27 de julho de 2019

Charge do dia

Brasil, 2019: decifra-me te devoro - Créditos: Helô D'Angelo

Notícia do sábado: PT pede à PGR prisão de Moro, e deputado do PSL quer detenção de Glenn

Resultado de imagem para moro preso
Políticos do PT e um deputado do PSL acionaram a PGR (Procuradoria-Geral da República) hoje para pedir, respectivamente, a prisão do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e do jornalista Glenn Greenwald, cofundador do site The Intercept Brasil. O acirramento das disputas ganhou novos elementos após a Polícia Federal prender quatro suspeitos de invadir celulares de autoridades dos Três Poderes na terça-feira (23).

A fonte da noticia é do site UOL

26 de julho de 2019

Morre herdeiro da OAS que no começo do mês sofreu infarto durante audiência da lava jato


O herdeiro do Grupo OAS, César Mata Pires Filho, morreu ontem quinta-feira (25), aos 40 anos.
O empresário sofreu um infarto em 8 de julho durante uma audiência na Justiça Federal de Curitiba (PR).
Ele era investigado na Operação Lava Jato e chegou a ser preso no final de 2018.
Filho do fundador da companhia, ele acabou libertado após pagamento de uma fiança de R$ 28 milhões.

Glenn desmonta farsa e prova que sua fonte não é o "hacker de Araraquara"

A fonte que entregou os diálogos da Operação Lava Jato ao jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, negou em conversa no dia 5 de junho que também tenha sido responsável pela invasão ao Telegram do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. O diálogo foi repassado à Veja pelo próprio Greenwald. Está caindo a máscara de Moro. Ficou evidente que montou uma farsa.
Na mensagem, o editor do The Intercept Brasil pergunta à fonte se ela havia lido uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo sobre a invasão ao celular do ex-juiz. O título da matéria dizia que o hacker usou aplicativos do aparelho e trocou mensagens por seis horas. “Posso garantir que não fomos nós”, responde a fonte, em mensagem transcrita de forma literal.
“Nunca trocamos mensagens, só puxamos. Se fizéssemos isso ia ficar muito na cara”, acrescenta a fonte em outra mensagem, antes de criticar o método de ação empregado contra o ministro. “Nós não somos ‘hackers newbies’ [amadores], a notícia não condiz com nosso modo de operar, nós acessamos telegrama com a finalidade de extrair conversas e fazer justiça, trazendo a verdade para o povo.”
Segundo Greenwald, o primeiro dos contatos com a fonte ocorreu no início de maio. Ou seja, um mês antes da denúncia feita por Moro.
O jornalista disse ter sido apresentado à fonte por um intermediário e destacou que todos os contatos foram feitos virtualmente. Greenwald também afirmou desconhecer a identidade do hacker, que teria extraído todo material do Telegram de Dallagnol.
“A fonte me disse que não pagou por esses dados e não me pediu dinheiro algum em troca desse conteúdo”, disse o jornalista. 
O material divulgado pelo Intercept foi compartilhado com VEJA e a Folha de S.Paulo, que também publicaram reportagens sobre irregularidades da Lava Jato. 
247

25 de julho de 2019

PIS/Pasep começa a ser pago a partir de hoje quinta-feira

Resultado de imagem para PIS/Pasep começa a ser pago a partir desta quinta-feira
Começam hoje, 25, os pagamentos do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), exercício 2019/2020. A liberação do dinheiro para os cadastrados no PIS vai considerar a data de nascimento. No caso do Pasep, o calendário é definido pelo dígito final do número de inscrição.
No caso do PIS, os pagamentos aos empregados da iniciativa privada que têm direito ao benefício serão feitos pela Caixa. O dinheiro pode ser retirado em qualquer agência da instituição em território nacional. O Banco do Brasil ficou responsável pelos recursos do Pasep – destinado a servidores públicos. Recentemente, o BB anunciou medidas para facilitar a retirada do dinheiro por correntistas de outros bancos. De acordo com a instituição, cerca de 1,6 milhão de beneficiários que não tem conta no banco poderão fazer uma transferência eletrônica disponível (TED) com custo zero.
Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberão o abono do PIS ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2020. No caso do Pasep, os servidores públicos que tem registro com número final dentre 0 e 4 também recebem este ano. Os registros com final entre 5 e 9 receberão em 2020.
A data para o fechamento do calendário de pagamento do exercício 2019/2020 está prevista para o dia 30 de julho de 2020. A estimativa é de que sejam destinados R$ 19,3 bilhões a 23,6 milhões de trabalhadores.

Glenn Greenwald anuncia: hoje tem mais Vaza Jato

 
Após a prisão de "hackers" suspeitos de invadir o celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o jornalista Glenn Greenwald destacou que o site Intercept Brasil continuará publicando reportagens sobre as irregularidades na Operação Lava Jato.
"Todas as possíveis teorias da conspiração foram divulgadas hoje. Nenhuma alteração 3 pontos-chave: 1) Mesmo no Brasil de Bolsonaro, as evidências são necessárias para provar crimes; hashtags e tweets bazófia de Moro não são suficientes", escreveu Greenwald no Twitter.
"2) O jornalismo mais importante é freqüentemente feito com fontes que ilegalmente obtêm informações (veja 'Papéis do Pentágono') e todas as maneiras pelas quais jornalistas revelaram crimes de guerra nos EUA durante o Vietnã, Watergate e a Guerra ao Terror", continua.
"3) Nada muda as impropriedades de Moro e Deltan. Nossa resposta para todas essas fofocas e distrações hoje será simples: mais reportagens desse arquivo, em conjunto com nossos parceiros e com novos. As ações de Moro e Deltan foram obscurecidas hoje; não será para sempre", acrescenta.
O líder dos "hackers" de Araraquara/Ribeirão Preto presos pela Polícia Federal, Walter Delgatti Neto, disse ter sido responsável pela invasão dos celulares de Sergio Moro, Deltan Dallagnol e outras autoridades (confira aqui).

Privatização na calada da noite tira governo e trabalhadores do conselho da BR Distribuidora

"O conselho de administração da BR Distribuidora vai passar por uma completa reformulação para refletir a nova composição acionária da companhia após sua privatização. A Petrobrás pretende manter apenas três assentos no colegiado, composto por nove membros. Os seis conselheiros restantes devem ser indicados pelo mercado", aponta reportagem de Raquel Landim, publicada na Folha de S. Paulo.
"Os funcionários, que detinham uma vaga, perdem sua cadeira. O governo, que vinha sendo representado pelo Ministério da Economia, também deixa o conselho. As mudanças devem ocorrer dentro de pouco mais de 30 dias em uma assembleia geral extraordinária ainda a ser convocada, embora o mandato do atual conselho só expire no ano que vem. O objetivo é implementar rapidamente a nova governança", aponta ainda o texto.
247

24 de julho de 2019

Água Nova, Felipe Guerra, Lajes e Rodolfo Fernandes firmam acordo com MPRN no projeto "Lixo Negociado".


 Os representantes dos municípios de Água Nova, Felipe Guerra, Lajes e Rodolfo Fernandes participaram de sessão de negociação do projeto Lixo Negociado realizadas durante o mês de julho, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, em Natal, com o objetivo de promover adequações nos lixões de cada cidade. 

A iniciativa é do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), mediada pelo Núcleo Permanente de Incentivo à Autocomposição (Nupa) e pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Caop Meio Ambiente), em conjunto com o Ministério Público do Trabalho.

O projeto atua de forma integrada, com a proposta de garantir uma solução consensual para recuperação ou remediação de áreas degradadas, decorrentes do acúmulo irregular de lixo. A ação foi criada com o intuito de atender a Política Nacional de Resíduos Sólidos de forma provisória e enquanto não são efetivados os aterros sanitários regionais.

Até alcançar a meta de erradicar os lixões, a proposta dos acordos é implantar aterros controlados em valas, como medida transitória de destinação final de resíduos sólidos e melhorar a situação dos catadores. O propósito do Ministério Público em obter os acordos é conseguir efetivar ações que tragam resultados a curto prazo e que, em seguida, sejam implantados os aterros sanitários, para se alcançar o fim definitivo dos lixões no Rio Grande do Norte.

Além desses quatro municípios, outras 55 cidades já firmaram acordos dentro do projeto Lixo Negociado, que é desenvolvido desde 2018.

Presos pela PF acusados de 'hackear' Moro

 
De acordo com o site A Cidade, de Araraquara, entre os suspeitos presos nesta terça-feira (23) pela Polícia Federal (PF) pelo suposto hackeamento dos telefones celulares de Moro estão Walter Delgatti Neto e Gustavo Henrique Elias Santos.
De acordo com o site, em Araraquara foram cumpridos dois mandados 
de busca e apreensão em casas na Vila Xavier [da avó de Delgatti Neto] e na casa da mãe de Gustavo. As ações também foram realizadas em Ribeirão Preto. 
"Por aqui, foram apreendidos documentos e aparelhos eletrônicos com a finalidade de se obter 'os elementos de provas relacionadas a invasão de contas do aplicativo Telegram utilizadas pelo atual ministro da justiça e segurança pública', diz o mandado de busca e apreensão", diz a reportagem.
Segundo o site, ao contrário do que se imaginava, o grau de capacidade técnica dos hackers não era alto, como afirmou o ministro Sergio Moro. Além disso, o site informa que de acordo com fontes, o o histórico deles demonstraria que estariam mais para golpistas do que hackers.

23 de julho de 2019

Bolsonaro: um penetra indesejável na Bahia

"Bolsonaro vem a Bahia, não mais como convidado, mas como penetra em uma festa que após ser convidado, prepara tudo às escondidas para estragar a alegria de todos", avalia o jornalista Dimas Roque sobre a inauguração do aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, hoje (23)Presidente Jair Bolsonaro em cerimônia.

22 de julho de 2019

Bolsonaro libera uso de mais 51 agrotóxicos nas lavouras do País



Desde o início do governo de Jair Bolsonaro, 262 tipos de agrotóxicos já tiveram registros autorizados pelo Ministério da Agricultura, em um ritmo de liberação jamais visto; entre os 51 novos agrotóxicos aprovados, estão alguns com o princípio ativo sulfoxaflor, que controla insetos que atacam frutas e grãos.

247

Pelo Whatsapp, caminhoneiros divulgam pontos de bloqueio de nova greve

Nova greve de caminhoneiros é iminente, diz líder da categoria
Na preparação de nova greve a ser deflagrada nesta segunda-feira (22), caminhoneiros divulgam em grupos de Whatsapp pontos que podem ser bloqueados nas estradas.   

A informação é da coluna Painel S.A. da Folha de S.Paulo.   
Segundo a coluna, a categoria ainda não tem consenso em torno da paralisação, mas se espalha entre os caminhoneiros a insatisfação com a tabela do frete divulgada na quinta (18) pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Dallagnol insinua que Moro protegeria Flávio Bolsonaro para ser indicado ao STF


Novo material divulgado pelo Intercept Brasil neste domingo revela que Dallagnol temia que Moro protegesse Flávio Bolsonaro no caso Queiroz / José Cruz/Agência Brasil

Um novo material divulgado pelo The Intercept Brasil neste domingo (21) revela que o coordenador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, concordava com o posicionamento de outros colegas do Ministério Público Federal sobre a investigação de um esquema de corrupção no gabinete de Flávio Bolsonaro, conhecido como caso Queiroz, durante o mandato do filho do presidente Jair Bolsonaro como vereador da cidade do Rio de Janeiro pelo Partido Social Liberal (PSL).
"É óbvio o q aconteceu… E agora, José?”, disse o procurador em um dos chats secretos ao qual o portal teve acesso.
Segundo as mensagens selecionadas, Dallagnol temia que o Ministro da Justiça, Sergio Moro, protegesse Flávio Bolsonaro para não desagradar ao presidente e, desta forma, não colocar em risco sua indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF), como tinha antecipado Jair Bolsonaro em maio deste ano.
"Moro deve aguardar a apuração e ver quem será implicado. Filho certamente. O problema é: o pai vai deixar? Ou pior, e se o pai estiver implicado?", questionou o procurador na conversa com colegas.
Ainda segundo o Intercept, Dallagnol adotou uma postura diferente em relação ao caso Queiroz. Adepto a declarações midiáticas, o procurador da Lava Jato expressou estar vacilante em fazer uma condenação mais severa de Flávio Bolsonaro aos meios de comunicação e teria evitado um convite para participar do programa Fantástico (rede Globo), em janeiro deste ano, como forma de evitar perguntas sobre o caso.
Caso Queiroz
A investigação foi iniciada após um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontar movimentação atípica em contras bancárias do ex-motorista do gabinete de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz. Em um ano, o ex-assessor movimentou R$ 1,2 milhão. Parte dos depósitos vieram de outros assessores do gabinete do vereador do PSL, incluindo familiares de Queiroz, e uma das destinatárias foi Michelle Bolsonaro, cônjuge do presidente da República. 
Há suspeitas de que os assessores eram funcionários "laranja", que repassavam seus salários ao titular do mandato através de Queiroz. A família Bolsonaro afirma que o depósito para Michelle corresponde ao pagamento de um empréstimo. Já Queiroz afirma que os depósitos dos outros assessores, que ocorriam em datas próximas ao pagamento de salários, é fruto da venda de carros usados. 
A suspeita foi confirmada por uma reportagem do Jornal Nacional, que trouxe à tona documentos da Coaf que indicam 48 depósitos em dinheiro vivo, em parcelas de R$ 2.000, na conta do ex-deputado. Flávio afirmou que o valor vem da venda de um apartamento e que os depósitos foram assim feitos para “evitar pegar fila na agência”.  Esse tipo de movimentação, análoga às realizadas por Queiroz, costuma indicar tentativa de ocultação de movimentação financeira, aponta o MP.
Atualmente, a investigação está suspensa após o Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli atender a um pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (PSL) e determinar, no dia 15 de julho, a suspensão de todos os processos judiciais em que dados bancários tenham sido compartilhados por órgãos de controle durante investigações criminais sem autorização prévia do Poder Judiciário. O ex-vereador nega envolvimento no caso.

21 de julho de 2019

O Blog do Jornal a TROMBA Apresenta:Video Dominical: - P.A.R.A.Í.B.A, SIM SENHOR!

Diretor do Inpe confirma desmatamento, afirma que Bolsonaro age como adolescente e diz que não irá se demitir

O presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Ricardo Galvão, reagiu duramente à entrevista de Jair Bolsonaro em que ele atacou a instituição e negou o crescimento do desmatamento na Amazônia. "Esses dados sobre desmatamento da Amazônia, feitos pelo Inpe, começaram já em meados da década de 70 e a partir de 1988 nós temos a maior série histórica de dados de desmatamento de florestas tropicais respeitada mundialmente", afirmou Galvão à TV Vanguarda.


Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !