21 de agosto de 2021

Mais de 58% desejam o impeachment de Bolsonaro



 O percentual dos que acham que o presidente Jair Bolsonaro deve sofrer impeachment saltou para 58%, segundo pesquisa PoderData realizada nesta semana (16-18.ago.2021). É um aumento de 8 pontos em relação ao levantamento anterior, realizado no começo de julho. 

O lógico e esperável, nesta circunstância, seria Bolsonaro baixar o tom e cessar os ataques ao Supremo e ao Congresso.

O capitão, porém, ao invés de optar pela sensatez política e arrefecer o clima, acirra ainda mais os ânimos, ameaça as instituições, ataca a democracia e aumenta o tom do assobio para a matilha fascista.

Esta opção política que Barbara Tuchman [A Marcha da Insensatez] definiria como uma escolha contraproducente pode significar, na verdade, uma escolha metódica do Bolsonaro para a instalação de um caos conveniente.

Ao governo militar interessa que o Senado reprove Augusto Aras e André Mendonça e convém, também, que o STF asfixie e vitimize os canais fascistas de difamação e de propagação de ódio na internet.

Com isso eles reforçam a “narrativa” de que as instituições não deixam Bolsonaro governar e perseguem ativistas da base do governo. E ganham, assim, a retórica para convocar e manter perfilada a matilha fascista.

Na infame homenagem ao “herói” Roberto Jefferson, Eduardo Bolsonaro usou este pretexto para dizer à matilha sedenta que “já estamos vivendo a ditadura” das instituições .

Neste cenário de potencial vitória do Lula, que se combina com a profunda desmoralização e crise de legitimidade do governo militar, Bolsonaro e o partido dos generais não têm nada a perder. A eles mais interessa o caos, a confusão e o tumulto como recurso de sobrevivência e de afirmação de poder.

20 de agosto de 2021

ÁGUA NOVA PARTICIPARÁ DO 9° FÓRUM DO PROGRAMA RN INCLUSIVO

 


A Prefeitura Municipal de Água Nova firmou parceria com o Governo do Estado, através do Programa RN Inclusivo, e com isso, poderá ofertar cursos de capacitação em diferentes áreas a população.


O programa RN Inclusivo, têm como objetivo reunir gestores e servidores públicos de todas as esferas, representantes e membros de associações, de sindicatos e de instituições culturais, além da comunidade local, para debater políticas públicas e propostas de ações inclusivas nas regiões do Rio Grande do Norte com foco na capacitação.


Nesta quinta-feira (19), o programa foi apresentado por Rafaella Pereira, ao Prefeito Ronaldo Souza e aos secretários municipais a fim de proporcionar um primeiro contato dos servidores com o programa e convida-los a participar do 9º Fórum de Inclusão Social.


Os Fóruns de Inclusão são gratuitos e fazem parte de uma estratégia de implementação do programa de ações da Escola de Governo (EGRN) dentro do Plano RN Inclusivo.

19 de agosto de 2021

Incompetente, Bolsonaro diz que Brasil pode superar inflação e desemprego com orações

 

Sem propostas para a economia e preocupado apenas em provocar conflitos desnecessários, Jair Bolsonaro fez uma proposta inusitada ontem contra o desemprego recorde de seu governo e inflação descontrolada: reza brava.  "Com muitos problemas que temos enfrentado e que não estavam previstos: a pandemia e seus reflexos, uma crise de falta d'água como não visto na história do Brasil. O povo tem sofrido com isso: tem inflação, tem desemprego. Tem dias, realmente, angustiantes. O que posso dizer aos senhores? Com fé, com vontade, com crença, nós podemos superar esses obstáculos", disse ele, durante um culto evangélico em Belém. A fala foi tão despropositada que foi motivo de piada pelo ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia:Bolsonaro tranquilizando os investidores. É um estadista.

18 de agosto de 2021

Governo do Estado autoriza pagamento de vale alimentação a policiais militares

 



O benefício será implantado para todos os agentes que estejam em serviço e não disponham de alimentação na corporação. 


Com aumento de R$ 9 milhões para R$ 35 milhões de gasto anual, Governo do Estado autoriza implementação de vale alimentação para todos os policiais militares do Rio Grande do Norte que estejam em serviço, corrigindo uma distorção de 180 anos, desde que foi criada a Polícia Militar do RN. A decisão foi anunciada pela governadora Fátima Bezerra nesta terça-feira (17) para representantes das entidades de classe dos agentes militares da segurança, realizada na Governadoria, com a presença do vice-governador Antenor Roberto, do secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, e do secretário de estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo.


“A segurança pública não é uma área qualquer, é uma área estratégica. Vamos continuar fazendo as correções, porém, de acordo com as nossas condições”, disse a chefe do Executivo estadual, ao determinar que o comandante da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, dê início ao processo licitatório para implantar o benefício. A gestora assinalou que o Governo do Estado continua empenhado em equiparar todos os benefícios entre as corporações, a fim de melhorar as condições de trabalho dos profissionais da segurança, indistintamente.  


Cada policial em serviço receberá um valor equivalente a R$ 45 por dia, para cada 24 horas trabalhadas em regime de plantão. Coordenador do Plano Estadual da Segurança Pública e servidor público há 30 anos, o vice-governador Antenor Roberto reforçou aos presentes que o Governo do Estado, na gestão atual, está cada vez mais alinhado às necessidades dos agentes. “Temos sido muito aberto ao diálogo e dessa maneira vamos continuar avançando nas negociações com todos as categorias”, disse.


Coronel Alarico agradeceu, em nome da corporação, a sensibilidade da governadora em autorizar o vale alimentação para os policiais militares. “Com certeza, esse benefício trará muito mais autonomia para nossos agentes em campo”, argumentou. Representante da Associação dos Praças da Polícia Militar da Região Agreste do RN, o terceiro sargento Guinaldo Lira, declarou que as entidades consideraram satisfatória a decisão do governo. “Estamos caminhando bem nas pautas apresentadas e nos damos por satisfeitos com a abertura da mesa de negociações”, afirmou. 


Presidente da Associação dos Oficiais Militares da PMRN, o major Robson Teixeira citou o ganho de qualidade de vida na prestação do serviço à sociedade. “A governadora veio a corrigir uma distorção que vem dar mais dignidade ao policial militar e à policial militar para que possamos atuar com mais dignidade”, declarou. 


O comandante do Corpo de Bombeiros Militar do RN, coronel Monteiro Júnior, também estava presente à reunião, que contou ainda com presença de representantes das entidades de classe dos agentes militares estaduais. 


Natal (RN), 17 de agosto de 2021.

Pesquisa XP mostra que Lula vence Ciro com facilidade e todos os nomes da "terceira via"

 

Segundo a pesquisa XP/Ipespe, divulgada nesta terça, o ex-presidente Lula é o melhor candidato para vencer Jair Bolsonaro, por 51% a 32%

O ex-presidente Lula (PT) vence Ciro Gomes (PDT) e todos os candidatos da “terceira via”, segundo pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta terça-feira, 17. Segundo a pesquisa, Lula também é o melhor candidato para vencer Jair Bolsonaro, por 51% a 32%.

Contra Ciro Gomes, Lula vence por 49% a 31%. Contra o ex-juiz da Lava Jato de Curitiba, Sergio Moro, o petista vence por 49% a 34%. E contra o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), o ex-presidente vence por 51% a 27%.

No primeiro turno, Lula ampliou a vantagem sobre Bolsonaro e atingiu a marca de 40% das intenções de voto em uma das simulações. São 16 pontos percentuais acima de Bolsonaro, que tem 24%.

17 de agosto de 2021

Magno Malta diz que ele e Malafaia serão presos pelo STF



 Em áudio vazado , o pastor e ex-senador Magno Malta – apoiador do presidente Jair Bolsonaro – afirmou que teria recebido uma informação de que ele estaria em uma suposta “lista” do Supremo Tribunal Federal (STF) de pessoas que seriam presas em razão do inquérito das milícias digitais, assim como o ex-deputado Roberto Jefferson.

“Para todos aqueles que se manifestam, eles têm uma lista, e vão passar o rodo como fizeram com Roberto Jefferson. Eu to na lista, [Silas] Malafaia e Zé Medeiros estão na lista. Os deputados que estão no inquérito das Fake News, vão mandar prender todo mundo”, afirma na gravação.

A “revelação” sobre a lista do STF fez o nome de Magno Malta ir parar nos assuntos mais comentados do Twitter. Muitos usuários, de forma irônica, diziam torcer para que a informação fosse verdadeira.

Em seu perfil, Malta prestou solidariedade a Jefferson. Citado no áudio, o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus, também usou as redes para se solidarizar com Jefferson e atacar o STF.

“Tem que dar um impeachment no senhor Barroso, no senhor Alexandre de Moraes”, disse Malafaia.


16 de agosto de 2021

Urgente: Bolsonaro convoca seus seguidores para golpe de estado no dia 7 de setembro

 

O presidente Jair Bolsonaro encaminhou na tarde deste último  sábado (14/8) uma mensagem para uma lista de transmissão no WhatsApp em que fala sobre a necessidade de um “contragolpe” e convoca apoiadores para se manifestarem no dia 7 de setembro com o objetivo de mostrar que ele e as Forças Armadas têm apoio para uma ruptura institucional.

A mensagem, que pode ser lida na íntegra ao fim desta reportagem, foi enviada pelo número pessoal do presidente para diferentes integrantes do governo e amigos. Como não há o selo de “Encaminhada” com que o WhatsApp marca as mensagens, não é possível saber se o próprio presidente as escreveu ou se copiou de alguma fonte e colou na lista de transmissão antes de enviá-las — o que tira o selo de identificação de encaminha. Ainda assim, é provável que seja uma mensagem encaminhada porque fala de Bolsonaro em terceira pessoa. Na lista de transmissão estão ministros de Estado, apoiadores e amigos do presidente.

O texto da mensagem se dirige a outras pessoas de direita, e pede que elas leiam o texto para não criticarem Bolsonaro por não radicalizar o suficiente.“Atenção direitista sem noção, você mesmo que está falando merdas (sic) como ‘Vamos tomar o poder já que ninguém faz nada’, ‘Bolsonaro tá muito devagar’ ou ‘FFAA não fazem nada’. Faça o favor de ler com atenção o abaixo escrito, compreender as coisas como realmente são e assim passar a nos ajudar e não atrapalhar, começa o texto, que apresenta na sequência uma série desses comentários.

No trecho mais forte da mensagem, defende-se que o “contingente” da manifestação em 7 de setembro deve ser “absurdamente gigante” para “comprovar e apoiar inclusive intencionalmente” que o presidente e as Forças Armadas têm o apoio necessário para dar um “bastante provável e necessário contragolpe”.

“Hoje, fazer um contragolpe é muito mais difícil e delicado do que naquela época, além do grave aparelhamento acima relatado, temos uma constituição comunista que tirou em grande parte os poderes do Presidente da República e foi por estes motivos que o Presidente Bolsonaro, no início de agosto, em vídeo gravado, pediu para que o povo brasileiro fosse mais uma vez às ruas, na Avenida Paulista, no dia sete de setembro, dar o último aviso, mas, desta vez, ele reforçou que o “contingente” deveria ser absurdamente gigante, ou seja, o tamanho desta manifestação deverá ser o maior já visto na história do país, a ponto de comprovar e apoiar, inclusive internacionalmente, para que dê a ele e às FFAA, para que, em caso de um bastante provável e necessário contragolpe que terão que implementar em breve, diante do grave avanço do golpe já em curso há tempos e que agora avança de forma muito mais agressiva, perpetrado pelo Poder Judiciário, esquerda e todo um aparato, inclusive internacional, de interesses escusos”.

Em outro trecho da mensagem encaminhada por Bolsonaro, lê-se que a manifestação do 7 de setembro, que vem sendo organizada por apoiadores de Bolsonaro, autorizaria o “nosso presidente Jair Bolsonaro juntamente com as nossas honrosas FFAA” a tomarem “as decisões cabíveis para que o Estado democrático de direito seja reestabelecido, o equilíbrio entre os poderes salvaguardado, o cumprimento da Constituição seja imperativo, o respeito à soberania nacional e do povo brasileiro sejam priorizados, a transparência das eleições seja cumprida e o resgate do STF hoje sequestrado por apátridas ocorra”.

Outro trecho da mensagem ressalta uma alegada aliança entre Bolsonaro e as Forças Armadas.  As FFAA (Forças Armadas) e o presidente Bolsonaro vêm tentando de todas as formas evitar uma ruptura institucional, pois sabem o grande problema que inicialmente poderá representar a todos nós, isso se chama cautela e estratégia, visando um bem maior e comum à nação”.A coluna procurou o Palácio do Planalto, para que Bolsonaro comentasse o teor da mensagem, mas não obteve resposta. O espaço está aberto a manifestações.

247

15 de agosto de 2021

Maceió vive o maior crime ambiental do mundo

 

 Com bandeiras, palavras de ordem, batucada e intervenções artísticas, jovens dos acampamentos e assentamentos do MST (@movimentosemterra) realizaram na manhã deste sábado (14) um escracho na porta da Braskem (bairro do Pontal), mineradora responsável pelo maior crime ambiental em área urbana do mundo.

O escracho denuncia o crime da Braskem na capital alagoana que, com o desgaste da exploração de sal-gema, substância utilizada para a fabricação de soda cáustica e PVC, ameaça a vida de cerca de 40 mil pessoas em quatro bairros em Maceió, com afundamento de solo e tremores de terra.
Durante o escracho os jovens ainda distribuíram mudas de árvores frutíferas para a população que passa pela frente da mineradora, convocando a sociedade para denunciar os ataques da mineração em Alagoas.
📸
Foto: Gustavo Marinho
Mídia Ninja



Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !