8 de setembro de 2018

Nova pesquisa traz Lula com 33% e Bolsonaro com 20%. Sem Lula, Haddad vai a 14%

O levantamento ouviu 2.000 eleitores e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais. / RBA
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tenta recursos nas cortes superiores para poder disputar a eleição, ainda sustenta liderança com 33% das intenções de voto para a Presidência da República. O percentual foi divulgado ontem, sexta-feira (7) pela XP/Ipespe, e traz em segundo lugar o deputado Jair Bolsonaro (PSL), com 20%, seguido por Ciro Gomes (PDT) com 8% e Marina Silva (Rede) com 7%.
A pesquisa foi feita entre os dias 2 e 5, antes, portanto, do ataque a Bolsonaro – que ostenta a maior taxa de rejeição: 62% dizem que não votariam nele de jeito nenhum. E antes também de Michel Temer divulgar sua séria de vídeos em que critica a "falsidade" de Geraldo Alckmin (PSDB) e de seu partido por tentar esconder a ligação dos tucanos com o golpe e com o atual governo. Alckmin aparece com 5%, em quinto.
Num cenário sem Lula, o candidato a vice, Fernando Haddad, com apoio do ex-presidente, alcança o segundo lugar, com 14%. Bolsonaro assume a dianteira com 20%, Ciro e Marina empatam com 8% e Alckmin vai a 7%. Sem a menção do apoio de Lula a Haddad, este fica com 8% e Ciro e Marina sobem a 11%.
O levantamento ouviu 2.000 eleitores e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais

Abaixo a repressão! Manifestantes pedem Lula Livre em desfile e são presos

Reprodução
Os militantes do Acampamento Marisa Letícia, Edna Dantas, Edson (DK) e Adonai foram detidos durante o desfile pelo dia da Indepndência, nesta sexta-feira (7); militantes fizeram uma caminhada paralela ao desfile oficial, que ocorreu no Centro Cívico, gritaram "Lula livre", vestindo camisetas em apoio ao ex-presidente, detido há 154 dias na superintendência da PF e foram presos em seguida pela Polícia Militar
247

7 de setembro de 2018

ESQUERDA SOLIDARIZA-SE COM BOLSONARO; DIREITA HOSTILIZOU LULA DEPOIS DOS ATENTADOS DE MARÇO

Os candidatos e principais líderes de esquerda solidarizaram-se com Jair Bolsonaro depois da facada desta tarde (6), exigiram punição e não levantaram sequer uma palavra de crítica ao candidato de extrema direita; bem diferente foi a reação de Bolsonaro e de outros líderes de direita quando dos atentados contra Lula e sua caravana no Paraná; ele, Alckmin e Ana Amélia insinuaram que PT teria encenado os atentados, acusaram Lula de "colher o que plantou" e congratularam-se com os agressores.

6 de setembro de 2018

COMO CANDIDATO DE LULA, HADDAD JÁ LIDERA E PODE GANHAR NO PRIMEIRO TURNO

A pesquisa do Ibope revela: se Lula for cassado, 22% do eleitorado informa que votará com certeza em Haddad como representante do ex-presidente; isso o coloca no mínimo como líder empatado com Bolsonaro; mas há ainda 17% que dizem  poder votar nele; com isso, ele chega a 39% de intenção de voto, o que indica não uma "transferência", mas uma verdadeira "transposição" de Lula para Haddad.
247

FACHIN CONTRADIZ SEU VOTO NO TSE E NEGA CANDIDATURA LULA NO STF

Depois de ter aberto a única divergência à aberração do voto do ministro Luis Roberto Barroso no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que afrontou o Comitê de Direitos Humanos da ONU e atendeu aos interesses da Globo, o ministro Edson Fachin negou o pedido da defesa de Lula para afastar o impedimento à sua candidatura; com isso, Fachin admite que seu voto no TSE, alusivo à ONU, foi apenas uma encenação.

5 de setembro de 2018

Extra!!!!!! Lula dispara e o Ibope X Globo censuraram a pesquisa

:

Bolsa desabou e dólar disparou na tarde de ontem com vazamento da pesquisa do Ibope que seria divulgada no Jornal Nacional : Lula estaria com 40% na pesquisa e Alckmin grudado nos 5%, mesmo depois do horário eleitoral gratuito; pesquisa foi engavetada; Datafolha cancelou a sua também; país precisará esperar até quarta da semana que vem por uma pesquisa confiável, do Instituto Vox Populi.

A informação é do 247

'Partido do Judiciário' dá sinais de que lançará Alckmin ao mar

REUTERS/Adriano Machado
O "Partido do Judiciário", que se organizou em torno do ódio ao PT e a Lula e na proteção ao PSDB, parece estar convencido de que Alckmin não tem chance nas eleições e, em duas manobras realizadas esta semana, dá indicações de que está lançando o tucano ao mar; a manobra mais agressiva foi o vazamento pelo MP de uma ação contra Alckmin por ter recebido R$ 10 milhões da Odebrecht; o MP quer que ele perca os direitos políticos.
247

FACHIN É O RELATOR DO RECURSO DE LULA NO STF. MANTERÁ SEU VOTO DO TSE?

O ministro Edson Fachin será o relator do recurso de Lula contra decisão do Tribunal Superior Eleitoral que, na última sexta, cassou seu direito de candidatar-se à Presidência; na sessão no TSE, Fachin defendeu vigorosamente que a corte acatasse a liminar da ONU em favor de Lula e de seu direito a concorrer às eleições e participar livremente da campanha.

4 de setembro de 2018

DODGE AFRONTA ONU E PEDIRÁ QUE PT DEVOLVA DINHEIRO DO FUNDO PARTIDÁRIO

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, não se cansa de fustigar o PT na campanha eleitoral de 2018; mais uma vez, afrontando a ONU, que exigiu o respeito aos direitos políticos de Lula, ela pedirá que o TSE mande o partido devolver aos cofres públicos o dinheiro gasto na campanha presidencial enquanto o anúncio da substituição por Fernando Haddad não ocorrer; a sigla repassou R$ 20 milhões do fundo eleitoral à chapa presidencial – e desembolsou R$14,4 milhões para programas de rádio e TV.

3 de setembro de 2018

Os últimos números atualizados da pesquisa eleitoral para Presidente 2018

Image result for presidenciaveis 2018 lula bolsonaro ciro marina
Na pesquisa de intenção de voto estimulada Lula lidera com 37%, Bolsonaro se manteve nos 22% da intenção de voto, Marina caiu de 9% para 5%, já o Ciro  subiu para 7%, Alckimin ficou nos 6%, João Amoedo oscila nos 4%, Alvaro Dias passou de 2% para 3% e  Guilherme Boulos subiu para 3%


LULA DEVE IR AO STF CONTRA IMPUGNAÇÃO ELEITORAL

Ricardo Stuckert

A cúpula do PT vai definir nesta segunda (3) juntamente com o ex-presidente Lula a estratégia para recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra a decisão do Tribunal Superior eleitoral (TSE), relatada pelo ministro Luís Roberto Barroso, que impugnou a candidatura de Lula afrontando prazos e a determinação do Comitê de Direitos Humanos da ONU; haverá reuniões com advogados e com o ex-presidente, preso político em Curitiba.

2 de setembro de 2018

Thaynã Dantas Aniversariante do dia

Filha ,que a coragem esteja sempre contigo
que a alegria impulsione os teus passos.
Que o sol brilhe sempre em tuas aspirações.





ELEIÇÃO SEM LULA CONTINUA SENDO FRAUDE

"Diante disto [da impuganação de Lula], há duas alternativas imediatas: 1) substituir  Lula; 2) manter a candidatura Lula pelo menos até o julgamento de todos os recursos, com diversos custos decorrentes, inclusive o possível custo de perdermos o horário eleitoral. Os golpistas, como é óbvio, são pela substituição imediata. Foi por isso que, como sempre que diz respeito a nos prejudicar, decidiram com rapidez"; são palavras do colunista Valter Pomar sobre o cenário imposto por mais uma arbitrariedade do poder judiciário brasileiro.
247

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !