8 de outubro de 2022

Simone Tebet: "vou estar na campanha do Lula onde a campanha precisar"

 

 A senadora pelo Mato Grosso do Sul e ex-presidenciável Simone Tebet (MDB) declarou não apenas seu voto nesta sexta-feira ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como também seu "total" apoio e a disposição de "cumprir missões" que forem dadas, podendo até mesmo incluir uma interlocução com o setor agropecuário.Ao lado de Lula, Tebet reconheceu que ambos têm diferenças, mas ponderou que também há pontos em comum, ao mesmo tempo em que relatou ter entregado à equipe do petista suas propostas, que foram assimiladas, garantiram os dois.

"Vou estar na campanha do Lula onde a campanha precisar", disse a senadora a jornalistas, acrescentando estar pronta para "desmistificar" a tese de que produção agropecuária e proteção ambiental se opõe.

247

7 de outubro de 2022

Veículos definem a data do primeiro debate entre Lula e Bolsonaro no segundo turno

 

Os jornais Folha de S.Paulo, UOL, TV Bandeirantes e TV Cultura definiram o dia 16 de outubro como a data do primeiro debate entre os candidatos à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno. O petista e o candidato à reeleição vão estar frente à frente a partir das 20h em um domingo. A informação foi publicada nesta quinta-feira (6) pelo jornal Folha de S.Paulo.

6 de outubro de 2022

Lula faz caminhada com Alckmin e Haddad em São Bernardo do Campo: "em São Paulo e no Brasil, é 13!"

  

O ex-presidente Lula (PT), na companhia de seu candidato a vice-presidente, o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), fez nesta quinta-feira (6) com Fernando Haddad (PT), candidato ao governo de São Paulo, uma caminhada em São Bernardo do Campo.

Pelo Twitter, Lula escreveu: "em São Paulo e no Brasil, é 13!".

Já Haddad declarou que São Bernardo 'mostrou a força do 13 que vai derrotar o bolsonarismo em São Paulo'.

5 de outubro de 2022

Vamos juntos pela democracia", diz Lula a FHC após apoio do tucano

 


Ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Ricardo Stuckert)


247 - Após o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) declarar nesta quarta-feira (5) voto no ex-presidente Lula (PT) no segundo turno da eleição presidencial contra Jair Bolsonaro (PL), o petista agradeceu o apoio do tucano pelo Twitter.

"Obrigado pelo apoio, FHC. Vamos juntos pela democracia. Um grande abraço!", escreveu Lula.

FHC disse que seu voto em Lula levou em conta a "luta pela democracia". "Neste segundo turno voto por uma história de luta pela democracia e inclusão social. Voto em Luiz Inácio Lula da Silva".



2 de outubro de 2022

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !