30 de abril de 2021

Prefeito Ronaldo Souza, acompanhou de perto os trabalhos da Segunda Etapa na Praça de Eventos.

 


Depois de um longo processo de readequações e burocracias, a Prefeitura Municipal de Água Nova, através das Secretarias de Infraestrutura, Obra e Meio Ambiente, continua avançando nos trabalhos da  segunda etapa de conclusão dos banheiros e quiosques da Praça de Eventos, que estava há anos parada. 

Este é um pontapé gigantesco para a conclusão dessa importante obra no município. 

O prefeito Ronaldo Souza, acompanhou de perto o andamento dos trabalhos e destacou que logo em breve teremos mais um espaço de convivência para a cultura e o lazer de toda nossa população aguanovense!





29 de abril de 2021

Secretaria do Meio Ambiente de Água Nova adquire mudas em parceria com a UFERSA de Mossoró

 


Giorgio _ UFERSA,  Lee Dantas Secretário da SEMMA e auxiliares

No dia de ontem (28) , A Secretaria do Meio Ambiente de Água Nova em parceria com UFERSA de Mossoró realizaram uma ação conjunta de permuta na aquisição de 100 mudas de especies variadas que irão fazer parte do projeto paisagístico  do Estádio de Futebol, bem como, da praça de eventos do município de Água Nova. 

 A SEMMA -Água Nova, através da Prefeitura  doou oito (08) cestas básicas com 17  itens cada, e a UFERSA , em   contrapartida  entregou 100 mudas. .

 O Secretário Lee Dantas, falou ao Blog da sua satisfação de  ter realizado essa parceria com a UFERSA e da reafirmação   por parte do coordenador  Giorgio, a respeito da  coleta solidária e o  setor  de produção de mudas, disse que será  possível a realização  de outras ações  semelhantes.

O Prefeito Ronaldo Sousa, que empenhou-se pessoalmente para o êxito dessa permuta , demonstrou sua satisfação com  a chegada das mudas.


O Prefeito Ronaldo Sousa e o Secretário Lee Dantas no registro na  chegada das mudas (foto: Adaelson Lira)




O Sec. da Adm. Junior Lau, tambem  sinalizou positivo a aquisição das mudas!  (foto: Adaelson Lira)

Choveu 42 milímetros em Água Nova

 


Água Nova, registra  nas últimas 24 horas, 42 milímetros de chuva.

fonte: prefeito Ronaldo Sousa

28 de abril de 2021

CPI da Covid começa em temperatura mais alta do que aquela que derrubou Collor

 

A decisão do Tribunal Regional Federal da 1a. Região que cassou a liminar que impedia o senador Renan Calheiros de assumir a relatoria da CPI da Covid tem como fundamento a necessidade de preservação da harmonia entre os poderes. 

"Em juízo de cognição sumária, inerente ao atual momento processual, verifica-se, concessa venia, a existência de risco de grave lesão à ordem pública, na perspectiva da ordem constitucional, administrativa e na perspectiva da manutenção da independência e da harmonia entre os Poderes da República", escreveu o desembargador Francisco de Assis Betti, vice-presidente do tribunal, que atualmente responde pela presidência em razão de licença do titular.O desembargador lembrou que a nomeação do relator é prerrogativa do presidente da comissão, que ainda nem estava eleito quando o juiz Charles Renaud Frazão de Morais, da 2ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal, concedeu a liminar a pedido da deputada bolsonarista Carla Zambelli.

Leia a íntegra da decisão abaixo.

Retomada a normalidade institucional, a CPI avançou nos seus trabalhos, e foi transmitida ao vivo por diversos veículos de comunicação, entre eles a TV 247.

Prefeito Ronaldo Sousa participou de solenidade na Câmara de Vereadores em homenagem ao vereador falecido Josuley Barbosa

 

Na Imagem -Prefeito Ronaldo Sousa  acompanhado da  primeira Dama  Vancilda e  a cunhada.

Prefeito Ronaldo Souza,  na  tarde de ontem, terça feira,(  27) atendendo o convite do presidente da Câmara Municipal José Robério, participou juntamente com o Vice-Prefeito Neném de Duba, na  Solenidade de descerramento da placa na Câmara municipal , homenagem ao vereador falecido Josuley Barbosa e seus familiares.



                               Presidente da Camâra - Robério e o Prefeito  RonaldomSousa


27 de abril de 2021

CPI do Genocídio intalada e Renan assume, diz que CPI será contra o culto à morte e à mentira e que "culpados serão responsabilizados"

 

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) usou o seu discurso de posse como relator da CPI da Pandemia para afirmar que “vivemos o momento mais trágico da nação brasileira" e que o colegiado irá atuar “contra a agenda da morte e da mentira”. Disse ainda que "nossa cruzada será contra a agenda da morte e o negacionismo" e que "os inimigos dessa relatoria são a pandemia e os que se aliaram ao vírus e colaboraram com este morticínio". O relator da CPI anunciou que os culpados serão responsabilizados: "Há responsáveis, há culpados, por ação, omissão, desídia ou incompetência e eles serão responsabilizados. Essa será a resposta para nos reconectarmos com o planeta. Os crimes contra humanidade não prescrevem jamais e são transnacionais".

O senador defendeu a democracia e enviou um recado às Forças Armadas: “militares nos quartéis, médicos na saúde”. O emedebista também fez um contraponto às declarações de Jair Bolsonaro de que pretende indicar alguém “terrivelmente evangélico” para uma vaga no Supremo Tribunal Federal, ao afirmar que o Brasil possui uma "Constituição terrivelmente democrática”.


STF determina que governo federal comece a pagar renda básica a partir de 2022

 

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta segunda-feira (26) determinar que o governo federal defina o valor de uma renda básica nacional para ser paga às famílias em condições de extrema pobreza no Brasil, com renda pessoal inferior a R$ 178 mensais.O benefício social deverá ser pago para atender às despesas mínimas de cada pessoa com alimentação, educação e saúde. A Corte determinou que o governo federal inicie os repasses em janeiro do próximo ano. As informações foram publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo.

O placar do julgamento foi sete a quatro. Os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Luiz Fux, Kassio Nunes Marques e Luís Roberto Barroso formaram a maioria.

Os ministros Marco Aurélio, Edson Fachin, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski votaram para que o programa fosse iniciado imediatamente e transferisse um valor equivalente ao do salário mínimo, atualmente fixado em R$ 1.045.

Gilmar Mendes defendeu que determinar o pagamento imediato da renda básica atrapalharia outros programas sociais em andamento.

26 de abril de 2021

Bolsonaro ofende jornalista, ataca STF e ameaça governadores com Exército

 

Na véspera da instalação da CPI do Genocídio, que vai apurar a condução do governo federal no enfrentamento á Covid-19, Jair Bolsonaro chamou um jornalista de “idiota”, fez ataques ao Supremo Tribunal Federal e ameaçou usar as Forças Armadas contra governadores que insistam na adoção de medidas restritivas para conter o avanço do coronavírus. “Não estiquem a corda mais do que está esticada”, disse Bolsonaro nesta segunda-feira (26), durante viagem à Bahia. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, Bolsonaro disse, ainda, que o papel das Forças Armadas é garantir o cumprimento da Constituição. “[Os governadores] estão seguindo o artigo quinto da Constituição? Está sendo respeitado o direito de ir e vir, o direito de a pessoa ter um emprego, ocupar o tempo para exercitar a sua fé? É só ver se isso está sendo respeitado ou não”, disparou. 

O ex-capitão também criticou o STF por ter autorizado que estados e municípios adotassem medidas restritivas próprias sem precisar do aval do governo federal. “É inconcebível os direitos que alguns prefeitos e govenadores tiveram por parte do STF É inconcebível. Nem estado de sítio tem isso”, disse.

Ele também atacou verbalmente uma repórter que o havia questionado o fato dele ter posado para uma foto em Manaus com uma placa escrito “CPF cancelado”, que faz referência a pessoas assassinadas por milícias. “Não tem o que perguntar, não? Deixa de ser idiota”, disse Bolsonaro à jornalista.  

CPI do GENOCÍDO Bolsonaro começa nessa terça 27

 


Jair Bolsonaro fez falas comprometedoras e conduziu mal o enfrentamento da pandemia, o que pode levar a CPI do Senado sobre o genocídio a fornecer elementos para responsabilizá-lo e criar ambiente favorável ao impeachment.

247


25 de abril de 2021

A foto de Jair Bolsonaro debochando das quase 400mil mortes pela covid 19 é GRAVE! cpf cancelado?

 

Durante sua viagem a Manaus (AM), Jair Bolsonaro voltou a debochar dos mortos pela Covid-19 no Brasil, que já estão próximos dos 400 mil. Ao lado do apresentador Sikêra Jr., ele posou para uma foto em que segurava uma placa com a imagem de um CPF e a palavra, num tarja em vermelho, “cancelado”. A expressão ‘CPF cancelado’ é conhecida em grupos de extermínio para mencionar assassinatos.

O advogado e professor da FGV Thiago Amparo detalha o significado da expressão e enaltece a gravidade da foto. “Se um presidente da república pode posar numa foto com um cartaz ‘CPF Cancelado’ - gíria de milícias e grupos de extermínio - na cidade que mais sofreu com covid-19 (Manaus), e nada acontece, ninguém, absolutamente ninguém pode falar que instituições estão funcionando, okay?”.

“Manaus, 23/04/2021: quando críticos  dos termos genocidio e crime contra humanidade afirmarem que não há “intencionalidade” nas mortes, mostre essa foto. ‘CPF cancelado’ é uma gíria entre grupos de extermínio, quando se assassina alguém da outra facção”, escreveu ele em outro tuíte.

247

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !