22 de setembro de 2018

CENTRAIS MANIFESTAM REPÚDIO A BOLSONARO

Líderes de seis das maiores centrais sindicais do Brasil divulgaram neste sábado, 22, um manifesto de repúdio às propostas do candidato Jair Bolsonaro (PSL); "O horizonte que ele nos apresenta é de um país marcado pela exploração do trabalhador, pela violência, pelo racismo, pela discriminação, pela repressão, pela dilapidação do patrimônio nacional, pelo desrespeito aos direitos humanos e pelo desrespeito aos direitos democráticos,", diz o documento, assinado por representantes da Força Sindical, CTB, Nova Central Sindical, Intersindical e Conlutas.
247

Ato prol HADDAD em Sousa na Paraíba ganha repercurssão nas redes sociais

Serei advogado de Lula até ele ser absolvido - Disse Haddad

Num comício com milhares de pessoas em Montes Claros (MG), na noite desta sexta, Fernando Haddad declarou que será o advogado de Lula até que ele seja inocentado nos processos que lhe são movidos por perseguição política; ele também apontou o tamanho da tarefa dos próximos 15 dias: "Temos 15 dias para convencer as pessoas que o Brasil pode voltar a ser feliz. Nós estamos vivendo uma crise política que só pode ser superada na urna. É o povo que vai libertar o Brasil de seus algozes".
247

Tribunal que barrou Lula aceita outras 1,4 mil candidaturas

Com nome, foto e número na urna eletrônica, cerca de 1,4 mil políticos que tiveram seus registros barrados pela Justiça Eleitoral e recorreram da decisão poderão participar das eleições 2018. Para esses candidatos, a campanha continua até que recursos apresentados contra o indeferimento sejam julgados definitivamente.
Para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, porém, o entendimento foi diferente: sua candidatura foi impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de forma definitiva.
brasildefato

Meirelles promete liberar a maconha, se eleito

REUTERS/Nacho Doce: <p>Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante evento em São Paulo 30/01/2018 REUTERS/Nacho Doce</p>

Embora não tenha nenhuma chance na corrida presidencial, o ex-ministro Henrique Meirelles abraçou uma boa causa: a descriminalização da maconha. "Acho que a maconha é uma questão de direito individual. Não devemos penalizar e criminalizar o consumidor. Principalmente se for para uso medicinal. Maconha eu liberaria, mas dentro de algumas restrições, com controle rígido, como outros países fazem. Ainda mais depois que as pesquisas apontaram que não causa danos permanentes. Cocaína sim. Tem que ser criminalizada", disse ele.

21 de setembro de 2018

DATAFOLHA: HADDAD, QUE É O CANDIDATO DE LULA, PODE TER 49% DOS VOTOS

A pesquisa Datafolha desta semana divulgou apenas hoje seu dado mais relevante: 33% dos eleitores votarão "com certeza" no candidato do ex-presidente Lula, ou seja, em Fernando Haddad; outros 16% podem vir a votar – o que significa que o potencial de votos de Fernando Haddad é de 49%; segundo a mesma pesquisa, Haddad é o menos conhecido dos candidatos e hoje apenas 64% têm a informação de que ele é o nome apoiado pelo ex-presidente, que foi afastado das eleições para não vencê-las com extrema facilidade

20 de setembro de 2018

TSE cassou nessa quinta-feira(20) o mandato da Prefeita de Água Nova Rafaela Carvalho

Image result for foto da prefeita de agua Nova RAfaela carvalho
A Prefeita Rafaela Carvalho(MDB)   e seu vice Elias Raimundo(MDB), foram cassados hoje, quinta -feira (20), pelo Tribunal Superior Eleitoral por captação ilícita de votos na eleição de 2016. Após proferida a decisão da corte que teve um placar de 7x0 pela perda do cargo,  recomendou ao TRE RN o cumprimento pelo afastamento  imediato da Prefeita e do vice, bem como  agendar uma   nova data para a realização de um novo pleito.  A oposição já se prepara para uma grande passeata pelas ruas do município.

AVANÇO EM PESQUISAS NÃO É SÓ 'EFEITO LULA', AFIRMA HADDAD

Divulgação

Em entrevista à jornalista Renata Lo Prete, o candidato ao planalto, Fernando Haddad (PT), afirmou que a trajetória de alta nas pesquisa de intenção de voto – 16% segundo última pesquisa Datafolha - não se deve exclusivamente ao apoio do presidente Lula, mas ao projeto que o partido oferece; Haddad disse que Lula encara o projeto como ninguém, mas que sua alta nas pesquisas não é um efeito de transferência de votos porque se fosse haveria para todo lugar.
247

19 de setembro de 2018

HADDAD VAI PASSAR BOLSONARO NO PRÓXIMO IBOPE

"Haddad cresceu o dobro de Bolsonaro, mais acentuadamente depois de 11 de setembro, quando se tornou candidato oficial", diz o colunista Alex Solnik; "E ainda pode crescer mais tirando de 'brancos e nulos', 'não sabe' e de Ciro e Marina à medida em que o eleitor perceber que só ele pode derrotar Bolsonaro"; afirma; "As curvas de ambos indicam que se aproxima o dia em que elas vão se cruzar e Haddad deverá estar, no próximo Ibope, à frente de Bolsonaro".

IBOPE ATESTA QUE LULA, PRESO POLÍTICO, COMANDA ELEIÇÃO DA CADEIA

Ricardo Stuckert

A pesquisa Ibope desta terça "é o atestado de que Lula comanda as eleições de 2018 mesmo encarcerado e amordaçado como preso político", escreve o jornalista Mauro Lopes, editor do 247; Haddad sozinho jamais saltaria de 8% para 19% em uma semana; nem ele nem ninguém; é a chapa Lula-Haddad-Manuela que arranca de maneira fulminante; a tática de Lula esteve correta todo o tempo; a pesquisa grita ao país: "confiem em Lula" .

18 de setembro de 2018

IBOPE DEVE MOSTRAR HADDAD COM 19%

Nova pesquisa Ibope sobre intenções de voto para a corrida presidencial deverá ser divulgada às 20h55 no Jornal Nacional. No entanto, os dados já circulam nas redes sociais; segundo o cientista político Alberto Almeida, o Ibope trará Jair Bolsonaro (PSL) com 28%, seguido por Fernando Haddad (PT), com 19%. Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro com 11%, Geraldo Alckmin (PSDB), com 7% e Marina Silva (Rede), 6%; se os dados se confirmarem, Fernando Haddad terá subido 11 pontos percentuais e se consolida no segundo turno .

Mercado brasileiro joga a toalha e começa o assédio a Fernando Haddad

: <p>Fernando Haddad </p>

Diante da subida meteórica de Fernando Haddad nas pesquisas de intenção de voto, o mercado 'pisca' e já se precavê diante da possibilidade cada vez mais consolidada da quinta vitória seguida do PT nas eleições presidenciais, informa a coluna Painel no jornal Folha de S Paulo; o candidato ungido por Lula já recebeu vários convites para encontros com banqueiros e empresários; a expectativa do setor é a de que, tão logo ele se consolide como postulante ao segundo turno, as conversas avancem.

247

17 de setembro de 2018

Pesquisa: Haddad cresce para 17% e abre vantagem sobre terceiros colocados

Divulgada nesta segunda-feira, pesquisa mostra crescimento esperado de Haddad após PT anunciá-lo como candidato oficial / Ricardo Stuckert/Reprodução
Em sua segunda semana como candidato oficial do Partido dos Trabalhadores (PT) ao Planalto, Fernando Haddad atingiu 17,6% das intenções de voto e se separou do “segundo pelotão”, composto por Ciro Gomes (PDT), agora com 10,8%, Geraldo Alckmin (PSDB), com 6,1% e Marina Silva (Rede), com 4,1%. 
A pesquisa do Instituto MDA, feita à pedido da Confederação Nacional do Transporte (CNT), foi divulgada nesta segunda-feira (17) e também traz um aumento das intenções de voto para Jair Bolsonaro (PSL), que aparece com 28,2% na enquete. 
Os candidatos com menor expressão na pesquisa são João Amoêdo (Novo) com 2,8%; Álvaro Dias (Podemos), 1,9%; Henrique Meirelles (MDB), 1,7%; Cabo Daciolo (Patri) e Guilherme Boulos (Psol), 0,4%; Vera Lúcia (PSTU), 0,3%. Os votos nulos atingem 13,4%, e os indecisos, 12,3%.
Com nível de confiança de 95% e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-04362/2018, a enquete ouviu 2.002 pessoas entre os dias 12 e 15 de setembro. A margem de erro é de 2%.
A última pesquisa da MDA/CNT, divulgada em 20 de agosto, trazia Luiz Inácio Lula da Silva em primeiro lugar, com 37,3% das intenções e Bolsonaro com 18,8%.

Não é Haddad ou Bolsonaro; é democracia ou ditadura


Ricardo Stuckert | Reuters: <p>haddad bolsonaro</p>
O colunista do 247 Alex Solnik compara a disputa presidencial a uma corrida de Formula 1, onde o "carro" do candidato do PT ao Planalto, Fernando Haddad, já está em segundo, com 13%, empatado com Ciro"; "Todos os deuses da política indicam que na próxima volta (ou pesquisa) o petista vai deixar Ciro para trás. E mais adiante vai ultrapassar Bolsonaro", ressalta; para ele, "a decisão das urnas não será entre Haddad ou Bolsonaro e sim entre ditadura ou democracia"

16 de setembro de 2018

Vem aí o Brasil pós-golpe, profundamente democrático

:

"A direita mostrou o que tem a oferecer ao Brasil: recessão, desemprego, o governo mais corrupto da nossa história, o pior congresso, o pior judiciário, desprestígio externo, miséria para o povo, vergonha de ser brasileiro. Esgotou sua agenda. Por isso seus candidatos não têm o que dizer e não têm chance de ganhar", "o Brasil está pronto para retomar o caminho democrático que começou a trilhar em 2003 e que foi brutalmente interrompido pelo golpe de 2016".
Emir Sader

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !