9 de setembro de 2017

Direto do Facebook : Era uma vez...

Era uma vez... Um rei que não tinha herdeiros e decidiu escolher seu sucessor entre o povo. Para isso, bolou um desafio e convidou todos os que quisessem a participar. Quem resolvesse o problema proposto, levaria o trono. Os candidatos eram recebidos um de cada vez numa sala pelo rei, e de lá saíam intrigados e frustrados. É que na sala havia apenas uma mesa de centro com um valiosíssimo, riquíssimo e caríssimo vaso chines. 
O rei apontava para este vaso e dizia: "Este é o problema". Sem entender nada, uma multidão de pessoas se retirava de lá sem entender que resposta o rei pretendia ouvir, porque em vão buscavam alguma letra ou número ou enigma na estampa carregada de pedras preciosas.
Até que um dia (toda história tem isso)... um homem entrou na sala, o rei apontou para o vaso e repetiu como sempre: "Este é o problema".
Sem titubear, o candidato retirou a espada da adaga e decepou com um só movimento o riquíssimo vaso, deixando-o em cacos no chão.
O rei o pegou pela mão, levou-o para a sacada e anunciou a todos que ali estava o novo rei.
MORAL DA HISTÓRIA: Se você tem um problema, não fique tentando decifrar detalhes e se perdendo em análises. Elimine-o.
É como eu vejo o golpe.
Dane-se Moro, dane-se Temer e todas as abominações que fazem. Se a gente derruba o golpe, eliminamos todos os problemas e um só contragolpe.
Tudo é questão de FOCO.

Ou Geddel entrega o chefe da quadrilha ou vai mofar na cadeia

:
"A julgar por sua primeira experiência em que a sua choradeira ao juiz lembrou a de Tiago Silva nos 7 a 1 ele não vai aguentar muito tempo sem abrir o bico. Eu, os procuradores, toda a PF, o diretor atual e o futuro sabem que ninguém é corrupto sozinho, a corrupção é um crime no qual só se obtém sucesso do tamanho que ele obteve trabalhando em quadrilha", diz o colunista Alex Solnik sobre os próximos dias de Geddel Vieira Lima, parceiro de Michel Temer; "Ele vai ter que explicar direitinho não só quem faz parte da sua quadrilha – se é que precisa. E Temer pensou que seu inferno astral tinha terminado depois do autogrampo de Joesley", diz Solnik 

8 de setembro de 2017

TRÊS OPERADORES DE TEMER QUE CONSTRUÍRAM O GOLPE CONTRA DILMA ESTÃO PRESOS

Pouco a pouco, o golpe de 2016, que destruiu a imagem e a economia do Brasil, vai terminando na cadeia; nesta sexta-feira, o mais boquirroto dos golpistas, Geddel Vieira Lima, foi preso após a descoberta de seu bunker com R$ 51 milhões em propinas; Eduardo Cunha, que acolheu a peça fraudulenta formulada pelo PSDB, está prestes a completar um ano em Curitiba; Henrique Eduardo Alves, o primeiro ministro a trair a presidente Dilma Rousseff, já superou três meses na cadeia; outros dois operadores de Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures e Tadeu Filipelli, também foram presos, mas conseguiram sair; ao lado de Temer, que já foi denunciado por corrupção e será por obstrução judicial, restam aqueles que respiram por aparelhos, graças ao foro privilegiado. 247

Prefeituras recebem hoje parcela do FPM de Setembro

Image result for FPM de Setembro
As prefeituras recebem, hoje, o repasse do 1º decêndio do mês de setembro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor será de R$ 2.128.554.107,33, já descontada a dedução do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa que, em valores brutos, isto é, incluindo a dedução do Fundeb, o montante repassado será de R$ 2.660.692.634,16.

GEDDEL, BRAÇO DIREITO DE TEMER, É PRESO PELA PF


A Polícia Federal prendeu o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), braço direito de Michel Temer na arrecadação e distribuição de propina no PMDB; a PF chegou ao prédio de Geddel, no bairro Jardim Apipema, em Salvador, por volta de 5h40, em dois carros, e ainda não saiu do local; decisão que a polícia está em mãos é da 10ª Vara Federal de Brasília, mas ainda está em sigilo; pedido acontece após a PF ter encontrado na terça (5) R$ 51 milhões em espécie escondidos em caixas e malas em um "bunker" ligado ao peemedebista, também em Salvador; foi a maior apreensão de dinheiro vivo da história do País.  brasil247-blogatromba

7 de setembro de 2017

Acusado de receber propina da OAS, o presidente do DEM Agripino tem o pedido negado pelo Ministro Barroso

O ministro Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido do senador e presidente nacional do DEM, José Agripino Maia (RN), para que se aguarde a delação premiada do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro antes que seja dado andamento a um dos inquéritos em que aparece na condição de investigado. Agripino acredita que a colaboração de Pinheiro trará esclarecimentos que o livrarão das suspeitas.
O parlamentar é acusado de receber propina da OAS para, em troca, ajudar politicamente a empreiteira na liberação de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) direcionados à construção da Arena das Dunas, em Natal.
Época – Marcelo Rocha - blogdomagno

Independência Fake direto do Face

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Joesley, um cavalheiro; gentleman

Frase de Joesley, na tal gravação, em conversa com seu diretor Ricardo Saud, referindo-se a uma senhora que participava das negociações entre o grupo e o MP: “Já falei para o Francisco (de Assis Silva, diretor jurídico da JBS), você tem até domingo para comer a (nome da senhora). Se não, eu é que vou comer. Francisco, é trabalho! Vou te dar até domingo que vem. Ou eu é que vou fazer o serviço. Um de nós tem de botar ela na cama”.
Por que o Ministério Público deixou a Polícia Federal fora do caso Joesley? Sem a Federal, a investigação foi falha – tanto que de repente surge um áudio de quatro horas que tira tudo do lugar. Por que Janot não iniciou processo contra o presidente Michel Temer, quando sugeriu que poderia estar envolvido com Joesley e Marcello Miller – e insinuou que o perdão aos irmãos Batista foi generoso demais?


Por que aceitou, sem reação, que Gilmar Mendes o chamasse de desqualificado? Por que aceitou premiar a delação de Joesley, quando a lei diz que chefe de quadrilha não pode ser beneficiado? Joesley admitiu ter subornado 1.820 políticos, mais procuradores, ministros e juízes Só pode ser chefe, jamais subalterno.
blogdomagno

6 de setembro de 2017

CONTAGEM TERMINA E PROPINA ATRIBUÍDA A GEDDEL SOMA R$ 51 MILHÕES

ABR / Divulgação
Braço direito de Michel Temer e responsável por todas as nomeações do governo que chegou ao poder no golpe de 2016, o ex-ministro Geddel Vieira Lima poderá se converter no maior corrupto já fisgado em investigações anticorrupção na história do Brasil – e talvez num recordista mundial; terminada a contagem da propina escondida num endereço atribuído ao político baiano, o valor atinge inacreditáveis R$ 51.030.866,40; quando caiu, em novembro do ano passado, Geddel escreveu ao "fraterno amigo" Temer;

5 de setembro de 2017

PEC que extingue coligações é aprovada na Câmara

Image result for PEC que extingue coligações é aprovada na Câmara
A Câmara dos Deputados aprovou, hoje, em primeiro turno a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que extingue as coligações partidárias e cria uma cláusula de barreira que tem como objetivo reduzir o número de partidos no país.
Como os deputados aprovaram o texto-base, ainda precisam votar os destaques (sugestões de mudanças ao projeto original) para concluir a análise da PEC. Segundo o presidente em exercício da Câmara, André Fufuca (PP-MA), a votação será na semana que vem.
Para ser enviada ao Senado, a proposta ainda terá ser aprovada em segundo turno na Câmara e analisada também em dois turnos pelos senadores.
O texto-base da PEC foi aprovado por 384 votos a 16. Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição, era necessário o apoio mínimo de 308 dos 513 deputados.

“O AÉCIO É UM BANDIDÃO” Diz JOESLEY

Rovena Rosa/Agência Brasil | Lula Marques/Agência PT
Em uma das gravações entregues à Procuradoria-Geral da República, os delatores da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud discutem quais autoridades deveriam ser gravadas por eles para dar consistência ao acordo de delação premiada que negociavam com o Ministério Público Federal; Joesley e Saud afirmam ter informações que comprometem o senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dos articuladores principais do golpe parlamentar de 2016; "Vamos pegar o Aécio também. Ele vai ficar chateado", diz Saud; embora Joesley considere Aécio um político de importância menor diante de alvos como Michel Temer, o empresário dono da JBS se justifica: "Ele ficou pequenininho... (risos). Não, nós vamos, só porque ele é bandidão mesmo. Você sabe que esse aqui, os outros vai ficar pequenininho, pequenas causas, não vai precisar" /www.brasil247.com

Malas de dinheiro prendidas hoje que seria usado por Geddel

A Polícia Federal encontrou, hoje, um "bunker" com milhares de notas em reais que, segundo a investigação, é usado por Geddel Vieira Lima, ex-ministro de Michel Temer.
A operação, nomeada de Tesouro Perdido, foi autorizada pela 10ª Vara Federal de Brasília.
Os valores apreendidos serão transportados a um banco onde será contabilizado e depositado em conta judicial.
Segundo a PF, após as últimas fases da Operação Cui Bono, foi possível chegar a um endereço, em Salvador, que seria utilizado para armazenagem de dinheiro.
Geddel foi preso no dia 3 de julho, mas conseguiu um habeas corpus para cumprir prisão domiciliar em sua casa, na capital baiana, situação em que se encontra ainda hoje.
Folha de São Paulo-blogdomagno

JOESLEY TENTOU GRAVAR CARDOZO PARA IMPLODIR STF

Leonardo Benassatto/Reuters | Ueslei Marcelino/Reuters
O empresário Joesley Batista foi orientado pelo ex-procurador Marcelo Miller a gravar o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo para tentar informações sobre ministros do Supremo Tribunal Federal; a ideia era atrair Cardozo para uma conversa em que os dois fingiriam interesse em contratá-lo para serviços advocatícios, e dependendo do conteúdo final, entregariam o áudio à Procuradoria Geral da República; ao que tudo indica, o Ministério Público tinha interesse em atingir ministros do STF, mas Cardozo não caiu na armadilha; o ex-ministro teria feito apenas declarações genéricas sobre os ministros e recusado pagamentos fora das vias regulares.

FACHIN E SUA BATATA QUENTE: SIGILO DOS ÁUDIOS SERÁ O PIOR DOS MUNDOS

Agência Brasil


"Deve ser conhecida nesta terça-feira a decisão do ministro-relator da Lava Jato no STF, Luiz Fachin, de manter sob sigilo ou divulgar os áudios em que os delatores da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud revelam condutas que podem levar à anulação do acordo de colaboração premiada.  Esta será a grande decisão do dia. A opção pelo sigilo trará o pior dos mundos. Como quatro ministros do STF foram citados, todo o Supremo estará sob suspeição", diz a colunista Tereza Cruvinel, que diz ainda que Temer farão a festa, subindo o fogo contra Janot.
 brasil247

4 de setembro de 2017

"Quero os nomes", diz Marco Aurélio a suspeita no STF


O ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta segunda-feira (4) que, para não deixar a corte sob suspeita, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, precisa dizer quais são os nomes sob suspeita de irregularidade nas tratativas da delação premiada dos executivos da JBS.
"Quero os nomes. Simplesmente dizer que há envolvidos deste ou daquele órgão não basta", afirmou Marco Aurélio à Folha.
"Não escutei o que doutor Janot, a quem respeito muito, disse. Vou ver no jornais, mas é preciso esclarecer."
Em pronunciamento à imprensa convocado de última hora, Rodrigo Janot afirmou que determinou abertura de investigação de indícios de omissão de informações sobre práticas de crimes no acordo de executivos da JBS.
O procurador-geral disse que só não divulgou os áudios até o momento —uma vez que o acordo da JBS não está sob sigilo— porque eles têm trechos que envolvem "direito à personalidade e à intimidade" de agentes da PGR e do STF. "Se [o áudio] não tiver que ser [entregue à imprensa] inteiro, que seja por decisão do Supremo", afirmou.
Questionado sobre quem é o agente do STF citado nas conversas, Janot respondeu apenas que ele "tem foro", sem especificar se se trata de um ministro.
No despacho, o procurador-geral afirma que o então procurador da República Marcelo Miller pode ter oferecido facilidades à J&F nas negociações da delação premiada.

Folha de S.Paulo – Letícia Casado

Jornalista Agride Nordestinos E Se Desespera Com Apoio A Lula E Derrocada De Moro E Do PSDB!


O desespero está cada vez maior entre os golpistas e a chamada “grande imprensa” que os acoberta nos meios de comunicação. Nesse particular, a senhora Eliane Cantanhêde, que faz propaganda partidária em vez de jornalismo no Estadão, demonstrou em editorial (Mal humor genralizado) de ontem (1) toda a sua agonia com o sucesso da caravana de Lula pelo Nordeste e a pesquisa da Ipsos que aponta a derrocada de Moro e de sua (dele) seletiva operação lava-jato. Cantanhêde chora também muito mal humorada o permanente declínio do PSDB.

clickpolitica

Novo aumento dos combustíveis entra em vigor à zero hora de 5 de setembro

Resultado de imagem para gif gasolina
O Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) da Petrobras autorizou o aumento de 0,1% no diesel e de 3,3% na gasolina, uma vez que o limite de variação de -7% a +7%, fixado pela política de preços para decisões da área técnica, foi atingido. O reajuste entra em vigor à zero hora de 5 de setembro de 2017. O grupo se reúne, no mínimo, uma vez por mês

DORIA REFORÇA TRAIÇÃO E ADMITE SAIR DO PSDB

LEON RODRIGUES/SECOM

O prefeito de São Paulo, João Doria, voltou a insinuar que é mais forte do que seu padrinho Geraldo Alckmin e, pela primeira vez, ameaçou deixar o PSDB para disputar a presidência da República; "Ao meu ver, sim. Se alguém tiver dúvida em uma pesquisa, que faça duas. Se tiver dúvida em duas, que faça três. Não ouvir o povo pode ser um erro fatal para o PSDB", diz ele, que tem aparecido com uma rejeição pouco menor do que a de Alckmin; sobre abandonar o ninho tucano, ele foi claro: "Não tenho intenção de mudar de partido, mas é sempre bom ouvir de outros partidos que você é bem-vindo. Não é só o PMDB e o DEM. Outros dois partidos tiveram a gentileza e a delicadeza de abrir as portas caso necessário"; Doria também abrandou seu discurso de ódio, que o aproximava de Jair Bolsonaro.

brasil 247

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !