22 de fevereiro de 2020

Jungmann revela que Thompson Flores pediu para que Lula não fosse solto após ordem judicial

Uma revelação bombástica. Raul Jungmann confessou, em entrevista à TV Democracia do jornalista Fábio Pannunzio, ter recebido um pedido ilegal do então presidente do TRF-4, Thompson Flores, para o descumprimento da ordem judicial para soltar Lula em 8 de julho de 2018. A ordem partira do desembargador plantonista do Tribunal Regional da 4ª Região, Rogério Favreto, que determinou a imediata libertação do ex-presidente Lula, que estava preso em Curitiba desde abril daquele ano. Na ocasião, Jungmann era o ministro Extraordinário da Segurança Pública do golpe, nomeado por Temer.
Depois da entrevista, Raul Jungmann arrependeu-se e enviou nota à TV Democracia negando ter dito o que disse. 
Na entrevista, Jungmann afirmou que o ex-presidente do  Thompson Flores  atendeu uma ligação sua, que buscava saber o que fazer na situação descrita como “prende-e-solta” de Lula. Segundo o ex-ministro, teria sido então que lhe foi pedido que fizesse contato com o então chefe da Polícia Federal do Paraná e atual diretor geral do órgão, Maurício Valeixo, para que ele, nas palavras do ex-ministro “não mexa nessa questão”, enquanto Flores se dirigiria a seu escritório e tomaria nova decisão – até então, havia ordem judicial para soltura do ex-presidente Lula.
“Eu retruquei para ele. Disse: ‘Doutor Thompson Flores, me permita, eu não posso fazer isso. Eu sou o ministro da Segurança Pública, mas eu não posso fazer isso. O senhor, na pressa, talvez tenha se esquecido, é normal. Mas, de fato, isso está totalmente sob o controle do judiciário e qualquer ação minha pode ser imputado a mim obstrução à Justiça.’ Ele entendeu, claramente e rapidamente. E entrou em contato com [Maurício] Valeixo [ex-superintendente da PF no Paraná]”, declarou o ex-ministro.
Assista:

Carnaval do Fora Bolsonaro tem até Moro na cadeia

 
Festa mais tradicional do Brasil, o Carnaval já leva em seu primeiro dia de festa a política para as ruas em manifestações contra o governo Jair Bolsonaro. No Twitter, a hashtag #CarnavalDoForaBolsonaro ahlcançou um dos principais TTs - Trending Topics, ou Tópicos de Tendências, em português.
Uma das principais imagens é a de Bolsonaro fazendo sinal de arminha, na Sapucaí pela Acadêmicos de Vigário Geral.
Os foliões também protestaram contra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que aparece encarcerado em alegoria de bloco de rua.
Em Salvador (BA) e pelas ruas do Recife (PE), os foliões entoaram o já tradicional “eih, Bolsonaro, vai tomar no c*”.
Também foram vistas fantasias, como a das “barbies fascistas”, que circularam pelas ruas do Rio de Janeiro.
Ano passado, Bolsonaro criticou o Carnaval e causou polêmica ao publicar um vídeo obsceno na internet, com o golden shower, que, na tradução literal, significa "chuveiro dourado", que é o ato de urinar no parceiro durante o sexo. O vídeo repercutiu no mundo. Depois, Bolsonaro perguntou o que era golden shower. 
247

21 de fevereiro de 2020

Nova fase da auditoria nas contas da antiga gestão de Água Nova aponta irregularidades que ultrapassam a casa dos dois milhões de reais


Em continuidade a auditoria realizada pela assessoria jurídica da Prefeitura Municipal de Água Nova, foram detectadas mais irregularidades, dessa vez no montante de R$ 2.029.875,02 em dispensas de licitação durante o governo da ex-prefeita Rafaela Carvalho. A soma da auditoria, até o momento, resultou em 38 Ações Civis Públicas, chegando a R$ 4.721.786,95 (quatro milhões, setecentos e vinte um mil reais, setecentos e oitenta e seis reais e noventa e cinco centavos) de prejuízos ao erário público.

As irregularidades teriam resultado em prejuízos ao erário municipal, com reflexos diretos na população. O volume de provas e documentos é extenso, chegando, no seu total, a mais de 17 mil páginas.

NO SEGUNDO MOMENTO DA AUDITORIA:

Dessa vez, o Município moveu 18 Ações Civis Públicas contra a ex-prefeita, Rafaela Carvalho, e os ex-secretários: Francisco Iromar (Finanças), Adelzon Nunes (Educação), Leonardo Nunes, Antônio Pereira (Administração), Oseas Pinheiro (Obras), José Rosenilson (Saúde), Ana Michelly (Transporte), e Reginaldo Cândido (Agricultura).

As principais ilicitudes encontradas são: Contratação ilegal de serviço de limpeza pública, contratação ilegal de Diárias, contratação irregular coordenador de Agricultura, contratação ilegal de gráfica, fracionamento de despesa de Assessoria Técnica, serviços de saúde irregular, contratação irregular, sem licitação, de assessoria para a CPL, dentre outras.

Os processos de contratação e pagamentos se davam sem qualquer comprovação e pífia formalidade. A maioria dos documentos se encontram sem assinaturas, e os processos não estão carimbados e numerados. Nenhuma justificativa é apresentada para as dispensas, nem muito menos para os valores praticados. Não existia qualquer pesquisa de preço. O desrespeito às normas legais e resoluções do TCE/RN são extremas, de acordo com a assessoria jurídica da prefeitura.

Caso sejam condenados, a ex-prefeita Rafaela Carvalho e os secretários denunciados nas 38 Ações Civis Públicas protocoladas na justiça comum, podem ter que ressarcir integralmente os danos causados, perda de função pública, suspensão dos direitos políticos por período de 08 (oito) anos; pagamento de multa civil de 100 (cem) vezes o valor da remuneração percebida pelos agentes públicos ou de 02 duas vezes o valor dos danos; proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de 05 (cinco) anos, tudo pela prática de atos de improbidade previstos nos artigos 10 e 11, caput, da Lei de Improbidade Administrativa; além declaração de nulidade dos atos administrativos ilegais.

Diante da gravidade do que foi encontrado na auditoria, o prefeito Ronaldo Souza determinou que a auditoria tivesse continuidade por tempo indeterminado, pois é necessário reaver o dinheiro público possivelmente desviado e malversado pelos antigos gestores e secretários municipais.

PMs recusam proposta do governo, mantêm motim no Ceará e dizem que 'não vai ter carnaval'

Governo Federal autoriza envio da Força Nacional ao Ceará
Apesar de o governo estadual ter aceitado livrar de punição policiais que retomassem os trabalhos e não tivessem sido identificados, os amotinados recusaram a proposta e disseram que greve vai continuar e que "não vai ter carnaval".

247

20 de fevereiro de 2020

Governadores articulam frente para resistir a ataques de Bolsonaro

Os ataques de Jair Bolsonaro às instituições e aos estados tem provocado a união da maioria dos governadores em um contraponto ao governo federal. 
Segundo o jornalista Igor Gielow, da Folha de S. Paulo, o protagonismo do Congresso Nacional e o isolamento de Bolsonaro têm contribuído para a aliança inédita no país. 
Governadores já se manifestaram em bloco contra algumas medidas do governo Bolsonaro, entre elas a disputa sobre o ICMS dos combustíveis e o repúdio ao ataque do capitão reformado ao governador da Bahia, Rui Costa, sobre o caso do miliciano Adriano da Nóbrega. 
Em meio ao motim de policiais militares no Ceará, os governadores temem que os conflitos com polícias se espalhem pelo País insuflados por apoiadores do bolsonarismo. 
Oficialmente, o espaço de discussão é o Fórum Nacional de Governadores, que se reúne periodicamente —o último encontro foi na semana passada e o próximo, provavelmente em 17 de abril.
247

Projeto de lei complementar enviado pelo Governo Fátima que garante que nenhum servidor público do Estado receberá menos de um salário mínimo é aprovado


Eduardo Maia / ALRN
Deputado Francisco do PT foi o relator

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou nesta quarta-feira (19), à unanimidade dos dezesseis deputados presentes em plenário, o projeto de lei complementar enviado pelo Governo do Estado que garante que nenhum servidor público do Estado receberá menos de um salário mínimo, definido em R$ 1.045 pelo presidente Jair Bolsonaro.
“Trata-se de um importante projeto que corrige o salário do servidor público do Rio Grande do Norte e, por essa relevância, apresento parecer pela admissibilidade integral da matéria”, disse o deputado Francisco do PT, ao relatar em favor do projeto de lei complementar durante a votação em plenário.
A secretária estadual de Administração, Virgínia Ferreira, explicou ao Agora RN, em reportagem publicada em janeiro que, nos últimos cinco anos, o reajuste dos salários era automático. Os novos valores eram pagos aos servidores assim que o presidente da República definia o novo valor do salário mínimo. Contudo, de acordo com ela, o Tribunal de Contas do Estado conseguiu na Justiça uma decisão que impede o Executivo de conceder o aumento dessa forma.
Ainda de acordo com Virgínia, assim que o aumento fosse autorizado, o Governo do Estado lançaria uma folha complementar para pagar a diferença do salário de janeiro para quem recebe só o mínimo.
Com a aprovação na Casa Legislativa, a lei segue agora para sanção por parte da governadora Fátima Bezerra e, após publicação em Diário Oficial, terá efeitos retroativos a 1º de janeiro de 2020, devendo passar por revisão anual a partir de 2021.
agora RN

Emparn prevê chuvas de até 533mm entre os meses de março e maio

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN – Emparn confirmou nesta quarta-feira, 19, a previsão de chuvas acima da média histórica para o trimestre de março, abril e maio próximos.
De acordo com o meteorologista Gilmar Bistrot, os padrões climáticos indicam a ocorrência de chuvas distribuídas em todas as regiões do Estado, sendo 479 milímetros na região Oeste, 376 na região Central, 342 na região Agreste e 533 milímetros na região Leste. Em todo o ano de 2019 a média de chuvas foi de 840 milímetros.
“A previsão climática, a partir das condições observadas desde janeiro deste ano indicam chuvas normais ou acima da média histórica para o Rio Grande do Norte”, afirma o meteorologista. Ele explica que explica que “as análises consideram parâmetros de temperatura na superfície dos oceanos, ventos e pressão atmosférica”. Segundo Bistrot há aquecimento no Atlântico Sul e temperatura baixa no Pacífico e isto favorece ocorrências de chuvas no Nordeste brasileiro nos próximos três meses. “Hoje há essa tendência”, reforçou.
A conclusão apresentada pela Emparn resulta das análises também de meteorologistas dos principais centros de previsão climática da região Nordeste que promoveram em Parnamirim, na terça-feira, 18, a III Reunião de Análise Climática para o Semiárido Nordestino – Etapa Rio Grande do Norte.
Os especialistas fizeram o balanço dos primeiros meses do ano, análises de modelos meteorológicos, condições atuais dos oceanos e elaboração de boletins para o período.
Portal RN

19 de fevereiro de 2020

Bolsonaro vai ter que se explicar na OEA: "Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim".

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), vinculada à Organização dos Estados Americanos (OEA), convocará, em março, o governo Jair Bolsonaro para uma audiência sobre a escalada de violações à liberdade de expressão no País. O ocupante do Planalto insultou nesta terça-feira (18)  repórter Patricia Campos Mello, com insinuações sexuais, por causa de reportagens sobre disparo em massa de fake news para favorecê-lo.
Durante entrevista em frente ao Palácio da Alvaroda, Bolsonaro afirmou: "Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim". A fala dele foi uma referência ao depoimento de Hans River do Rio Nascimento na CPMI das Fake News. Ele é ex-funcionário de uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp.
Em dezembro de 2018, uma reportagem da Folha, baseada em documentos da Justiça do Trabalho e em relatos do depoente Hans River do Rio Nascimento, apontou que uma rede de empresas, entre elas a Yacows, fez o uso fraudulento de nome e CPFs de idosos para registrar chips de celular e, por consequência, disparar lotes de mensagens em benefício de políticos. 
247

Representante do SINTE/RN é impedido de falar na XII Jornada Pedagógica pela atual gestão municipal de Pau dos Ferros.

Diretor do SINTE-RN


A gestão municipal de Pau dos Ferros, na noite da  última terça-feira 17/02/2020, em atitude antidemocrática veta a fala do representante do SINTE/RN que participava da mesa de abertura da XII jornada pedagógica 2020. Compreendemos que tal atitude demonstra o perfil autoritário e totalitário dessa gestão que procura silenciar a voz dos servidores, atentando contra a liberdade de expressão garantida na Constituição Federal, coisa só vista na censura implantada no regime da ditadura militar. É inadmissível e contraditório que se fale em educação de qualidade quando não se promove o diálogo entre os atores desse processo, pois acreditamos que a partir do debate de ideias é que se constrói possibilidades de crescimento e melhorias para a gestão de uma educação de qualidade.
Nesse sentido, o SINTE/RN Regional de Pau dos Ferros, desde agosto de 2017, vem tentando dialogar com a gestão municipal sem obter nenhum sucesso em relação aos seguintes pontos: v1) garantia de funcionalidade dos conselhos; 2) cumprimento do Plano Cargo e Carreira; 3) incorporação do reajuste do piso ao salário base; 4) cumprimento do piso salarial a partir do mês de Janeiro; 5) reestruturação das escolas municipais; 6) garantia do processo democrático na gestão das escolas e creches. Esses pontos fazem parte da agenda de reivindicação da categoria tendo em vista o não funcionamento dos conselhos; as distorções de valores em relação a lei do Plano Cargo e Carreira do Município e a lei do Piso Nacional do Magistério; a não garantia das progressões vertical e horizontal; a não  incorporação do piso ao salário base que traz prejuízos significativos à categoria; as condições precárias e desumanas de funcionamento das escolas; o não cumprimento do processo democrático para escolha de gestores escolares previsto na lei 1441/2014. Diante disso, é notória a falta de respeito com a categoria e a falta de compromisso dessa gestão com a educação municipal.


Sinte - RN - Regional de Pau dos Ferros

Vamos cruzar os braços nesta quarta-feira, diz liderança dos caminhoneiros sobre nova paralisação

 Greve dos caminhoneiros
A mobilização dos caminhoneiros já estava marcada para esta quarta-feira (19) quando o Supremo Tribunal Federal (STF) julgaria três ações que contestam a constitucionalidade da política de tabelamento de frete rodoviário. A votação foi adiada para o dia 10 de março, quando entidades contrárias e favoráveis ao tema vão se reunir em uma audiência de conciliação no Supremo.
O presidente da Abrava, Wallace Landim, conhecido como Chorão, disse em entrevista à Sputnik Brasil que a mobilização está mantida mesmo com o adiamento do julgamento, mas os caminhoneiros se comprometeram a não fechar nenhuma rodovia.
"O que a gente pediu para a categoria é para que parassem, cruzassem os braços e não trabalhassem. Eu estou orientando a categoria dizendo que nós precisamos ter responsabilidade, seriedade, e não fechar nenhuma rodovia", explicou.

18 de fevereiro de 2020

SEMMA de Água Nova realiza roçagem e limpeza no entorno da Barragem




Foi iniciado na manhã dessa terça -feira (18) o serviço de roçagem do mato  em todo entorno externo  da barragem bem como a catação do lixo. A poda do mato  tem  como objetivo diminuir o fluxo de mosquitos e insetos  nesse período invernoso e descobrir o mato nas  áreas próximas ao pé da parede, da passem molhada do Alto da Cachoeira, para execução de reparos nas rachaduras. O prefeito Ronaldo Sousa, informou que irá encaminhar os engenheiros da prefeitura para um levantamento da situação e uma análise   técnica do local para avaliar os custos.


Em vídeo, petroleiros contestam TST e afirmam que a greve está mantida

Os petroleiros decidiram manter a greve nacional e consideram inconstitucional a decisão do ministro Ives Gandra, que autorizou inclusive a demissão dos grevistas. "A FUP e seus sindicatos irão recorrer da decisão. A orientação é que os petroleiros mantenham a greve e sigam as recomendações dos sindicatos em relação às tentativas de intimidação e assédio dos gestores da Petrobrás. A greve é um direito garantido a todos os brasileiros pela Constituição de 1988, dentre eles os petroleiros", aponta nota da Federação Única dos Petroleiros. Confira o vídeo:




17 de fevereiro de 2020

PREFEITURA DE ÁGUA NOVA ENTREGA MATERIAL ESCOLAR PARA ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas, pessoas comendo, mesa e área interna
Prefeito Ronaldo Sousa
A Prefeitura de Água Nova realizou na manhã desta segunda-feira, 17, as primeiras entregas dos materiais pedagógicos as crianças da rede municipal de ensino. Cerca de 450 crianças da Escola Municipal Manoel Raimundo receberão os materiais escolares.
O Prefeito Ronaldo Souza, distribuiu os materiais junto com a Secretária de Educação, Diretora e Vice-Diretora da EMMR, Primeira Dama do município e o coordenador da secretaria de educação.
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadas
Secretária  de Educação :Rosângela
A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas em pé, sapatos e área interna

Novo escândalo: celulares do miliciano Adriano da Nóbrega foram destruídos

Bolsonaro assumiu ser o elo do clã com o miliciano.

A suspeita de queima de arquivo na morte do miliciano Adriano da Nóbrega foi reforçada por reportagem do Fantástico deste domingo 16. Os celulares de Adriano, morto pela PM da Bahia no domingo 9, podem estar totalmente destruídos. "Celulares destruídos após cada ligação, casa em condomínio de luxo, trocas constantes de carros e investimentos em gado e cavalos. O Fantástico investigou como era a vida de foragido do miliciano Adriano da Nóbrega até ser morto pela polícia baiana, numa operação cercada de suspeitas", aponta a reportagem do G1, que não escondeu sua ligação com o clã Bolsonaro.
"Também segundo o MP, Adriano integrava uma suposta organização criminosa que praticava a rachadinha no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro. Adriano receberia parte dos salários pagos a funcionários do gabinete que não apareciam para trabalhar, entre eles a mãe e a ex-mulher de Adriano. Ele também era suspeito de fazer parte do Escritório do Crime, um grupo de matadores de aluguel", informa a reportagem.
"No dia 31 de janeiro, Adriano foi visto dentro de casa por policiais que já estavam monitorando o condomínio. Eles acionaram o reforço para cumprir o mandado de prisão. Mas a mulher de Adriano, que estava fora da casa, percebeu a movimentação e avisou o marido por mensagem de áudio. Quando a polícia chegou, só encontrou roupas guardadas dentro das malas. Adriano havia escapado pelo pântano. Apesar de estarem lá há mais de um mês, ele e a mulher viviam como se estivessem prontos para sair a qualquer momento", pontua o texto.
247

16 de fevereiro de 2020

O PT de Pau dos Ferros lança Inácio Rodrigues como pré candidato a prefeito

A imagem pode conter: 22 pessoas, incluindo Gilton Sampaio e Aldaceia Oliveira, pessoas sorrindo, pessoas em péA imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas, mesa e área interna


Inácio Rodrigues - Pré-candidato a Prefeito de Pau dos Ferros -PT
O PT de Pau dos Ferros, em seus anos de existência, inegavelmente, construiu aprendizagens.
Hoje, nossos horizontes, apesar de uma conjuntura política difícil, têm se alargado, a ponto de ampliarmos, de forma significativa, a conquista de adesões.
Desafios? São tantos, mas a belezura de nossa projeção é que, hoje mais do que outrora, de forma ética e transparente, debatemos nossos dilemas e desafios de peito aberto e, mais, conscientes, teórica e praticamente, de que a nossa disposição para governar Pau dos Ferros com foco no desenvolvimento socio/econômico e político-cultural,implica, necessariamente, em estabelecermos laços profundos de união com os partidos, com os atores sociais que se situam num projeto de oposição à gestão pública deficitária vivenciada neste município.
Vamos, de forma firme, lançarmo-nos, a varias mãos e cabeças, à construção de um Projeto de Governo para e com os habitantes desta cidade.
E, da reunião realizada neste sábado (15/02), dentre outros pontos de calorosos debates e encaminhamentos, decidimos pela pré-candidatura de Inácio Rodrigues ( delegado) a Prefeito de Pau dos Ferros.
Pré-candidatura que, desde já assumimos, no decurso do debate a ser estabelecido com outros partidos que se situam no leque de oposição ao governo municipal atual.
Lutaremos, sim, pela união de todas as forças políticas desse campo político , de forma humilde e horizontal, porque o que mais importa, nessa tecitura, é um projeto de cidade mais includente, que honre a dignidade de seu povo.

texto e fotos: Profa. Aldaceia

O partido de Bolsonaro "ALIANÇA" ficará fora das eleições desse ano

 Resultado de imagem para Aliança pelo brasil partido
O partido Aliança pelo Brasil, criado por Jair Bolsonaro, deverá ficar fora das eleições municipais deste ano. 
O Aliança pelo Brasil enfrenta dificuldades para poder ser efetivamente considerado uma agremiação política. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foram registrado até o momento apenas 1,1 mil apoiamentos, quando são necessários, 492 mil assinaturas para viabilizar a criação de um partido. A estratégia do Aliança para as eleições deste ano, contudo, deverá ser discutida em uma reunião que será marcada para os próximos dias. A palavra final será do próprio Bolsonaro. 

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !