3 de setembro de 2022

Na reta final da campanha, governadores buscam se descolar do radicalismo de Bolsonaro

 

Faltando  menos de um mês para o primeiro turno das eleições, Jair Bolsonaro (PL) não conseguiu engajar os governadores de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, os três maiores colégios eleitorais do país, em sua campanha pela reeleição. O distanciamento, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, está ligado ao fato dos chefes dos Executivos estaduais, que disputam a mesma fatia do eleitorado visada por Bolsonaro, não quererem ser vinculados ao discurso radical do atual ocupante do Palácio do Planalto, que realiza ataques sistemáticos à democracia, ao sistema eleitoral e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). São Paulo, Rio de Janeiro e Minas possuem mais de 63 milhões de eleitores, cerca de 40% do eleitorado nacional.No Rio, o governador Cláudio Castro, que disputa a reeleição pelo PL, mesmo partido de Bolsonaro, tem feito pouco uso da imagem do chefe do governo federal em sua campanha nas redes sociais e na televisão. “Mas por pressão do PL, a ideia é que Bolsonaro entre em comerciais nas próximas semanas, só que de forma moderada e falando de economia e Auxílio Brasil”, destaca a reportagem. 

Ainda conforme o periódico, “a campanha de Castro avalia como será sua participação nos eventos do 7 de Setembro no Rio de Janeiro. A ideia é de que o governador apareça ao lado de Bolsonaro, mas há um cuidado para evitar que o chefe do Executivo estadual fique vinculado a eventuais ataques ou declarações do presidente contra membros de outros poderes ou instituições democráticas”.Situação semelhante é registrada em Minas Gerais, onde Bolsonaro tentou uma aproximação com o governador Romeu Zema (Novo). Zema, que já foi visto como um aliado do Planalto, também tem ignorado Bolsonaro nas peças publicitárias de sua campanha de reeleição e os aliados também estão incentivando um movimento batizado de  “Luzema”, ou seja, o voto casado no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Zema. 

De acordo com pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira (1), Zema lidera a eleição mineira com 52% das intenções de voto, ante 22% de Alexandre Kalil (PSD), que tem o apoio de Lula. Já Carlos Viana, apoiado por Bolsonaro, registra 5% da preferência do eleitorado.

2 de setembro de 2022

Brasileiro tenta matar vice-presidente da Argentina Cristina Kirchner

 


A vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, sofreu uma tentativa de atentado na noite desta quinta-feira.

Veja o vídeo que mostra a arma na cara da vice-presidente.

O jornal La Nacion informou que o agressor seria Fernando Andres Sabag Montiel, brasileiro de 35 anos, que detém registro de porte de armas não convencionais, com data de 17 de março de 2021.

Há possibilidade que a arma, que não teria disparado, na realidade seja de brinqueeo, mas as investigações irão informar.

O ataque ocorreu em frente à casa dela em Buenos Aires.


1 de setembro de 2022

Prefeitura de Água Nova realiza operação tapa buracos na RN- 079

 

A Prefeitura Municipal de Água Nova em parceria com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), realizam mais uma vez,  operação tapa buracos na RN-079, que liga Água Nova a Rafael Fernandes. A operação visa melhorar as condições de tráfego  na RN 79.






31 de agosto de 2022

Por unanimidade, TSE proíbe porte de arma em locais de votação

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira (30), por unanimidade, proibir o porte de armas em seções eleitorais. A exceção vale apenas para os integrantes das Forças de Segurança em serviço e com anuência e demanda de entidade eleitoral

.O relator, ministro Ricardo Lewandowski, determinou que, dois dias antes da votação, no dia do pleito e nas 24 horas seguintes, ninguém se aproxime armados a menos de 100 metros do local de votação, a não ser no caso da exceção dos policiais. Lewandowski foi acompanhado pelos demais seis ministros.O presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, ponderou que portar o instrumento no local de votação “acarreta crime eleitoral e porte ilegal de arma”.

 A decisão vale para um raio de 100 metros dos locais de votação na eleição deste ano e atinge integrantes das forças de segurança que não estiverem trabalhando no dia.

30 de agosto de 2022

Câmara de vereadores de Água Nova aprova por unanimidade o reajuste do Piso Salarial Nacional dos Agentes de Saúde e de Endemias

 




Em sessão ocorrida nesta terça - feira ( 30), os  Vereadores votaram e aprovaram o Projeto de lei  n° 010/2022, encaminhado pelo poder execultivo municipal que trata do reajuste do piso salarial nacional dos agentes de saúde e de endemias.  O Piso é uma conquista histórica  das categorias  em todo país.

     

Ipec divulga pesquisas em São Paulo, Minas, Rio, Pernambuco e Distrito Federal nesta terça

 

O Ipec (ex-Ibope) divulga nesta terça-feira (30) pesquisas sobre a disputa aos governos de quatro estados e do Distrito Federal, as primeiras do instituto após o início do horário eleitoral gratuito na rádio e na TV.

Os levantamentos vão trazer também dados sobre a corrida ao Senado e à Presidência da República. Todas as cinco pesquisas foram realizadas entre os dias 24 e 30 de agosto, com entrevistas pessoais, e contratadas pela TV Globo.

Na última pesquisa Ipec de São Paulo divulgada em 15 de agosto, Fernando Haddad (PT) liderava a disputa pelo governo estadual com 29% das intenções de voto. Em seguida, apareciam Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 12%, e Rodrigo Garcia (PSDB), 9%.

Leia também:

Campanha presidencial entra na 3ª semana com pelo menos sete pesquisas; veja as datas

Já no Rio de Janeiro, o levantamento, também divulgado no dia 15, trazia o atual governador Cláudio Castro (PL) com 21%, e o deputado federal Marcelo Freixo (PSB), com 17%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, o cenário configurava um empate técnico entre os dois.

No mesmo dia foi publicada ainda a pesquisa sobre a disputa do governo de Minas Gerais, com o governador Romeu Zema (Novo) com 40%, seguido de Alexandre Kalil (PSD), com 22%. Em Pernambuco, a liderança era da deputada federal Marília Arraes (Solidariedade), com 33%. Na sequência, um empate técnico no segundo lugar entre Raquel Lyra (PSDB), com 11%; Anderson Ferreira (PL), 10%; Miguel Coelho (União Brasil), 9%; e Danilo Cabral (PSB), 6%.

O Ipec no Distrito Federal mostrava o atual governador, Ibaneis Rocha (MDB), com 38% das intenções, seguido do ex-senador Paulo Octávio (PSD), com 9%, e da senadora Leila do Vôlei (PDT), com 8%.


29 de agosto de 2022

Pesquisa Datafolha aponta que para eleitores indecisos, Bolsonaro foi o pior no debate



 Pesquisa qualitativa realizada pelo Datafolha mostra que Jair Bolsonaro (PL) teve a pior avaliação entre eleitores indecisos ou que pretendem votar em branco.O levantamento, qualitativo (quando grupos menores de eleitores são entrevistados sem objetivo de refletir toda a população), entrevistou 64 pessoas divididas em três salas virtuais. Todos os participantes avaliaram a performance dos candidatos bloco a bloco e no final elegeram quem se saiu melhor.

28 de agosto de 2022

Confirmado a presença de Lula e Bolsonaro no debate de hoje a noite na Band

 


O debate da Band que prometia ser fraquinho neste domingo, tem tudo par pegar fogo.

E quem riscou o fósforo foi o ex-presidente Lula (PT), que a princípio não participaria, mas resolveu anunciar que irá.

“Não é possível cuidar do Brasil com ódio. Conto com a ajuda de vocês para recuperarmos nosso país. Boa noite e amanhã tem debate!”, escreveu Lula no twitter, confirmando sua presença e provocando o presidente Bolsonaro, que já estava certo de que não iria.

Só foi Lula anunciar que o chefe da Casa Civil, o “eterno lulista” Ciro Nogueira, disse que Bolsonaro também vai.

Pelo sorteio, os dois sentarão lado a lado.

No final da noite a Band ainda aguardava a confirmação oficial da coordenação da campanha de Bolsonaro.

FONTE: thaisagalvao.com.br

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !