19 de outubro de 2019

Deputada do PSL Joice diz que Bolsonaro pode levar Brasil à ruína e ameaça: saberão de tudo em breve

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) foi retirada por Jair Bolsonaro da liderança do governo no Congresso na última quinta-feira 17, mas saiu atirando. Neste sábado 19, ela postou uma série de tuítes contra o governo, pelos quais chamou Eduardo Bolsonaro de "mimado", disse que as atitudes do chefe do Planalto podem levar o Brasil à ruína e indicou que revelará podres da estrutura e da família: "saberão de tudo em breve".
Joice também falou em "puxa-sacos" que ficam ao redor de Bolsonaro "aplaudindo ações" prejudiciais ao governo e ao país, mas que ela não faz parte disso. Em resposta a um crítico, que destacou perda de seguidiores da parlamentar após o que seria uma "facada nas costas" de Bolsonaro, ela rebateu duramente: "É facada Ñ concordar com um golpe burro p/ dar de presente do dia das crianças a liderança para o filhote nem-nem? Ou discordar de achaque a deputados?".
Em uma outra mensagem, direcionada ao aliado do governo Xico Graziano, ela se defendeu e afirmou que "saberão de tudo em breve". A deputada anunciou que fará uma live neste domingo 20 à noite "para conversarmos OLHO NO OLHO sobre o que está acontecendo". Confira suas postagens:

Glenn: diálogos revelam pela primeira vez que Moro mandava no planejamento das operações

O jornalista Glenn Greenwald escreveu neste sábado (19) que, pela primeira vez, os diálogos revelados pela Vaza Jato mostram que o então juiz Sergio Moro "mandava no planejamento das operações, tendo inclusive direcionado quais materiais deveriam ser apreendidos — uma violação do sistema acusatório".

E cita a busca e apreensão e condução coercitiva do ex-presidente Lula, em março de 2016.

I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA com tema “DESAFIOS DO SISTEMA MUNICIPAL DE CULTURA: POLÍTICAS PÚBLICAS CULTURAIS E CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA DE CULTURA”.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Moro determinava buscas sem pedido do MP e a PF ajeitava, revela Vaza Jato

“Russo deferiu uma busca que não foi pedida por ninguém…hahahah. Kkkkk”, escreveu Luciano Flores, delegado da PF alocado na Lava Jato. “Como assim?!”, respondeu Renata Rodrigues, outra delegada da PF trabalhando na Lava Jato. O delegado Flores, em resposta, avisou ao grupo: “Normal… deixa quieto…Vou ajeitar…kkkk”
O futuro ministro da Justiça, juiz federal Sérgio Moro, durante coletiva de imprensa após reunião com o atual ministro da pasta, Torquato Jardim.

Por Glenn Greenwald e João Felipe Linhares, no Intercept – O ex-juiz Sergio Moro não somente conspirou com os procuradores e comandou a força-tarefa da Lava Jato, conforme revelado pelo Intercept, mas também, desde o começo da operação, capitaneou operações da Polícia Federal. Chats de grupos da Lava Jato no Telegram indicam que o atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro inclusive ordenou busca e apreensão na casa de suspeitos sem provocação do Ministério Público (o que é irregular).

18 de outubro de 2019

LULA: "NÃO QUERO SABER DO JULGAMENTO DA 2ª INSTÂNCIA, QUERO MINHA INOCÊNCIA" disse Lula ao site UOL

Três dos quatro melhores governadores do Brasil são do PT, diz pesquisa

Em pesquisa de desempenho feita pelo Congresso em Foco, governadores do Partido dos Trabalhadores estão entre os mais bem avaliados por parlamentares das duas casas legislativas. Rui Costa (BA), Wellington Dias (PI) e Camilo Santana (CE) estão entre os 4 melhores representantes de seus estados no ano de 2019. O levantamento, feito entre os dias 13 e 19 de junho, coletou opiniões de deputados e senadores que figuram entre os mais influentes do Parlamento.

Vaja Jato: MP blindou Temer para garantir o golpe contra Dilma

 
A Operação Lava Jato, que se vendeu para a opinião pública como uma ação de combate à corrupção, atuou decisivamente para garantir a derrubada de uma presidente reconhecidamente honesta, Dilma Rousseff, e para garantir a subida ao poder de um grupo notoriamente corrupto, o PMDB de Michel Temer. É o que mostra o novo capítulo da Vaza Jato, revelado nesta sexta-feira pelo jornal El Pais, em parceria com o Intercept.


Duas semanas antes do golpe de estado, que alguns chamam de impeachment, os procuradores seguraram uma acusação sobre corrupção contra Michel Temer para garantir o golpe de estado contra a ex-presidente Dilma Rousseff. Com Temer no poder, teve início o processo de entega do pré-sal e da Embraer, assim como de retirada de direitos dos trabalhadores .

17 de outubro de 2019

Flávio e Eduardo Bolsonaro são distituidos dos comandos do PSL no Rio e São Paulo

O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar, destituiu nesta quinta-feira, 17, o senador Flávio Bolsonaro e o deputado Eduardo Bolsonaro das presidências estaduais do PSL no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente. 
 A medida é mais um capítulo da guerra interna travada no PSL entre Jair Bolsonaro e Luciano Bivar e ocorre depois que a Polícia Federal realizou mandados de busca e apreensão na residência de Bivar, no âmbito do inquérito do Laranjal do PSL em Pernambuco .
Também nesta quinta-feira, Jair Bolsonaro destitui a deputada Joice Hasselmann do cargo de líder do governo no Congresso. Em seu lugar assume o senador Eduardo Gomes (MDB-TO). 
E o deputado Delegado Waldir, mantido como líder do PSL na Câmara, chamou Bolsonaro de "vagabundo" em audio vazado e disse que vai "implodir" o presidente 
247

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !