11 de novembro de 2017

Tromba Music Apresenta: Roda Viva

Humor: Manchetes e suas versões



direto do Facebook de
Curtarelli Lula César

É A BARBÁRIE: DESMONTE DA CLT ACABA COM PROTEÇÃO AO TRABALHADOR



"A lei trabalhista de Temer, que entra em vigor neste sábado, dia 11, dá aos empresários um poder sem limites, um poder absoluto de fazer e desfazer da vida dos trabalhadores e das trabalhadoras", diz o presidente da CUT, Vagner Freitas; "Para Temer e os deputados aliados ao seu governo golpista e ilegítimo, não bastava jogar no lixo 100 itens da CLT que protegiam os trabalhadores e as trabalhadoras de empresários inescrupulosos. Era fundamental dar a essa turma de empresários segurança jurídica para explorar, enganar, intimidar e impedir que os sindicatos agissem para combater a má-fé, o ataque aos direitos adquiridos, o não pagamento de direitos, os depósitos ao INSS e ao FGTS", aponta Freitas; entenda alguns dos direitos fundamentais que os trabalhadores perderam com a "reforma".
247

10 de novembro de 2017

As Dirigentes Sindicais Rosineide e Nina debatem na rádio a situação do País e a Parada Nacional

Nina ( fazendo uso do microfone),Rosineide Nascimento
Na manhã de hoje(10), durante o programa de Marcos Maciel, na Rádio Esperança FM, as professoras e sindicalistas, Francisca Luzia( Nina) - Fetam RN,  Rosineide Nascimento, Presidente do Sindiserpran, Vaneça e Elizângela   discutiram temas como:  a   Reforma Trabalhista que entrará em vigor amanhã e a Reforma previdenciária que afeta atual situação política do país. A Professora Nina falou sobre as dificuldades  que os trabalhadores  enfrentarão a partir da próxima segunda-feira  dia em que a reforma trabalhista entrará em vigor oficialmente.   A professora Rosineide falou da importância da paralisação no dia hoje  como protesto a tudo que está aí   posto por esse governo golpista. Durante sua fala Rosineide   convocou os servidores municipais a fortalecerem cada vez mais a entidade sindical e as lutas , a fim de superarem  as graves dificuldades que passam a classe trabalhadora no país.

9 de novembro de 2017

Incêndio no Galpão da Globo onde acontecia as gravações "Deus Salve o Rei"

Reprodução/GloboNews | Divulgação
Um incêndio está destruindo um galpão e outras estruturas nos Estúdios Globo, que antes era conhecido como Projac, na zona oeste do Rio; chamas, que começaram por volta de 18 horas e não têm relação com manifestações contrárias à emissora da família Marinho, atingiram o galpão de apoio às gravações da novela 'Deus Salve o Rei'; militares do Quartel de Jacarepaguá participaram do combate às chamas e ainda estavam no local por volta das 20h20; Globo sofre revés um dia depois da polêmica de se ver envolvida em caso de racismo com o jornalista William Waack, e após a divulgação de que utiliza paraísos fiscais para driblar a tributação no Brasil, revelado pelo Paradise Papers

A frase da Noite

A imagem pode conter: texto

Novas regras trabalhistas entram em vigor a partir de sábado


Show carteira



A reforma trabalhista entra em vigor a partir do dia 11 de novembro com modificações na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Alguns especialistas afirmam que os efeitos poderão ser sentidos a partir do próximo ano, com a estabilidade da reforma. Entre as modificações estão a prevalência de acordos sobre a legislação, o trabalho intermitente, a jornada de 12 por 36 horas e o trabalho em condições insalubres das gestantes e lactantes.
Sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB) em julho, a reforma trouxe promessas de geração de empregos e ampliação da competitividade. No entanto, para o procurador-Chefe do MPT/PRT11, Jorsinei do Nascimento, o cenário será de perdas de direitos e, principalmente, de restrições ao acesso à Justiça do Trabalho. 
“O fato de ganhar ou perder fará com que o trabalhador pague as custas”, afirmou o procurador-chefe. “Na proporção daquilo que ele perdeu, vai ter que pagar um percentual de custas. O trabalhador terá que provar o direito, que normalmente está nas mãos do empregador”, disse. 
Tarifação


Outro ponto da reforma é a tarifação do dano moral utilizando o último salário contratual do ofendido como parâmetro para aplicar a indenização. “Quando se estabelece uma tarifação, entendendo que o caso concreto acaba por ser desprezado, pois utilizando o valor de salário, duas situações consideradas gravíssimas, por exemplo, em caso de morte, os valores indenizatórios terão enorme discrepância, caso um empregado receba um salário mínimo e outro dez vezes mais”, explica a advogada especialista em Relações Trabalhistas e Contencioso do Trabalho, Alice Nunes.

Teletrabalho
Nunes explica que teletrabalho não prevê o pagamento de horas extras. “Tal ponto deve ser analisado com  cautela, para evitar a exploração do empregado por não limitar em nenhum aspecto a jornada de trabalho. Diante dos posicionamentos do Ministério Público do Trabalho, acredito que esse ponto da lei passará por revisão”, afirmou o especialista, acrescentando que os demais direitos tais como férias, 13º salário, entre outros, estão garantidos.



Intermitente
Empresas poderão contratar funcionários para trabalhar esporadicamente. “Será um trabalhador fixo da empresa, mas o trabalhador só irá quando for chamado. Ele não terá data e nem momento certo para trabalhar, fica sempre ao bel prazer do empregador. Essa chamada poderá ser por dias, horas ou meses”, explicou a advogada trabalhista, Nicolle Torres. “Do ponto de vista social, chega a ser desumano. O trabalhador nunca saberá qual será sua remuneração do mês ou se terá trabalho. Não poderá se planejar para arcar com seus compromissos”, disse. 

Banco de horas
Torres explica que, com a mudança no banco de horas, a tendência é que haja uma grande redução no número de horas extras pagas, priorizando-se a compensação. “Creio que ficará muito difícil ao trabalhador evitar a ocorrência das perdas, pois na prática toda negociação entre patrão e empregado é uma negociação desigual. Via de regra o empregador impõe as condições, e o trabalhador que não as aceitas perde seu lugar para outros”, enfatizou.
PRINCIPAIS MODIFICAÇÕES
Férias: possibilidade de fracionamento por três períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 14 dias.

Jornada 12x36: regulamenta a jornada de trabalho de 12 horas diárias, sendo obrigatório o descanso de 36 horas.
Teletrabalho (Home Office): regulamenta a modalidade de serviço; sua formalização será expressa por contrato de trabalho.
 Atividades insalubres para gestantes e lactantes: a empregada somente será afastada se as atividades insalubres forem em ‘grau máximo’. Devendo existir um atestado para afastamento.
Contribuição sindical: a contribuição passa a ser facultativa, sendo obrigatório um termo.
Terceirização: autoriza a terceirização de qualquer atividade, sem vínculo empregatício, desde que assegurado as mesmas condições do trabalhador contratado.
Banco de horas: permite que seja negociado por acordo individual, desde que a compensação aconteça em até 6 meses.
Trabalho em tempo parcial: A jornada poderá ser de até 30 horas semanais, sem horas extras ou de 26 horas semanais, com a possibilidade de extensão de 6 horas extras.
Abonos: A partir de agora o pagamento não será considerado verba salarial.

MP QUER GARANTIR GRATUIDADE
O Ministério Público do Trabalho (MPT) ingressou com uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI 5766) contra o artigo 1º da Lei 13.467/2017, que aprovou a chamada Reforma Trabalhista. Para o Ministério Público do Trabalho (MPT), a restrição à gratuidade judiciária prevista pela reforma trabalhista é inconstitucional.  


Ação foi protocolada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por solicitação do procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury.

De acordo com a ação, os pontos que alteram ou inserem disposições em artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – Decreto-lei 5.452/1943 – impõem restrições consideradas inconstitucionais à garantia de gratuidade judiciária na Justiça do Trabalho.
A ação, que está nas mãos do ministro Luís Roberto Barroso, pede, ainda,  a concessão de medida cautelar (liminar) considerando a intensa violação ao direito de acesso à Justiça Trabalhista. 

8 de novembro de 2017

Frase do dia

"Coxinhas é como banana madura no cacho, vai caindo uma a uma..."

BRASIL, O ELO MAIS FRACO DA CADEIA NEOLIBERAL NA AMÉRICA LATINA

Ricardo Stuckert

"Lula se joga por inteiro nas Caravanas, que se tornaram o maior instrumento de mobilização popular, de consciência política do povo e de formulação do programa de resgate do País. Quanto mais é atacado pela mídia e por setores do Judiciário, mais aumenta a popularidade de Lula e seu favoritismo. O fortalecimento do nome do Lula representa a deslocação dos consensos hegemônicos no pais, agora centrados de novo no desenvolvimento e na distribuição de renda. O que se fortalece com o nome do Lula é o projeto de restabelecimento da democracia, do crescimento econômico e da inclusão social", diz o colunista Emir Sader; "o futuro do neoliberalismo no Brasil e na America Latina se joga nos próximos meses, no destino do projeto comandado pelo Lula"..
247

TEMER AMPLIA POBREZA COM AUMENTOS DO GÁS E DA LUZ

Os sucessivos aumentos de preço do gás de botijão promovidos pelo governo já corroem a renda das família mais pobres; o gás de botijão foi o que mais aumentou desde o início do governo de Michel Temer, quando a Petrobras passou a acompanhar mais de perto as cotações internacionais do óleo; preço do produto nas refinarias já subiu 66,1% desde que o peemedebista chegou ao poder; "O gás de botijão é o principal combustível das famílias de baixa renda, que já vêm sofrendo também com o preço da energia", diz André Braz, economista da FGV; aumento do preço do gás também é fruto  da política de cortar subsídios concedidos na gestões petistas; o preço do produto ficou congelado durante 13 anos, entre 2002 e 2015.
247

7 de novembro de 2017

GOVERNO NUNCA SE COMPROMETEU DE FATO COM REFORMA PREVIDENCIÁRIA

TEMER SE DIZ SÓ E ABANDONA REFORMAS. BOLSA DESABA

REUTERS/Ueslei Marcelino
Numa clara demonstração de que já não detém apoio político no Congresso, Michel Temer afirmou nesta terça-feira, 7, que "sozinho", seu governo não conseguirá aprovar a reformulação do sistema previdenciária brasileiro; "Vou insistir, vou me empenhar, mas concordo que, sozinho, o governo não tem condições de aprovar a reforma da Previdência", disse Temer ao blog do jornalista Valdo Cruz; reconhecimento de Michel Temer sobre a reforma da Previdência ocorre dias depois de o PSDB, seu principal apoiador, cobrar desembarque do governo e entrega dos cargos; fim de Temer derrubou o Ibovespa, que registra queda de 2,07%, aos 72.774 pontos   .]
247

Prefeita Rafaela e o vice Elias voltam aos cargos por decisão do TSE


O advogado de Rafaela, Eric Pereira, conseguiu reverter o que era impossível. O ministro do Supremo Tribunal Eleitoral, Napoleão Maia cassou a decisão do TRE-RN que tinha cassado  Rafaela e Elias.
Essa decisão usada pelo magistrado, diz que não pode haver obstáculo ao exercício do mandato por causa da soberania popular..

PS. Isso pode?

Obra atrasada e ainda assim Água Nova fica sem Espaço!

Vale acrescentar que os verbos “ir” e “vir”, entre outros que indicam a ideia de movimento, apresentam a regência de “chegar”.  AguaNova ou  Água     Nova! Cadê?  Sejam Bem-vidos?

Presidente do TST defende que corpo de pobre vale menos que o do rico

Michel Temer e o presidente do Tribunal Superior do Trabalho Ives Gandra da Silva Martins Filho. Foto: Marcos Corrêa/PR

''Não é possível dar a uma pessoa que recebia um salário mínimo o mesmo tratamento, no pagamento por dano moral, que dou para quem recebe salário de R$ 50 mil. É como se o fulano tivesse ganhado na loteria.''
A frase é do ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, presidente do Tribunal Superior do Trabalho, em entrevista a Laís Alegretti, na Folha de S.Paulo desta segunda (6).
Ele se refere à mudança aprovada na Reforma Trabalhista de Michel Temer que limita o valor de uma indenização a 50 vezes o ultimo salário contratual do ofendido, ainda que se trate de um dano grave.
O ministro diz que ''às vezes, é por uma brincadeira de mau gosto que se aplica a indenização por dano moral''. Mas esse tipo de dano não inclui apenas assédio, mas também perdas de parte do corpo, amputadas por acidentes no serviço. O que acontece desde o trabalho de derrubada de floresta na expansão da fronteira agrícola na Amazônia até o processamento de carne em grandes frigoríficos no Centro-Sul do país.
Eu não diria que uma pessoa que perde uma mão ou uma perna, fica impossibilitada de andar ou é condenada a tomar morfina pelo resto da vida devido às graves e permanentes lesões causada pelo esforço repetitivo na linha de produção ganhou na loteria. Mas há quem acredite que estar na cúpula do Judiciário, tendo acesso a um rosário de benefícios que o cargo traz, sim.
Questionado se é justo que duas pessoas que sofreram o mesmo dano recebam indenizações diferentes, ele se justificou dizendo que ''o juiz é que vai estabelecer a dosagem'', podendo equalizar as compensações. ''Se a ofensa é a mesma, a tendência será, para o trabalhador que ganha muito, jogar o mínimo, e o que ganha pouco, jogar para o máximo."
blogdosakamoto

6 de novembro de 2017

A imagem do dia


Direto do Facebook

Nenhum texto alternativo automático disponível.

GOLPE CRIOU MAL-ESTAR E FEZ BRASILEIROS TEREM VERGONHA, DIZ BRESSER

O ex-ministro da Fazenda Luiz Carlos Bresser-Pereira afirmou que o golpe que destituiu Dilma Rousseff gerou um mal-estar profundo na sociedade brasileira, que produziu, além da recessão econômica e da ilegitimidade do presidente da República, uma profunda vergonha dos cidadãos em relação ao País; "O impeachment de Dilma Rousseff será para sempre uma mancha na história do Brasil. Para que fosse realizado, uma quadrilha de políticos convidou ideólogos para escreverem um plano de governo neoliberal, que foi o passe para garantir o apoio das elites financeiro-rentistas, da classe média tradicional e do partido político que as representa .
247

5 de novembro de 2017

O Rock do Golpe

DELATOR IMPLODE DE VEZ O PMDB DO RIO DE JANEIRO

Uma nova delação acaba de enterrar de vez os principais nomes do PMDB no Rio de Janeiro; além do ex-governador Sergio Cabral e do atual, Luiz Fernando Pezão, as revelações atingem diretamente o ex-prefeito Eduardo Paes, provável candidato ao governo do Estado em 2018, e um de seus principais aliados, o deputado federal Pedro Paulo; declarações foram feitas pelo marqueteiro Renato Pereira, responsável por campanhas de peemedebistas vencedoras de 2008 a 2014; ele afirma que recebia dinheiro vivo em malas e sacolas de emissários do partido e representantes de empreiteiras; delação está em fase de homologação no gabinete do ministro do STF Ricardo Lewandowski

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !