28 de agosto de 2021

Jornalistas que entrevistaram Lula na 97FM perderam o programa na emissora de direita

 

Causou estragos a visita do ex-presidente Lula a Natal…

Não na política, onde o ex-presidente até conseguiu refazer alianças ao discutir 2022 com o ex-senador Garibaldi Filho, do MDB.

Não no mercado, onde Lula almoçou com empresários e até deixou no ar a possibilidade de novas conversas, para o presidenciável se atualizar dos problemas da categoria.

Não nos movimentos sociais e culturais, onde até recebeu homenagem.

Causou estragos…na imprensa, mesmo não tendo reservado muitos espaços para entrevistas além da coletiva com poucas perguntas respondidas minutos antes de embarcar para Salvador.

O estrago teve como vítimas os jornalistas Juliana Celli, Octavio Santiago e Herbet de Souza.

Os 3, no programa RN Verdade, da 97FM, entrevistaram Lula.

Fizeram a entrevista que muitos jornalistas queriam fazer, sendo esquerdistas ou não.

O mérito da entrevista exclusiva, veiculada na emissora ao meio-dia de terça-feira, rendeu a eles um cala boca

Pré-candidato a senador ou governador na linha bolsonarista nas eleições do próximo ano, o empresário Haroldo Azevedo, dono da emissora, mesmo sabendo da entrevista, suspendeu o programa, que já não foi ao ar nesta sexta-feira.

Suspensão temporária, é o que afirmou a pessoa que atendeu a ligação na emissora, respondendo a uma pergunta de ouvinte.

Resta saber se, censurados, os profissionais vão topar permanecer.

A puxada de orelha deve ter sido dolorida.

FONTE: thaisagalvao.com.br

27 de agosto de 2021

Indigenas acampam em Brasilia mostram civilidade e respeito a democracia

 


Com mobilização histórica em Brasília, mais de 6 mil indígenas dão uma aula de cidadania. A imagem de milhares sentados e acompanhando atentamente as falas do Supremo Tribunal Federal mostram o país que queremos e o respeito à democracia, tão atacada em tempos recentes.

Reunidos na porta do STF, lideranças e guerreiros de todas as partes do país, representando mais de 170 povos, acompanham atentamente o julgamento de um caso que pode mudar toda a política de demarcação de Terras Indígenas.
Caso a tese do Marco Temporal seja validada pelos ministros da corte, os direitos originários dos povos que habitam e preservam o território brasileiro há séculos será desrespeitado e só serão validadas como Terras Indígenas aquelas que estavam ocupadas em 1988, quando a Constituição Federal foi promulgada.
Essa é a tese que sustenta o processo que começou a ser avaliado hoje e que ganhou status de repercussão geral na corte. Ou seja, a interpretação deste caso será aplicada a todas as decisões tomadas após o resultado. Por isso, indígenas consideram essa a decisão jurídica a mais importante do século para os povos.
O julgamento iniciou hoje, mas o presidente da corte, Luis Fux, ouviu apenas a sustentação do ministro Edson Fachin e marcou a continuidade da análise para a próxima quarta-feira.
Fotos: Daniela Huberty/ @comin.oficial e Marcos Paulo - Mídia Ninja.

26 de agosto de 2021

Após Pacheco negar impeachment de Moraes, Bolsonaro diz "sei o que tenho que fazer"

 

Pouco depois de o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), rejeitar o pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes apresentado por Jair Bolsonaro, o chefe do governo federal publicou um vídeo no Twitter dizendo que 'sabe o que tem que fazer'.

O vídeo, publicado nesta quarta-feira (25) com a legenda "nas 4 linhas da Constituição", parece ser antigo, mas não leva nenhum tipo de data. 

Bolsonaro diz, no material, que se a população estiver bem informada, "a gente ganha essa guerra". Ele fala também que sabe onde está o "câncer" do país, e que se o tumor for retirado, "o corpo volta à sua normalidade".

247

25 de agosto de 2021

Senador Aziz cobra de Aras punição aos crimes de Bolsonaro

 

O senador Omar Aziz (PSD-AM) fez uma cobrança pública ao procurador-geral Augusto Aras, que foi reconduzido ao comando do Ministério Público no Brasil pelo Congresso. "Dr. Aras, no dia da sua eleição, nós do Senado aprovamos o seu nome. O Brasil espera uma resposta muito grande, com celeridade, para aqueles que cometeram crimes, que não fiquem impunes perante a nação brasileira", disse ele. "As 570 mil vidas perdidas não merecem que isso não seja tratado com celeridade. Acreditamos que o Ministério Público Federal vai agir, e vai agir com rigor", prosseguiu.

24 de agosto de 2021

Prefeita Marina da cidade de Jandaira deixa o MDB e se filia ao PT com a presença de Lula

 


A Prefeita de Jandaíra Marina Marinho, deixou ontem o MDB e se filiou ao Partido dos Trabalhadores. Marina teve a sua ficha de filiação abonada pelo ex. Presidente Lula ontem em Natal. Marina é destaque em toda região do Mato Grande pelo excelente  mandato naquele município. Eleita pela primeira vez em 2016 com ampla maioria e reeleita em 2020, repetindo mais uma vez a grande maioria e numa gestão que traz elementos importante na área  social, ambiental e geração de emprego e renda. Junto com a prefeita outros membros da politica de Jandaíra se somará a mudança de Marina para o PT.

23 de agosto de 2021

Ex - Presidente Lula chega hoje ao Rio Grande do Norte

 



O presidente Lula chega chega hoje(23)  em Natal e jantará na casa do senador Jean Paul Prates (PT) com a governadora Fátima Bezerra(PT), o vice-governador Antenor Roberto (PC do B), a senadora Zenaide Maia (PROS) e o secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado.

Na terça-feira ele inicia as atividades com café da manhã com Fátima Bezerra no Centro Administrativo.

Ás 11h ele concede entrevista coletiva e em seguida almoça com empresários.

 Às 15h ele tem encontro cm artistas e integrantes de movimentos sociais. Também terá encontro com o deputado federal Rafael Motta (PSB) e com o ex-senador Garibaldi Alves Filho (MDB) e o deputado Walter Alves (MDB).


22 de agosto de 2021

Mais um crime: Bolsonaro mandou caças sobrevoar Praça dos Três Poderes para estilhaçar vidraças do Supremo


 "O ex-ministro da Defesa e Segurança Pública Raul Jungmann afirmou que os últimos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica deixaram seus cargos, em março, por respeito à Constituição Federal e por não se dobrarem às pressões políticas do presidente Jair Bolsonaro", aponta reportagem do Congresso em Foco. "Os três foram demitidos porque se recusaram a envolver as Forças Armadas nas declarações e nos atos do presidente da República", disse ele, em entrevista, à revista Veja."Ele (Bolsonaro) chamou um comandante militar e perguntou se os caças Gripen estavam operacionais. Com a resposta positiva, determinou que sobrevoassem o STF acima da velocidade do som para estourar os vidros do prédio. Bolsonaro mandou fazer isso, tenho um depoimento em relação a isso. Ao confrontá-lo com o absurdo de ações desse tipo, eles foram demitidos", relembra. "Existe uma constante atuação de constrangimento por parte do presidente da República, para forçar as Forças Armadas a endossar os atos e as falas dele", destacou.


Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !