1 de fevereiro de 2020

Papa Francisco decide receber Lula “com todo o prazer”

 
O Papa Francisco terá "todo o prazer" em receber o ex-presidente Lula no Vaticano, informou o presidente argentino, Alberto Fernández, após reunião nesta sexta-feira (31) com o pontífice no qual transmitiu o pedido de Lula. Mas, ao aproximar o Papa de Lula, o presidente argentino afasta-se automaticamente de Jair Bolsonaro.
"O Lula me pediu para ver o Papa. E eu pedi (ao Papa) se ele podia receber o Lula. E ele (o Papa) me disse que 'claro' e que (o Lula) lhe escrevesse porque ele (o Papa), com todo prazer, o receberá", revelou o presidente argentino depois de reunir-se nesta sexta-feira com o Papa no Vaticano.
Fernández também indicou aos jornalistas que o assunto sobre uma visita de Lula ao Vaticano surgiu quando os dois, Alberto Fernández e Papa Francisco, tocaram no assunto sobre "Lawfare", termo usado para definir uma guerra judiciária para intervir na política e para destruir adversários.
A intervenção de Alberto Fernández para que o Papa receba Lula também revela um desejo do ex-presidente brasileiro, libertado em novembro passado, depois de 19 meses preso.

Fernández, uma ponte da causa Lula com o Papa

Em agosto de 2018, quando Lula completava quatro meses de prisão, Alberto Fernández já tinha pedido que o Papa o recebesse acompanhado pelo ex-chanceler de Lula, Celso Amorim, e pelo ex-senador chileno, Carlos Ominami.
O objetivo daquela reunião, realizada na residência do pontífice, a Casa Santa Marta, era tornar ainda mais visível a luta pela liberdade de Lula. Na ocasião, o Papa Francisco escreveu uma mensagem a Lula na qual o abençoava.
Leia mais no 247

A Tromba music - Apresenta: ZERO A ZERO com TOM ZÈ

Moro está no Ministério da Justiça para proteger corruptos do governo diz o deputado Paulo Pimenta

Deputado Paulo Pimenta e ministro Sergio Moro.
Após a divulgação da lista dos criminosos mais procurados do País, omitindo miliciano ligado ao clã Bolsonaro, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) afirma que "agora ficou mais nítido do que nunca: Sérgio Moro está no Ministério da Justiça para proteger corruptos do governo e o crime organizado das milícias ligadas ao seu chefe Jair Bolsonaro".
247

Governo apresenta números da reforma da previdência garantindo que o modelo estadual é mais leve do que a reforma da União

Em entrevista coletiva nesta sexta da-feira, o Governo do RN apresentou a proposta de reforma da previdência estadual.
De acordo com a equipe econômica do Governo, a proposta do Estado ‘protege os servidores ativos e inativos que ganham menos’.
As alíquotas de contribuição vão de 12% a 18,5% para os ativos, aumentando progressivamente de acordo com cada faixa salarial.
Atualmente todos os servidores ativos pagam a mesma alíquota de 11%.
Para os inativos (aposentados), a sugestão é manter isento quem recebe até 2 mil e 500 reais, e repetir as mesmas alíquotas dos ativos a partir dessa faixa.
Quem recebe entre 2 mil e 501 e 5 mil reais, descontará 14%.
Hoje o inativo não desconta nada.
Quem recebe aposentadoria a partir de 5 mil a 10 mil, terá um desconto de 16,5%.
E quem tem aposentadoria a partir de 10 mil reais, será taxado em 18,5%.
A medida dura que ainda será debatida na Assembleia Legislativa, visa reduzir o déficit da previdência estadual que só em 2019 foi de R$ 1,57 bilhão.
Os números foram apresentados pelos secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil), Carlos Eduardo Xavier (Tributação) e Aldemir Freire (Planejamento e Finanças), e pelo presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (IPERN), Nereu Linhares.
O procurador-geral do Estado, Luiz Antônio Marinho também participou da coletiva.
“Só vamos enviar a proposta para a Assembleia Legislativa após esgotar toda a negociação com o Fórum”, disse o secretário Raimundo Alves, lembrando que uma nova negociação está agendada para o dia 5.
“Caso a reforma não seja feita, o Tesouro Estadual terá que aportar mais de R$ 6 bilhões dentro dos próximos três anos. Não é possível equacionarmos de uma vez só, mas o efeito no caixa é muito importante, pois não será preciso tirar dinheiro de outras áreas para cobrir o déficit”, explicou Aldemir Freire.
A reforma atende uma determinação da União, que com a emenda constitucional da reforma da previdência obrigou o Estado a fazer o mesmo processo para que possa continuar a receber convênios oriundos de transferências não-obrigatórias.
“Periodicamente, em qualquer lugar do mundo, é necessário fazer reforma nos sistemas previdenciários, pois há mudanças nas expectativas de vida, entre outras coisas. No caso do sistema de repartição que funciona hoje no Governo, ele foi desenhado quando se tinha cinco servidores ativos para um aposentado. Atualmente a balança mudou, pois temos 46 mil ativos e 54 mil aposentados, além da projeção de que mais 12 mil se aposentem dentro dos próximos anos”, analisou Nereu Linhares, presidente do IPERN.
*
Na proposta do Estado as mudanças na idade e o tempo de contribuição mínimos para a aposentadoria também são menores do que as realizadas a nível federal.
Enquanto a reforma da União aumentou 7 anos na idade mínima da mulher, a proposta do Governo aumenta em 5 anos.
Para professores da rede estadual, a idade mínima para se aposentar será de 55 anos para as mulheres e 60 anos para os homens.
A medida ainda iguala o período de contribuição de ambos: 25 anos.
O sistema de pontuação para aposentadoria voluntária fica com 86 para as mulheres (56 anos, 30 anos de contribuição, 20 de serviço público, cinco no último cargo efetivo)…
E 96 para homens (61 anos, 35 anos de contribuição, 20 de serviço público, cinco no último cargo efetivo).
A partir de 2021, as pontuações serão acrescidas de um ponto por ano, até chegar aos 100 para as mulheres e 105 no caso dos homens.
Em janeiro de 2023, as idades mínimas sobem para 57 e 62 anos, respectivamente, para mulheres e homens.
Estado X União
O somatório de pontos para aposentadoria do magistério também passa por mudança.
Serão 76 para as professoras e 86 para os professores, com a idade das mulheres sendo 51 e entre os homens 56 anos, e o período de contribuição, respectivamente, 25 e 30 anos.
A partir de janeiro do próximo ano, o sistema ganha um ponto por ano até chegar em 82 e 95, com as idades sendo elevadas em 2023 para 57 e 62 anos.

Fotos Ivanízio Ramos

Thaisa Galvão

31 de janeiro de 2020

Sobe para 13 o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil

O Brasil ainda não planeja trazer brasileiros da China, onde, atualmente, 213 pessoas morreram vítimas do coronavírus
O Ministério da Saúde informou no fim da tarde desta sexta-feira, 31, que investiga 13 casos suspeitos de coronavírus no Brasil. Ainda não há casos confirmados em outros países da América Latina. As suspeitas no Brasil estão nos estados de São Paulo (7), Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (1), Ceará (1), Minas Gerais (1) e Paraná (1).

opovo

Água Nova: Salário já na conta dos servidores

A Prefeitura Municipal de Água Nova, por meio da Secretaria Municipal de Finanças, depositou nas contas dos servidores públicos municipais nesta quinta-feira, 30,o pagamento da folha de todos os servidores do município do mês em curso. Além disso, também foi depositado o décimo terceiro de 2020 a todos os funcionários efetivos que aniversariam em janeiro, o piso dos agentes de saúde, como também o terço de férias a todos os funcionários efetivo, algo nunca feito em Água Nova.
Mantendo assim, rigorosamente em dia, todas as contas públicos da prefeitura pelo décimo terceiro mês consecutivo.

DEM vê golpe duro e desleal de Bolsonaro em Onyx Lorenzoni

Onyx Lorenzoni
Integrantes da cúpula do DEM consideram que o ministro-chefe da Casa Civil sofreu um golpe duro e desleal e defendem que o correligionário peça demissão do governo. Com poderes esvaziados, Lorenzoni discute nesta sexta-feira com Jair Bolsonaro as condições da sua permanência no cargo. É mais uma crise política e de governo.
247

30 de janeiro de 2020

Bolsonaro pode ser submetido a nova cirurgia

Bolsonaro sobrevoa o estado de Minas Gerais, afetado por fortes chuvas.
Jair Bolsonaro passou por exames na noite desta quinta-feira (30) no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Médicos diagnosticaram uma hérnia no abdome. A informação é que uma nova cirurgia terá de ser realizada para correção de cicatriz das cirurgias anteriores. Ele deixou o hospital por volta de 20h30.
247

Rodrigo Maia detona Weintraub: 'com esse ministro da Educação, nosso país não tem futuro'


 - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e afirmou que o Brasil “não tem futuro” com uma pessoa como ele no comando do Ministério. 
Maia participou de um evento promovido pelo Credit Suisse, em São Paulo, e disse que Weintraub prejudica a imagem do país e disse que não tem condições de atrair investimentos para o Brasil com um “ministro da Educação desses”.
A reportagem do jornal Valor destaca que "o presidente da Câmara criticou também o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e afirmou que o titular da Pasta “perdeu condições de ser interlocutor” com investidores. “Não sei o que o governo vai fazer com o ministro do Meio Ambiente”, declarou. “Perdeu condições de ser interlocutor. Radicalizou demais”, reforçou."

29 de janeiro de 2020

Prefeito Ronaldo recupera poço tubular que estava desativado

A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre e natureza
O Prefeito Ronaldo Sousa acompanhou de perto, na manhã desta quarta-feira, 29/01/2020, a instalação e a recuperação do poço Tubular da lavanderia da comunidade Água nova 1 zona Rural do Município de Água Nova RN, realizando assim, mais um trabalho em prol da população água-novense.

Trabalho da gestão pública Municipal em prol de todos.

Secomaguanova

A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre

Bolsonaro demite presidente do INSS, após apagão da Previdência

  Renato Vieira afirmou que os problemas com as filas do INSS só seriam resolvidos em seis meses.
O secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, demitiu o presidente do INSS, Renato Vieira. O atual secretário de Previdência, Leonardo Rolim, será o substituto e terá de comandar a crise da fila com quase 2 milhões de pedidos represados.
O anúncio foi feito pelo Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes. "Ele consolidou sua disposição de sair do INSS a pedido. Foi uma conversa amadurecida ao longo dos últimos 15 dias", afirmou Rogério Marinho.
No último dia 10 de janeiro, o então presidente do INSS Renato Vieira afirmou que os problemas com as filas do INSS só seriam resolvidos em seis meses. O governo chegou a anunciar a convocação de militares da reserva, gerando críticas, por serem pessoas pouco familiarizadas com o trabalho.

28 de janeiro de 2020

UNE e Ubes pegam vazamento das notas do Enem e anunciam ação judicial contra o MEC

 Iago Montalvão, Pedro Gorki e Abraham Weintraub
A União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) entrarão na justiça contra o ministério da Educação, após receber denúncias de que candidatos de vários estados tiveram acesso às suas colocações na manhã desta quarta-feira (28). 
Publicação das notas é ilegal pois contraria decisão judicial que suspendeu a divulgação dos resultados do Sisu, após seis mil estudantes reclamarem de erros nas provas. 
"Temos provas de que durante aproximadamente 3 minutos o resultado do #SISU foi divulgado no dia de hoje, demonstrando que o MEC descumpriu uma ação da Justiça Federal.  Além do Ministro da Educação desrespeitar os estudantes, ele desrespeita também a Justiça. Vem processo aí!"declarou  Pedro Gorki, presidente da UBES. 
247

Reginaldo Fernandes entrevista o Senador Jean Paul na Esperança FM

27 de janeiro de 2020

Senador Jean Paul Prates (PT) visita Água Nova e se encontra com autoridades e lideranças locais.

 O Senador Jean Paul Prates (PT) visitou na tarde de hoje (27)  o município de Água Nova e foi recepcionado por autoridades locais e lideranças políticas. A reunião aconteceu na sede do CRAS e estavam presentes: O prefeito Ronaldo Sousa, Vice prefeito Nenem de Duba, a presidente do PT no município ,Rosineide Nascimento, os vereadores: Odair Nunes, Wilson, Robério,Preto de Aluísio, Secretários(as) municipais e lideranças locais. O senador conversou  com os presentes, explicou do objetivo da visita e colocou o mandato a disposição da gestão de Ronaldo Sousa, que por sua vez, expões algumas  demandas do município para o senador  que se comprometeu em avalia-las e atender se não todas, mas algumas das solicitações.   Depois disto,  seguiram para a rádio Esperança onde o senador  Jean Paul e o prefeito Ronaldo fizeram explanações sobre política e gestões: desafios e perspectivas.







Ineficiência do governo Bolsonaro coloca 500 mil brasileiros na fila do Bolsa-Família

 "Em apenas um ano, o programa Bolsa Família voltou a enfrentar um antigo problema. Desde junho, a fila de pessoas aguardando pelo benefício saltou de zero, patamar que se encontrava desde 2018, para 494.229 famílias", apontaa reportagem de Pedro Capelli e Elisa Martins, publicada no jornal O Globo. "São famílias cujo perfil de renda é compatível com programa e já estão cadastradas — mas continuam na miséria e sem a ajuda de R$ 89 por pessoa", apontam os jornalistas, que obtiveram os dados por meio da Lei de Acesso à Informação, após quatro meses de demanda junto ao Ministério da Cidadania, que só liberou a informação depois de determinação da Controladoria-Geral da União (CGU).
"Entre janeiro de 2018 e maio de 2019, a média mensal de novos benefícios concedidos era de 261.429. Desde junho, esse número caiu drasticamente, e hoje esse número está em 5.667", aponta ainda reportagem.


Além do caos no Bolsa-Família, o governo Bolsonaro já conseguiu colocar 3 milhões de brasileiros na fila do INSS e minou a credibilidade do Enem, com erros na correção das provas, entre outros exemplos de falhas administrativas
247

26 de janeiro de 2020

Bolsonaro volta a defender tortura a brasileiros deportados por Trump

Jair Bolsonaro se posicionou favoravelmente à tortura imposta aos 50 brasileiros deportados dos Estados Unidos, que viajaram de El Paso, no Texas, para Belo Horizonte (MG), com algemas nos pés e nas mãos. Bolsonaro defendeu a medida.
“Qual país está dando certo? Brasil ou Estados Unidos? Eu jamais pediria para ele, você acha? Vou pedir para ele descumprir a lei dele? Tenha a santa paciência… A lei americana diz isso. É só você não ir para os Estados Unidos de forma ilegal”, declarou , ao chegar ao hotel em que está hospedado em Nova Délhi, capital da Índia. Neste sábado (25), Bolsonaro havia dito que lamentava o fato, mas que era preciso respeitar as leis de outros países. “Em qualquer país, as suas leis têm de ser respeitadas. 
247

Repasse Federal aos estados foi só a metade em janeiro

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !