os verdadeiros juízes. A atual composição do STF revela que, dentre os 11 Ministros (sim, M-I-N-I-S-T-R-O-S!), apenas dois são magistrados de carreira: Rosa Weber e Luiz Fux. Ou seja: nove deles não têm a mais vaga ideia do que é gerir uma unidade judiciária a quilômetros de distância de sua família, em cidades pequenas de interior, com falta de mão-de-obra e de infra-estrutura, com uma demanda acachapante e praticamente inadministrável.

Julgam grandes causas – as mais importantes do Brasil – sem terem nunca sequer julgado um inventariozinho da dona Maria que morreu. Nem uma pensão alimentícia simplória. Nem uma medida para um menor infrator, nem um remédio para um doente, nem uma internação para um idoso, nem uma autorização para menor em eventos e viagens, nem uma partilhazinha de bens, nem uma aposentadoriazinha rural. Nada. NADA.

Certamente não fazem a menor ideia de como é visitar a casa humilde da senhorinha acamada que não se mexe, para propiciar-lhe a interdição. Nem imaginam como é desgastante a visita periódica ao presídio – e o percorrer por entre as celas. Nem sonham com as correições nos cartórios extrajudiciais. Nem supõem o que seja passar um dia inteiro ouvindo testemunhas e interrogando réus. Nunca presidiram uma sessão do Tribunal do Júri. Não conhecem as agruras, as dificuldades do interior. Não conhecem nada do que é ser juiz de primeiro grau. Nada. Do alto de seus carros com motorista pagos com dinheiro público, não devem fazer a menor ideia de que ser juiz de verdade é não ter motorista nenhum. Ser juiz é andar com seu próprio carro – por sua conta e risco – nas estradas de terra do interior do Brasil . Talvez os Ministros nem saibam o que é uma estrada de terra – ou nem se lembrem mais o que é isso. Às vezes, nem a gasolina ganhamos, tirando muitas vezes do nosso próprio bolso para sustentar o Estado, sem saber se um dia seremos reembolsados - muitas vezes não somos.

Será que os juízes, digo, Ministros do STF sabem o que é passar por isso? Por que será que os réus lutam tanto para serem julgados pelo STF (o famoso “foro privilegiado") – fugindo dos juízes de primeiro grau como o diabo foge da cruz? Por que será que eles preferem ser julgados pelos “juízes” indicados politicamente, e não pelos juízes concursados?

É por essas e outras que, sem constrangimento algum, rogo-lhes: não me coloquem no mesmo balaio do STF. Faço parte da outra Justiça: a de VERDADE.''

Fonte: Dr. Edailton Medeiros - Campina Grande-PB

A maior ponte do mundo será inaugurada

Resultado de imagem para China anunciar que a construção da maior ponte do mundo
Após o governo da China anunciar que a construção da maior ponte do mundo, que vai ligar Hong Kong, Zhuhai e Macau, foi finalizada, os chineses se preparam para a inauguração do local.
A data da abertura à circulação ainda não foi divulgada, mas a expectativa é que aconteça até o fim de dezembro. Com um comprimento de 50 quilômetros, a ponte, que também conta com um túnel submarino, começou a ser feita no início de 2009.

Rodrigo Maia diz que sem o PSDB a reforma da Previdência não será aprovada na Câmara dos Deputados

Resultado de imagem para Rogério Marinho e Rodrigo Maia
Deputado tucano Rogério Marinho tramando com Rodrigo Maia aprovação da reforma de Previdência

Sem o apoio do PSDB não há “nenhuma condição” de se aprovar a reforma da Previdência, disse nesta segunda-feira (4) o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que afirmou ainda ter mudado sua visão em relação às chances de aprovar a reforma de pessimista para realista, após uma reunião na noite de domingo.
“Otimista não dá ainda para ser otimista. No sábado eu estava pessimista, com a reunião de domingo agora eu estou realista. Acho que a gente tem um caminho”, disse Maia a jornalistas após evento em São Paulo.
blogdoprimo

Moro está fugindo diz Leandro Fortes

Um juiz de primeira instância destrói a economia e o sistema político de um país, deixa em ruínas 13 anos de avanços sociais, estimula o fascismo, divide a nação e, simplesmente, avisa que vai tirar férias de um ano?
A Operação Lava Jato, dentro de um contexto social e político honesto, teria sido um presente para o Brasil. Acho que ninguém discorda de que, um dia, seria necessário acabar com a cultura da corrupção que sempre ligou empreiteiros e políticos brasileiros.
O fato é que, em pouco tempo, foi fácil perceber que as decisões e ações demandadas pelo juiz Sérgio Fernando Moro estavam eivadas de seletividade. Tinham como objetivo tirar o PT do poder, desmoralizar o discurso da esquerda e privilegiar aqueles que, no rastro da devastação moral levada a cabo pelo magistrado, promoveram a deposição da presidenta Dilma Rousseff.

Hoje, graças à Lava Jato, a economia nacional está devastada, o Estado de Direito, ameaçado e o poder tomado por uma quadrilha que fez do Palácio do Planalto uma pocilga digna de uma republiqueta de bananas de anedota.
Agora, quando os grupos golpistas ligados ao PSDB e PMDB começam a ser atingidos pela mesma lama que a Lava Jato pensou em represar apenas para o PT, o juiz Moro pensa em tirar um ano sabático, nos Estados Unidos.
Isso, obviamente, não pode ser uma coisa séria.
Um juiz de primeira instância destrói a economia e o sistema político de um país, deixa em ruínas 13 anos de avanços sociais, estimula o fascismo, divide a nação e, simplesmente, avisa que vai tirar férias de um ano?
Não se enganem: o que está havendo é uma fuga planejada.
E precisamos saber o porquê, antes que ela seja consumada.
Por Leandro Fortes*

4 de dezembro de 2017

Lula manda recado ao mercado: “vocês vão ter que me engolir


Ricardo Stuckert Durante o ato de lançamento da caravana no Espírito Santo, na noite desta segunda-feira 4, o ex-presidente Lula alertou o mercado que não adianta "ficar fazendo terrorismo" sobre sua possível vitória em 2018; "Porque 'ah, se o Lula ganhar o mercado vai ficar preocupado'. Olha, primeiro que eu não vou pedir voto para o mercado. O mercado vai precisar muito mais de mim do que eu dele", discursou; "Porque o mercado sabe que quando eu cheguei na presidência a gente devia R$ 30 bilhões pro FMI. Hoje tem reservas de mais de R$ 250 bilhões e o FMI é que deve dinheiro para nós. Eles sabem que criamos milhares de empregos com carteira assinada. Eles sabem que vão ter que me engolir", completou; Lula voltou a dizer que quer disputar com um candidato que tenha o "logotipo da Globo na testa.

O pibinho dos golpista


A mídia e o governo tentam disfarçar, mas o resultado pífio do terceiro trimestre de 2017 desapontou todo o mundo. O crescimento foi de apenas 0,1% sobre o trimestre anterior, quando a prévia do Banco Central era de 0,58%. Na prática, isso significa economia estagnada. Mais que “pibinho”, é PIB microscópico, um “nanopib”, aponta o economista Marcelo Zero; "essa mídia hipócrita, que desdenhava dos 22 milhões de empregos formais gerados nos governos do PT e do maior processo de distribuição de renda da nossa história, que resgatou dezenas de milhões da miséria e tirou o Brasil do Mapa da Fome, hoje aplaude a pequena queda no desemprego baseada, em praticamente 100%, na geração de ocupações precárias e informais, no trabalho de conta próprias e de empregados sem carteira de trabalho e sem direitos", afirma

3 de dezembro de 2017

Feira Literária de Água Nova/RN começa amanhã

Nos dias 4 e 5 de dezembro, acontecerá no município de Água Nova, 6ª  edição da Feira Literária. Uma iniciativa do grupo de voluntários: "O Contagio pela Leitura". Veja programação abaixo:

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !