27 de junho de 2020

Prefeitura de Água Nova concluiu calçamento do trecho que liga a cidade ao Sitio Areia

 A imagem pode conter: nuvem, céu, atividades ao ar livre e natureza, texto que diz "REDMI NOTE PRO MIDUAL DUAL CAMERA 2020/6/26 16:20"
A Prefeitura Municipal de Água Nova através das Secretarias Municipais de Obra, Infraestrutura e Meio Ambiente Conclui com Êxito o calçamento da Segunda Etapa do Sítio Areias Zona Rural do Município.
A Obra custou aos cofres Público 96.140,10 reais e foi fruto de uma emenda parlamentar do deputado Souza com a contra partida da Prefeitura Municipal.
Começou em Maio de 2020 e foi Concluída em Junho de 2020.

Mais um grande benefício da gestão pública Municipal em prol da população aguanovense.
Em breve será sua Inauguração.

Novo marco do saneamento levará à privatização das empresas estaduais de água e esgoto diz Haddad

Fernando Haddad

O presidenciável Fernando Haddad, do PT, avalia, em artigo publicado neste sábado na Folha de S. Paulo, que o novo marco regulatório do saneamento provocará, fatalmente, a privatização das empresas estaduais de água e esgoto. Segundo ele, a lei praticamente “obriga” a privatizar, especialmente as empresas estaduais de saneamento, a maioria das quais criadas durante a ditadura militar.

26 de junho de 2020

Grupo da Lava Jato na PGR rompe com Aras e pede demissão coletiva


O grupo de procuradores responsáveis pela Lava Jato na Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu demissão nesta sexta-feira, 26, por divergências com a gestão do procurador-geral da República, Augusto Aras.
Segundo o jornal O Globo, o estopim da demissão coletiva foi a visita feita pela subprocuradora-geral da República, Lindora de Araújo à força-tarefa de Curitiba nesta semana. Segundo ofício enviado pela força-tarefa à Corregedoria do Ministério Público Federal, ela teria tentado obter acesso a informações sigilosas dos bancos de dados da operação sem realizar o devido procedimento legal.
Pediram demissão os procuradores Hebert Reis Mesquita, Luana Vargas de Macedo e Victor Riccely. Outra integrante, que era a mais antiga na Lava-Jato da PGR, já havia deixado o grupo no início do mês, Maria Clara Barros Noleto.

Reitor de universidade da Argentina nega que Decotelli tenha doutorado na instituição

Carlos Alberto Decotelli da Silva
O reitor da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, Franco Bartolacci, negou no Twitter nesta sexta-feira (26) que o novo ministro da Educação do Brasil, Carlos Alberto Decotelli da Silva, tenha doutorado na instituição.
"Precisamos esclarecer que Carlos Alberto Decotelli da Silva não obteve na Universidade Nacional de Rosário o título de doutor mencionado neste comunicado", escreveu Bartolacci, compartilhando o anúncio feito por Jair Bolsonaro na quinta-feira (25), no qual informava o nome do novo ministro.
"Decotelli é bacharel em Ciências Econômicas pela UERJ, Mestre pela FGV, Doutor pela Universidade de Rosário, Argentina e Pós-Doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha", escreveu Bolsonaro na quinta-feira.

Wassef fala e diz que escondeu Queiroz para proteger Bolsonaro

 
O advogado Frederick Wassef afirmou que escondeu Fabrício Queiroz para proteger a família Bolsonaro. De acordo com defensor, haveria um mirabolante plano para matar o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e culpar o clã presidencial. Uma eventual morte de Queiroz seria interpretada como uma queima de arquivo, já que ele está envolvido em um esquema de lavagem de dinheiro na Assembleia Legislativa do Rio, onde trabalhava para o parlamentar. "Naquele momento, meu entendimento é que eu queria evitar que Fabrício Queiroz fosse executado em uma simulação qualquer ou mesmo que sumissem com o seu cadáver", disse, sem apresentar qualquer evidência ou indícios que sustente sua afirmação. A entrevista foi concedida à Veja
De acordo com o advogado, o seu objetivo "era preservar aquela vida para que ela pudesse servir ao Poder Judiciário do Rio de Janeiro, ao Ministério Público e aos meus interesses enquanto advogado do senador Flávio Bolsonaro. É o mais absoluto, perfeito e regular exercício da advocacia".


"No dia da prisão, eu telefonei para o presidente Bolsonaro, ele me atendeu. Eu pedi muitas desculpas. Falei: 'Presidente, não tenho como te explicar agora por telefone. Eu estou muito triste por tudo o que aconteceu, eu lhe peço desculpas por ter omitido isso'", continuou. 
247

Partidos cobram R$ 5 bi para adiar eleições

Sete Lagoas - Notícias
Líderes de partidos colocaram na mesa de negociação o que querem para votar o adiamento da eleição: R$ 5 bilhões para prefeituras até dezembro, para que os gestores municipais fiquem blindados da crise do coronavírus.
Segundo esses políticos, a conta fecha sem que o governo precise colocar dinheiro novo. Há R$ 5,3 bilhões “sobrando” da medida provisória 938, que reservou R$ 16 bi para recompor perdas na pandemia. A queda, porém, foi menor, de R$ 11 bi.
blogdacidadania

25 de junho de 2020

NOTA da Secretária de Saúde de Água Nova


RN tem 858 mortes por Covid e 22.599 infectados pela doença: “Estamos no pico”


s números referentes à pandemia do novo coronovírus no Rio Grande do Norte continuam crescendo. De acordo com a atualização da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), divulgada nesta quinta-feira (25), são 858 mortes, das quais, 5 foram registradas nas últimas 24 horas. Há 144 óbitos em investigação.
Ainda segundo a Sesap, o estado tem 22.599 casos confirmados de Covid-19, 30.635 casos suspeitos e 35.265 descartados. O número de internações está em 750. Deste total, 376 pacientes estão em leitos críticos. "Estamos sim, no pico da pandemia", disse a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica do RN, Alessandra Lucchessi.
Durante a coleitva de imprensa desta quinta, Alessandra divulgou também os dados sobre realização de testes rápidos. Segundo ela, foram adquiridos 88.440 testes para o estado. Todos os municípios do RN receberam o material para coleta, que ainda conta com um estoque de 28.994 unidades.
As taxas de isolamento social e de transmissibilidade da Covid-19 estão em 39,8% 3 0,76% respectivamente. Alessandra Lucchesi frisou que é importante manter o índice de transmissibilidade no valor em que ele se encontra atualmente, por pelo menos, 7 a 10 dias.
A Sesap também informou sobre a fila de espera por regulação. São 84 pessoas que aguardam leitos críticos, além de 37 à espera de leitos clínicos. Outras 25 aguardam transporte sanitário.
Leitos
A taxa de ocupação geral dos leitos destinados a tratar o novo coronavírus no RN está em 96%, e está distribuída da seguinte maneira:
  • Pau dos Ferros: 100%
  • João Câmara: 100%
  • Mossoró: 97,9%
  • Grande Natal: 97,2%
  • Caicó: 86,2%
Segundo a Sesap, 2 novos leitos serão abertos no Seridó e 5, na Grande Natal nos próximos dias.

247

Projeto de combate as FAKE NEWS será votado daqui a pouco

É de pequeno que se combate fake news! Google cria site para ...
O Senado pode votar nesta quinta-feira (25) o projeto de combate às fake news, de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). A proposta tem 31 artigos, divididos em seis capítulos, e propõe a criação da Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet.
No parecer do relator da proposta, senador Angelo Coronel (PSD-BA), está previsto o cadastro de contas em redes sociais e serviços de mensagens como WhatsApp. A exigência de identificação do usuário inclui a apresentação de documento, número de celular e até passaporte para o caso de linhas registradas fora Brasil. 
As operadoras de telefonia também terão que validar as linhas comercializadas, incluindo os números que usam chips pré-pagos. Se o projeto for aprovado, as empresas serão obrigadas a solicitar aos clientes já existentes que confirmem a identificação.
Disparo em massa
O relatório estabelece como disparo em massa de mensagens o envio de um mesmo conteúdo por mais de cinco usuários, em intervalo de até 15 dias, para grupos de conversas e listas de transmissão de múltiplos destinatários.
Uma das ferramentas para tentar coibir a prática obriga serviços de mensagens a preservar o histórico de todos os registros pelo prazo de três meses, assegurando a privacidade do conteúdo.
Em ano de eleições municipais para a escolha de prefeitos e vereadores dos 5.570 municípios brasileiros, o projeto de combate às fake news impõe aos provedores de redes sociais que fornecem impulsionamento de propaganda eleitoral ou de conteúdos que mencionem candidato, coligação ou partido, a obrigação de informar os anúncios ao público. A medida também poderá servir para que a Justiça Eleitoral confira os valores gastos com a publicação.
A inciativa, no entanto, pode não alcançar as eleições deste ano. Se aprovada pelos senadores, a lei só entrará em vigor 90 dias após a Câmara dos Deputados também dar o seu aval.


Multas
Segundo o parecer do senador Angelo Coronel, o candidato que veicular peça no rádio e na televisão, ridicularizando ou colocando em risco a credibilidade e a lisura das eleições, poderá perder o direito à veiculação de propaganda no horário eleitoral gratuito por até 10 dias e pagar multa de R$ 5 mil a R$ 1 milhão. 
As mesmas multas serão aplicadas contra quem realizar propaganda eleitoral na internet, atribuindo a autoria a outra pessoa ou produzindo imagem ou voz manipuladas para imitar a realidade.
As sanções previstas para as empresas incluem advertência da Justiça, prazo para adoção de medidas corretivas e multa de até 10 por cento do faturamento do grupo econômico no Brasil no seu último exercício fiscal.
Os provedores de redes sociais e de serviços de mensagens deverão ter sede e nomear representantes legais no Brasil, tornando a informação disponível, assim como manter um banco de dados com informações dos usuários brasileiros.
O projeto prevê que os valores das multas aplicadas serão destinados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).


Conselho
A execução das normas estabelecidas no projeto, como “realização de estudos, pareceres e recomendações sobre liberdade, responsabilidade e transparência na internet” será atribuída a um conselho criado pelo presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM-AP), com integrantes não renumerados do Senado, da Câmara e da sociedade civil.
As regras de combate às fake news não serão aplicadas a provedores com menos de dois milhões de usuários, considerando termos do Marco Civil da Internet, de 2014, e da Lei Geral de Proteção dos Dados Pessoais, de 2018.
A proposta preserva paródias e peças de humor e ressalta que o objetivo é combater conteúdos falsos ou enganosos, passíveis de verificação e publicados fora de contexto ou manipulados.


Emendas
Foram apresentadas 86 emendas ao texto original. Uma delas, inclui entre as “boas práticas” contra a desinformação, a proibição do uso de múltiplos perfis num mesmo dispositivo. Por exemplo, num mesmo aparelho celular.
O Senador Antonio Anastasia (PSD-MG), baseado na legislação alemã sobre o assunto, propõe a “autorregulação regulada”, combinando a regulação do estado com a auto-regulação do próprio setor.
Há emendas que tratam da criação de normas para o uso de contas administradas pelo poder público, servidores e agentes políticos e da elaboração de um código de conduta pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil para orientação de empresas do ramo.
Sugestões que tratam da definição para o termo “desinformação” não foram acatadas pelo relator, que justificou a preferência por “conceitos já consagrados juridicamente” para evitar atrasos ainda maiores à votação.
Segundo Angelo Coronel, alterações do ponto de vista criminal foram retiradas do projeto porque a questão deve ser tratada em um Projeto de Lei específico.
cnn

Racha sobre a presença de Moro em ato pela democracia revela dificuldades para formar frente ampla com a direita


A ideia de convidar Sergio Moro a participar do ato virtual pela democracia organizado pelo movimento Direitos Já exibiu as divisões profundas entre as forças políticas que o compõem. O convite a Moro foi proposto pelo deputado José Nelto (Podemos-GO). A reação contrária de políticos de centro-esquerda e de esquerda foi imediata.
247

24 de junho de 2020

Caos no gerenciamento do auxílio emergencial leva país à marca de 12,5 milhões de CPFs a mais que a população real

O ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) Bruno Dantas apontou um escândalo na base de dados de CPFs da Receita Federal: o Brasil tem 12,5 milhões de CPFs a mais que a população total do país.

Prefeito Ronaldo Sousa agradece em rede social a emenda parlamentar enviada pelo dep. Rafael Motta

A imagem pode conter: 17 pessoas, incluindo Adaelson Lira, Francisco Ronaldo Souza e Vansilda Silva, pessoas em pé


 O Prefeito Ronaldo Sousa publicou em sua conta na rede social, o agradecimento  ao Dep. Rafael Motta pelo recebimento da emenda parlamentar enviado ao muncicipio nessa semana.

Confira:

"Em visita a cidade de Água Nova no mês de Dezembro/19, o deputado Federal Rafael Motta, visitou Água Nova e anunciou emenda de custeio para investir na Saúde pública do Município.
Agora em Junho de 2020, a emenda de 100 mil reais foi paga com êxito.
Quero aqui agradecer ao Deputado pela sua colaboração no momento difícil de Pandemia que estamos vivenciando.
Vai ser de muita utilidade para o nosso Município".👏👏👏

Sara deixará prisão com tornozeleira

Ceará ainda não cobra 'aluguel' de tornozeleira eletrônica de ...
Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a extremista Sara Winter deixará o Presídio Feminino do Gama, a Colmeia, usando tornozeleira eletrônica. Ela está detida no local há 10 dias e está autorizada a sair da cadeia a partir de meia-noite, entre esta quarta (24/06) e esta quinta-feira (25/06).

metropole

ME POUPE! ISSO É UM ESCÁRNIO COM O POVO QUE PASSA FOME E MORRE DE COVID-19!!!! Diz a deputada Jandira

Nenhuma descrição de foto disponível.
Hospital privado caro pra tratar doença, churrascos e festas em Atibaia, pagamento de boletos do senador Flavio Bolsonaro em dinheiro vivo e o advogado Wassef ainda vem dizer que o sujeito é humilde e precisa de ajuda humanitária? ME POUPE! ISSO É UM ESCÁRNIO COM O POVO QUE PASSA FOME E MORRE DE COVID-19!!!!

Prefeitura de Água Nova realiza roçagem na BR 079

A imagem pode conter: céu, árvore, planta, nuvem, atividades ao ar livre e natureza

A Prefeitura de Água Nova, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos, prossegue com a realização dos serviços de roçagem e limpeza da RN-079. O serviço está sendo realizado em diversos pontos do município, incluindo as comunidades rurais, bem como, Porção e Catolezeiro, cujo objetivo é melhorar a visualização para os motoristas e pedestres na trafegabilidade dessas estradas.

A imagem pode conter: árvore, céu, nuvem, atividades ao ar livre e natureza

Receita multa 8 empresários bolsonaristas em R$ 650 milhões por sonegação

Superintendência da Receita Federal, em Brasília; Luciano Hang, Jair Bolsonaro e Salim Mattar

A Receita Federal multou oito empresários ligados ao governo Jair Bolsonaro por supostas manobras tributárias. Eles devem R$ 650 milhões à atual gestão. Entre as irregularidades apontadas está a simulação de operações de compra e venda de aeronaves. A Receita vê também uso de documentos falsificados para recolher contribuições previdenciárias. Um dos multados é Salim Mattar, dono da  Localiza e secretário de Desestatização e Privatização do Ministério da Economia, um homem de confiança de Paulo Guedes.
247

23 de junho de 2020

AGORA É A VEZ DO SÍTIO ÁGUA NOVA 1 RECEBER MAIS ILUMINAÇÃO

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre
A Prefeitura de Água Nova iniciou nesta terça-feira (23), a instalação de iluminação no sítio Água Nova 1. O projeto visa a readequação de dezenas de postes, proporcionando mais segurança e comodidade para os moradores, como também a trafegabilidade da população.
A iluminação já chegou em várias ruas e comunidades rurais do município, com isso, a operação deve seguir na demais áreas do município. @ Água Nova.
A imagem pode conter: céu, ponte, carro e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

"Antes, era ilegal e parecia haver fraude. Agora, confirmou", diz TCU sobre fuga de Weintraub para os EUA

 Weintraub
O subprocurador-geral do Tribunal de Contas da União (TCU) Lucas Furtado disse, nesta terça-feira (23), que a retificação feita pelo governo federal na data de exoneração do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub confirma a existência de fraude no ato. “Antes, era ilegal e parecia haver fraude. Agora, confirmou. Em uma questão tão sensível, não se pode falar em mero erro”, disse Furtado em entrevista ao Estadão/Broadcast Político. 
Segundo reportagem do blog do jornalista Fausto Macedo, Furtado também teria solicitado que o TCU apure se o Itamaraty teve algum tipo de participação na súbita partida de Weintraub para os Estados Unidos.  A suspeita é que o ex-ministro tenha feito uso do cargo de ministro de estado para viajar aos EUA no último sábado (20) e, desta forma, se livrar das restrições impostas pelo governo norte-americano ao ingresso de brasileiros em função da pandemia do novo coronavírus. Weintraub é investigado em um inquérito do STF por ameaças à Corte. 


A exoneração de Weintraub foi publicada poucas horas após ele desembarcar em Miami, ainda no dia 20. Nesta terça-feira (23), o governo publicou uma retificação informando que Weintraub foi exonerado do cargo “a partir de 19 de junho de 2020”, na data em que ele viajou para os EUA. 

Mensagem da Governadora agora

Início da greve dos rodoviários causa aglomerações em Natal




O primeiro dia de greve dos trabalhadores do sistema público de transporte de Natal afetou a vida de milhares de pessoas. Por toda a capital, diversas paradas de ônibus ficaram lotadas durante toda esta segunda-feira (22). Segundo os especialistas em saúde, as aglomerações precisam ser evitadas para impedir o avanço no contágio do novo coronavírus.
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro), a categoria paralisou as atividades por tempo indeterminado, após sucessivas tentativas de diálogo junto ao prefeito de Natal, Álvaro Dias, e às empresas do setor. Os trabalhadores exigem a manutenção dos cobradores nos veículos e o pagamento de benefícios, como vale-alimentação e plano de saúde.
Durante a manhã, apenas 12 veículos da empresa Cidade do Natal circularam pela capital, segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). O número ficou bem abaixo do que foi preconizado pelo órgão municipal, que delimitou uma porcentagem de 43% da frota circulando. Isso representa 243 ônibus, de acordo com a STTU.
Para reduzir as aglomerações, a STTU informou que permissionários do transporte alternativo, veículos do serviço escolar e táxis da Grande Natal foram autorizados a operar nos itinerários das linhas dos ônibus urbanos da cidade.
De acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos do Rio Grande do Norte (Seturn), o movimento grevista é inoportuno no atual momento de abrupta crise econômica, onde o setor de transportes da capital perdeu 70% do seu faturamento. Segundo a entidade, o Sintro quer “aproveitar-se da fragilidade social e das empresas do setor para discutir o aumento de salários muito acima da inflação”. As empresas alegam que, além dos benefícios trabalhistas, os rodoviários também pedem 8% de reajuste salarial.

agorrn

22 de junho de 2020

Notícia da Noite

A imagem pode conter: texto que diz "URGENTE STF EMPAREDA GOVERNO E DÁ 48HRS PRA EXPLICAR SUSPENSÃO DAS COTAS EM PÓS DE UNIVERSIDADES PÚBLICAS"

Wassef planejou sequestrar Lauro Jardim, afirma Thaís Oyama

Frederick Wassef e Lauro JardimO advogado da família Bolsonaro Frederick Wassef, que escondeu o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, em sua casa, planejou sequestrar o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, afirmou a jornalista Thaís Oyama, no programa 3 em 1 da Jovem Pan nesta segunda-feira (22).
Thaís relembrou uma declaração do ex-ministro Gustavo Bebianno, que contou que Bolsonaro "parece que escolhe a dedo pessoas muito perigosas" para estar ao seu lado. Na ocasião, Bebianno revelou a tentativa de sequestro de Lauro Jardim.
A jornalista Thaís Oyama falou sobre a personalidade de Wassef e afirmou que foi o advogado o responsável pela tentativa de sequestro de Lauro Jardim. "Ele é um elemento altamente instável, tem uma personalidade muito forte e sabe intimidar. A gente já tinha falado aqui da entrevista que o ex-ministro Gustavo Bebianno deu para o nosso programa três meses antes de morrer, mas ele também fez um comentário interessante na mesma entrevista que também tem a ver com isso. Nessa entrevista o Bebianno disse, entre outras coisas, que o presidente Bolsonaro sabia escolher a dedo as piores pessoas para trabalhar junto com ele. Ele disse que uma pessoa em especial era muito perigosa. Ele contou que essa pessoa tinha o hábito de intimidar jornalistas e que tinha inclusive tentado sequestrar o colunista do Globo Lauro Jardim. Na época o Bebianno não falou quem era essa pessoa, mas essa pessoa era o Frederick Wassef".

Advogados podem entrar com ação na OAB para afastar Moro da advocacia


Advogados do grupo Prerrogativas discutem se irão, ou não, entrar com ação para pedir a impugnação da carteira da OAB do ex-ministro Sergio Moro e, portanto, impedi-lo de exercer a advocacia.
O advogado Marco Aurélio de Carvalho defende que Moro seja afastado da advocacia pelo tratamento que despendeu contra defensores de réus da Lava Jato.

Parlamentares financiaram divulgação de atos antidemocráticos com verba pública, diz PGR

Felipe Santa Cruz e Jair BolsonaroA Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deve acelerar nas próximas semanas a elaboração do pedido de impeachment de Jair Bolsonaro, de acordo com informações da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.
A prisão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, na casa do advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, e as ligações do preso com milícias revelou o "fundo do poço" no qual se encontra o Brasil, segundo diretores da entidade.
Um pedido de impeachment já vinha sendo discutido na OAB, mas com cautela. Com a prisão de Queiroz, o assunto se tornou mais urgente.

247

Parlamentares financiaram divulgação de atos antidemocráticos com verba pública, diz PGR

 

O pedido de quebra dos sigilos bancários envolvidos no âmbito do inquérito que apura os ataques às instituições e os atos antidemocráticos, como os feito pelo grupo autointitulado “300 do Brasil, liderado pela extremista Sara Giromini, aponta que o financiamento se origina em plataformas de doações coletivas e, também, por meio de cotas de parlamentares bolsonaristas. 
Segundo reportagem do jornal O Globo, o despacho do vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques, que pedia a realização das diligências contra 11 deputados, além de donos de sites e canais no YouTube favoráveis ao governo Jair Bolsonaro, o movimento 300 do Brasil teria recebido arrecadaram R$ 10 mil às vésperas do ataque com fogos de artifício contra o prédio do STF. Outros R$ 71 mil teriam sido arrecadados por meio de uma plataforma coletiva de doações. 
Ainda segundo a Procuradoria-Geral da República, quatro deputados do PSL teriam utilizado dinheiro público apoiar e divulgar as manifestações antidemocráticas em suas redes sociais. 
“Segundo o inquérito, Bia Kicis (DF), Guiga Peixoto (SP), Aline Sleutjes (PR) e General Girão (RN) gastaram dinheiro da cota parlamentar para propagar as mensagens virtualmente. Juntos, eles repassaram R$ 30,3 mil para a Inclutech Tecnologia, empresa do marqueteiro Sérgio Lima, responsável por cuidar da marca do Aliança pelo Brasil, partido que o presidente Jair Bolsonaro tentar criar”, destaca a reportagem. Outros seis deputados do PSL também  tiveram os sigilos bancário, fiscal e telemático quebrados por determinação do ministro Alexandre de Moraes, relator do caso no STF.
247

21 de junho de 2020

Celular de Bebianno chega ao Brasil e conteúdo poderá ser “destruidor” para Bolsonaro

Celular de Bebianno chega ao Brasil e conteúdo poderá ser ...
O telefone celular em que Gustavo Bebianno registrou um ano e meio de conversas com Jair Bolsonaro retornou ao Brasil e está "muito bem guardado", afirmou um amigo do ex-ministro morto por infarto em março deste ano. A informação é da jornalista Thaís Oyama, em sua coluna no portalUOL. 
O aparelho estava nos Estados Unidos aos cuidados da irmã de Bebianno. Em entrevista dada três meses antes de morrer ao programa 3 em 1, da Jovem Pan, o ex-aliado de primeira hora de Bolsonaro, mais tarde transformado em inimigo pelo presidente e sua família, revelou ter guardado "um material, inclusive fora do Brasil" para o caso de algo lhe acontecer.
Segundo a jornalista, uma pessoa que conhece o teor das conversas afirma não ter identificado nelas indícios de crimes. Mas diz considerar que a revelação dos diálogos seria "destruidora" para o presidente. "Há lá questões morais muito pesadas".
247

Manifestações contra e pró governo acontecem em Brasilia

Manifestação na manhã deste domingo (21) reuniu em Brasília líderes de torcidas do Vasco e do Corinthians e movimentos sociais, que lutam pelo imediato impeachment de Jair Bolsonaro. 
O movimento antifascista também rechaça as manifestações de grupos ligados a Jair Bolsonaro que defendem o AI-5 e o fim das instituições democráticas.
Uma manifstação bolsonarista, em menor número, também ocorreu em Brasília nesta manhã. 
Manifestates pró e contra Jair quase entraram em conflito na Espalanada dos Ministérios. Quando os dois atos começaram a dispersar, houve um princípio de confusão, mas a Polícia Militar conseguiu afastar o grupo, como informou o portal Metrópoles. 

“QG Rural” de grupo bolsonarista '300' é alvo de operação de busca e apreensão neste domingo

A Polícia Civil do Distrito Federal cumpriu na manhã deste domingo (21), mandado de busca e apreensão em um dos pontos de apoio do grupo conhecido como “300 do Brasil”.
A operação aconteceu em uma chácara na região de Arniqueiras, em Águas Claras, em duas casas onde também havia barracas instaladas. O imóvel conta com câmeras de segurança que cobrem toda a sua extensão. No momento da operação, duas pessoas estavam no local, conhecido pelo grupo como “QG Rural”.
A ação apreendeu fogos de artifício, vários manuscritos com planejamento de ações e discursos, cartazes, aparelhos de telefone celular, um facão, um cofre (que ainda será aberto), e outros materiais destinados a manifestações.
A Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor) apura a prática de supostos crimes de milícia privada, ameaças e porte de armas cometidos grupo. Sara Geromini, vulgo Sara Winter, líder do grupo, está presa desde o dia 15.
“Esses bandidos estão perseguindo quem luta pela nação para nos livrar dessa bandalheira da corrupção. A casa que dá apoio aos patriotas que lutam pela nação foi invadida. Hoje são eles, amanhã será vocês”, disse o bolsonarista Renan Sena em um vídeo publicado nas redes sociais.
A operação ocorreu horas antes das manifestações marcadas para este domingo (21).

Weintraub fugiu do Brasil, ‘mangando’ do Brasil.


Como relata abaixo a Jornalista Thaisa Galvão, o fato de estar nos Estados Unidos não livrará Weintraub de mais problemas.
Ele entrou nos Estados Unidos como ministro, combinado com o Planalto que só o exonerou um dia depois de ter pisado em solo americano.
E como ministro, se livrou do protocolo do coronavírus, de ter que cumprir uma quarentena.
O jornalista Guga Chacra, que vive nos EUA, questionou como Weintraub teria entrado legalmente no país por não ser residente permanente.
“Mas como teria entrado no país? Não é residente permanente e tampouco cidadão. Portanto necessitaria de duas semanas de quarentena em um terceiro país que aceite brasileiros e cujos viajantes sejam aceitos nos EUA. Turquia, por exemplo. Para Miami, direto, não faria sentido”, explicou Guga.
E prosseguiu:
“Se entrou com passaporte diplomático de ministro, teria de atualizar o status imigratório assim que fosse exonerado. Necessitaria sair dos EUA novamente para pegar o visto para trabalhar no Banco Mundial quando tiver aprovação e ingressar novamente nos EUA. Se não o fizer, estará irregular”, questionou o jornalista em conversa pelo twitter com o irmão de Abrahaam, Arthur Weintrau.

Wassef tenta enganar o País e diz que Jair e Flávio Bolsonaro não sabiam onde estava Queiroz, escondido em sua casa


Frederick Wassef, Jair Bolsonaro e Flávio Bolsonaro
O advogado Frederick Wassef disse neste sábado (20) para Globo News que o presidente Jair Bolsonaro e seu filho, Flávio Bolsonaro, não conheciam a localização do ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz.
Na manhã desta quinta-feira (18), o policial militar aposentado Fabrício Queiroz foi detido na cidade do interior paulista de Atibaia, em uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público de SP, em um imóvel que pertence a Wassef.
"O senador Flávio Bolsonaro não sabia disso. O presidente da República não sabia disso. Eles jamais tiveram ciência desde o que aconteceu agora. Jamais o Flávio ou o próprio presidente tiveram qualquer contato com o Fabrício Queiroz desde dezembro de 2018 até a presente data, e tudo isso são especulações", afirmou o advogado à GloboNews.
Segundo Wassef, Fabrício Queiroz não morava na casa de Atibaia.
"O Queiroz não mora lá. O Queiroz estava no Rio de Janeiro. As pessoas que estavam lá dizem que ele chegou há menos de 4 dias", disse Wassef.
"Jamais escondi Queiroz. Queiroz não estava escondido", acrescentou.
O advogado da família Bolsonaro destacou que revelará ainda esta semana as razões para Fabrício Queiroz estar em sua propriedade.
As afirmações do jurista contradizem as declarações à Polícia Civil de um dos caseiros, que estava na residência, de Queiroz morava no local há cerca de um ano.
"Eu não falei com o Queiroz, não tenho telefone do Queiroz, eu nunca troquei mensagem com o Queiroz. O que eu vou dizer é o seguinte: sobre a pauta Queiroz, eu só vou poder falar até o ponto que eu posso falar por uma questão de sigilo". Ainda neste sábado (20), o defensor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso das "rachadinhas" negou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que tenha abrigado Queiroz e que manteve contatos com a família do ex-assessor.
247

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !