23 de outubro de 2021

Governadora Fátima assina decreto que institui programa de ampliação do crédito à agricultura familiar FONTE: thaisagalvao.com.br

 

A governadora Fátima Bezerra assinou nesta sexta-feira (22), decreto que institui o Pró-Crédito – Programa Estadual de Estímulo à Ampliação do Crédito para Fomento de Atividades Produtivas no Meio Rural e Periurbano.

“O apoio à agricultura familiar é uma das prioridades do nosso Governo. Isto foi demonstrado logo no início quando criamos a Sedraf. Desenvolvemos vários programas como o CredMais – linha de microcrédito para a agricultura familiar que não existia antes de 2019 que já financiou R$ 1,7 milhão este ano -, o RN+Água e o Pecafes. Agora o Pró-Crédito vem para facilitar a elaboração de projetos e ampliar a oferta de crédito”, afirmou a governadora.

O Pró-Crédito promoverá a qualificação e requalificação de profissionais para elaboração de projetos de crédito em fomento às atividades produtivas.

O novo programa ainda beneficia os servidores da Emater que passarão a ser remunerados por cada projeto elaborado.

Hoje, 50 técnicos da Emater trabalham com a elaboração de projetos.

Estiveram presentes à solenidade de assinatura do decreto o vice-governador Antenor Roberto, os deputados da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar da Assembleia, Souza Neto e Isolda Dantas, o diretor-geral da Emater, César Oliveira e outros auxiliares do governo.

FONTE: thaisagalvao.com.br

22 de outubro de 2021

Bolsonaro ironiza Faria Lima, critica mercado "nervosinho" e avisa que vai aumentar de novo os combustíveis

 


Jair Bolsonaro decidiu ignorar as pressões da Faria Lima. "Ao comentar sobre a proposta de oferecer o pagamento de R$ 400 a cerca de 750 mil caminhoneiros para compensar a alta do preço dos combustíveis, Bolsonaro disse que o mercado fica 'nervosinho' e afirmou que deverá ocorrer novo reajuste do preço dos combustíveis", aponta reportagem do jornalista Dimitrius Dantas, no Globo."Nos últimos dias, o mercado reagiu com pessimismo à direção adotada pelo governo, que decidiu alterar as regras do teto de gasto para custear um benefício de R$ 400 aos beneficiários do Auxílio Brasil, programa social que irá suceder o Bolsa Família a partir de novembro", aponta ainda o jornalista. Saiba mais:

 O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira que o governo irá cumprir o teto de gastos no pagamento do novo Bolsa Família porque não quer desequilibrar as finanças, e manifestou o desejo que as reformas econômicas continuem caminhando no Congresso Nacional.Na tradicional transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais, Bolsonaro argumentou que a decisão de conceder benefício a famílias de baixa de renda de, no mínimo, 400 reais, respeitará o teto, em um dia marcado por tensão no mercado financeiro por temores com a responsabilidade fiscal.

"Nós temos um teto de gastos... e nós, por que buscamos cumprir o teto de gastos? Porque não queremos desequilíbrio nas finanças do Brasil. Havendo desequilíbrio, a inflação explode, todo mundo perde com isso", disse o presidente na live.

Ao afirmar que há espaço orçamentário para a concessão do Auxílio Brasil, que terá um adicional temporário para chegar aos 400 reais, Bolsonaro comemorou a aprovação do texto-base da PEC dos Precatórios em comissão especial da Câmara e parabenizou o Congresso por dar "o primeiro passo".

O parecer da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi adaptado para abrir um espaço fiscal de mais de 80 bilhões de reais em 2022.

A solução para cumprir os 400 prometidos pelo presidente para o Auxílio Brasil partiu da ala política do governo, deixou para trás o ministro da Economia, Paulo Guedes, e um teto de gastos fragilizados.

Gestada no Palácio do Planalto pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, a proposta nem mesmo passou pelos cálculos da equipe econômica. Fontes da área econômica ouvidas pela Reuters afirmaram que nem mesmo os números usados pelo relator da PEC dos Precatórios, deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), foram analisados no Ministério da Economia.

247

Prefeitura de Água Nova investe em equipamentos para as Secretarias

 


O Prefeito Ronaldo Souza, de Água Nova, acompanhou nesta semana,  a entrega de equipamentos tecnológicos, ar condicionado, ventiladores, fardamento e materiais para comemoração alusiva ao mês das crianças, Semana do bebê e o Outubro rosa.

Dessa vez as secretarias contempladas foram:

Saúde, Assistência social, Meio Ambiente, Esporte e Cultura.

Esses materiais serão de suma importância para um melhor desenvolvimento dos trabalhos, como também do atendimento a população  por essas secretarias.




#AguaNovaEmDesenvolvimento

21 de outubro de 2021

Relatório da CPI da Covid indicia Bolsonaro em vários Crimes e computa mais 78 anos de prisão

 

O relatório da CPI da Covid apresentado nesta quinta-feira (20) é devastador para Jair Bolsonaro. Foram contabilizados pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL) uma dezena de crimes por parte do presidente, e que podem resultar em ao menos 78 anos de prisão. O relatório possui 1.178 páginas onde descreve cristalinamente as ações e omissões do governo federal na gestão da pandemia no Brasil e qual o papel central do presidente durante a pandemia.

O documento atribiu a Bolsonaro os crimes de homicídio qualificado, infração de medida sanitária preventiva, charlatanismo, incitação ao crime, falsificação de documento particular e emprego irregular de verbas públicas.
Além desses, prevaricação, genocídio de indígenas, crime contra a humanidade, violação de direito social e incompatibilidade com dignidade e honra e decoro do cargo. Ademais, o relator também aponta os três filhos mais velhos do presidente como integrante do “núcleo de comando” da produção e divulgação de fake news.
Para que toda a investigação da CPI não acabe em pizza, ou seja, sem punir os responsáveis pelo agravamento da tragédia sanitária, senadores se anteciparam ao criar uma frente parlamentar para acompanhamento das invesitigações em curso. Difícil crer que o procurador-geral Augusto Aras irá simplesmente engavetar. Aras só tem um dever constitucional agora: pedir ao STF aberturas de inquérito. E que a justiça seja feita, pois a história cobrará todos os agentes públicos e que contribuíram, direta ou indiretamente, para o agravamento da pandemia no Brasil.

20 de outubro de 2021

TSE inciou ontem votação da cassação de deputado Bolsonarista por fake news

 

O julgamento do primeiro caso de cassação por fake news foi adiado após pedido de vista do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Carlos Horbach. O plenário da Corte Eleitoral iniciou análise do processo contra o deputado estadual do Paraná Fernando Francischini (PSL-PR), nesta terça-feira (19/10).

Durante a sessão, dois ministros acompanharam o voto do ministro corregedor-geral Luis Felipe Salomão, relator do processo, pela perda do mandato e pela inelegibilidade do parlamentar. No entanto, a votação foi suspensa.

Os três ministros do TSE, que já apresentaram voto, consideraram o parlamentar culpado por propagar desinformação contra a urna eletrônica e o sistema eletrônico de votação nas Eleições de 2018. A decisão depende de sete ministros da Corte e ocorrerá em sessão ainda sem data marcada.

247

19 de outubro de 2021

Sem Zé Trovão, caminhoneiros prometem greve contra Bolsonaro dia 1º de novembro

 

Foragido da justiça no México, Zé Trovão, o líder dos caminhoneiros não estará presente na próxima manifestação de 1º de novembro. Os profissionais da estrada prometeram uma nova paralisação a partir de 1º de novembro, caso o presidente Jair Bolsonaro não atenda as demandas da categoria. A greve contra o governo federal será por tempo indeterminado.

As pautas dos caminhoneiros são antigas, que nunca foram cumpridas por Bolsonaro: fazer pegar a lei do frete mínimo e criar nova política de preços para os combustíveis.O deputado Nereu Crispim (PSL-RS), presidente da Frente Parlamentar do Caminhoneiro Autônomo e Celetista explicou os motivos da greve:

“Nós, caminhoneiros autônomos do Brasil, estamos em estado de greve. Significa dizer ao governo Bolsonaro que o prazo de três anos que ele teve para desenvolver, desencadear, melhorar a vida do transportador autônomo não foi cumprido.”

Bolsonaro e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), em mais uma tentativa de enganar os caminhoneiros e jogar a batata quente para os governadores, reduziram os ICMS dos combustíveis, mas mantiveram a política de paridade de preços da Petrobras. Isto significa que os aumentos no óleo diesel continuarão lastreados na variação do dólar e na cotação internacional do petróleo, enquanto eles, caminhoneiros, recebem em real e sem um frete mínimo.

Zé Trovão, do autoexílio asteca, estuda gravar um vídeo em apoio aos companheiros de boleia.

18 de outubro de 2021

Fundase esclarece que alimentação servida em suas unidades é de boa qualidade

 


É falso que a alimentação servida na unidade de Mossoró da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Norte (Fundase-RN) “é de má qualidade e possui gosto duvidoso”, como afirmou em postagem nas redes sociais um vereador daquele município. Em todas as unidades do órgão, as refeições são servidas no formato self-service, em ilhas térmicas de distribuição e com a presença de nutricionistas.


⚠️ Confira no RN Fato ou Fake: https://bit.ly/3j6hR81

CNBB pede punição para deputado bolsonarista que xingou o papa de "vagabundo"

 

247 - A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) enviou uma carta aberta à Assembleia Legislativa de São Paulo pedindo a punição do deputado Frederico d’Avila (PSL) após ataques a presentantes da Igreja Católica como o papa Francisco e o arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes. O deputado bolsonarista chamou os líderes da Igreja Católica de "pedófilos”, “vagabundos” e “safados'".

A entidade avisou também que acionará a Justiça para que o bolsonarista esclareça os xingamentos, informa o IG. Na carta divulgada neste domingo, a CNBB pede ao presidente da Assembleia, Carlão Pignatari, que a Casa adote medidas contra o deputado. 


17 de outubro de 2021

A Capa da IstoÉ que revela os crimes de Bolsonaro



 A polêmica capa da IstoÉ, que aponta, a partir do relatório prévio da CPI da Pandemia no Senado, crimes contra o presidente Jair Bolsonaro.

A capa da revista arrebanhou aplausos do anti-bolsonarismo que vem crescendo a cada dia, e a ira do bolsonarismo, que insiste em considerar normal o número de mortes por covid, o escândalo da Prevent Senior, a negação à vacina…

O Blog reproduz a capa e a reportagem.

FONTE: thaisagalvao.com.br

FONTE: thaisagalvao.com.br

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !