27 de maio de 2017

Lula: prefiro perder dez eleições diretas do que ganhar uma indireta


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou a posição do PSDB que, após perder quatro eleições presidenciais e promover um golpe parlamentar no Brasil, agora sonha em conquistar o poder por meio de uma eleição indireta; “Prefiro perder dez eleições diretas do que ganhar uma indireta”, disse ele, durante encontro com juristas, promovido pelo PT; desde que Michel Temer se tornou inviável, o PSDB já lançou nomes como Tasso Jereissati, Geraldo Alckmin e o próprio ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para a vaga de Temer, numa disputa indireta – Lula defende diretas; no mesmo encontro, ele também falou pela primeira vez sobre as delações da JBS; Lula chamou o empresário Joesley Batista de "bandido" e criticou os benefícios que ele obteve, que considerou um "escárnio"

26 de maio de 2017

Beira Mar condenado a 300 anos já está no Presídio em Mossoró



Um forte esquema de segurança foi montado para a transferência do preso Fernandinho Beira, do Presidio Federal de Rondônia para a Unidade de Mossoró.
Segundo informações, o avião conduzindo o traficante mais perigoso do pais pousou por volta de meia noite de ontem para hoje, 26, no Aeroporto de Aracati, no estado do Ceará, cerca de 100 km de Mossoró.
Fernandinho Beira Mar, condenado há mais de 300 anos de cadeia, chegou a Mossoró já na madrugada de hoje.

Do Câmera

JBS usava contratos com o Ibope para fazer repasses a Renan, diz delator


JBS usava contratos com o Ibope para fazer repasses a Renan, diz delator
Foto: Agência Senado
O ex-executivo da JBS, Ricardo Saud, afirmou em depoimento de delação premiada que a companhia utilizou contratos simulados com o instituto de pesquisa Ibope Inteligência em 2014 para repassar propinas ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e ao ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, Saud informou que a empresa deu R$ 35 milhões à cúpula do PMDB no Senado, dos quais R$ 10 milhões. Os valores teriam sido distribuídos por meio de doações oficiais a diretórios do partido, usando notas fiscais frias e repasses em dinheiro vivo. A JBS seria uma das empresas que emitiu as notas; a outra é a GPS Comunicação. O ex-executivo apresentou à Procuradoria Geral da República (PGR) uma nota fiscal datada de 21 de julho de 2014, no valor de R$ 300 mil. "[O Ibope Inteligência] fazia pesquisa para ele [Renan] e eles pagavam com essas propinas. O Ibope recebia propina. Nunca fez serviço para o grupo [JBS]", afirmou. O esquema envolvia uma estratégia para ocultar a operação. "Inclusive, eles mandavam para mim um contrato e um punhado de pesquisas, e falavam: "Você arquiva isso aí direitinho, e se amanhã acontecer alguma coisa, você mostra isso aí", contou, para acrescentar. "Nunca fez pesquisa para mim. Pegava uma pesquisa nacional lá 'x' e queria pôr no contrato da gente".

25 de maio de 2017

Vídeo desmascara a verdadeira identidade dos Black-Blocs



Estarrecedor: Vídeo mostra que falsos Black Blocs eram, na realidade, agentes provocadores que se infiltraram no meio da população para justificar a pecha de vandalismo da multidão veiculada pela mídia e permitir o uso de força contra todos.

Fuga de 91 presos na madrugada dessa quinta-feira em Paranamirim RN



A Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) informou que a fuga que aconteceu na madrugada desta quinta-feira 25, por volta das 4h, na Penitenciaria Estadual de Parnamirim (PEP), na Grande Natal, registrou 91 presos foragidos. Até o momento, os agentes policiais conseguiram recapturar nove detentos. Esta foi a maior fuga já registrada na história do sistema prisional do Rio Grande do Norte.
Os 91 presos, que ainda não tiveram seus nomes liberados, escaparam por um túnel de aproximadamente 30 metros. A Sejuc determinou abertura de investigação para apurar se houve facilitação interna para a fuga dos detentos. A PEP tem capacidade para abrigar 436 detentos, mas confina, na verdade, 589 presos, sem contar os que fugiram nesta madrugada.
Com a descoberta da fuga dos 91 detentos, a direção da PEP pediu reforço para a segurança na área externa da prisão. O novo auxílio foi o que garantiu que oito dos 91 fossem recapturados ainda nas imediações da região. Ainda de acordo com a Polícia Militar, pelo menos dois carros e uma motocicleta foram flagrados ajudando no “resgate” dos presos, que trocaram de roupa durante o processo para dificultar a identificação. Esta foi a segunda vez em 2017 que a PEP registrou fuga de presos. No dia 7 de janeiro, uma semana antes da crise que eclodiria em Alcaçuz, 14 detentos fugiram por um buraco escavado no pé do muro da prisão.

OAB pede impeachment de Temer por omissão e quebra de decoro

Gilmar Felix/Câmara dos Deputados
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) protocolou pedido de abertura de processo de impeachment contra o presidente Michel Temer por entender que ele se omitiu diante de crimes relatados pelo empresário Joesley Batista numa conversa que tivera e que quebrou o decoro do cargo ao reunir-se com um investigado tarde da noite e fora da agenda; pedido foi assinado por 25 das 27 seccionais da entidade; "Ao se omitir de prestar informações, as quais chegaram a seu conhecimento pelo cargo que exercia, o excelentíssimo senhor presidente da República Federativa do Brasil teria incidido em ato ilegal, vez que, como servidor público, exigi-se-lhe conduta condizente com os princípios que regem a administração", diz a OAB.

brasil247

Oposição sai do Congresso e base do governo aprova MP sobre regularização de terras

 
Depois que os deputados deixaram o Congresso, o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) chegou a encerrar a sessão do Plenário, mas iniciou outra extraordinária com sete medidas provisórias na pauta.

Ver a matéria completa acesse: /www.brasildefato.com.br

Ontem (24) em Água Nova/RN teve o segundo dia de passeata após o parecer do MPE pela cassação da prefeita RAFAELA!

Resultado de imagem para oposição faz carreata em agua  nova
 Foto ilustrativa
Na noite de ontem (24), populares saíram as ruas de Água Nova em comemoração ao parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE)  que foi favorável à cassação da prefeita e do vice-prefeito de Água Nova, Iomaria Rafaela Lima de Souza Carvalho e Elias Daniel.  Logo  que saiu a divulgação do MPE foi realizada uma  passeata e carreata pelas ruas de Água Nova com cartazes de  "Fora Rafaela" Fora Temer".

Janot abrirá novo inquérito contra Temer por esquema nos portos

Mais um esquema de corrupção envolvendo Michel Temer e o deputado afastado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) — o homem da mala do peemedebista, flagrado recebendo R$ 500 mil da JBS por indicação de Temer — será investigado pela PGR (Procuradoria-Geral da República); Rodrigo Janot deve pedir a abertura de um novo inquérito contra dupla; agora, a suspeita é de tráfico de influência para beneficiar a Rodrimar, empresa que opera no porto de Santos e foi alvo de buscas da Polícia Federal na semana passada; Temer foi gravado quando dava informações ao aliado sobre um decreto que ele assinaria seis dias depois; a medida beneficiaria concessionárias de portos, que tiveram suas concessões renovadas por 35 anos, sem licitação; a conversa interceptada pela PF ocorreu em 4 de maio, quando Loures ligou para o Planalto e foi atendido por Temer. O telefone do deputado afastado estava grampeado com autorização judicial.

24 de maio de 2017

Aécio entrega passaporte e é notificado sobre prisão

Edilson Rodrigues/Agência Senado
O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) não pode mais viajar para fora do Brasil; investigado por corrupção e lavagem de dinheiro, ele teve que entregar seu passaporte ao Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira 24; Aécio também foi notificado sobre o pedido de prisão formulado pela procuradoria-geral da República e ganhou prazo de 15 dias para se manifestar antes da decisão do plenário da corte; depois que foi derrotado nas eleições presidenciais de 2014, Aécio decidiu incendiar o País – "só para encher o saco", como disse num grampo com o empresário Joesley Batista; ao não aceitar o resultado eleitoral e se aliar a Eduardo Cunha, condenado a 15 anos de prisão, para provocar instabilidade econômica e, assim, lograr êxito no golpe, Aécio atirou o Brasil na maior crise de sua história; nesta quarta, Michel Temer, também investigado por corrupção, convocou o Exército.

brasil247

Polícia reprime ato contra reformas e por diretas

 Resultado de imagem para Polícia reprime ato contra reformas e por diretas
Ato que leva cerca de 150 mil pessoas a protestarem por eleições diretas, pelo Fora Temer e contra as reformas propostas pelo governo federal vem sofrendo repressão da Polícia Militar em Brasília; agentes jogaram bombas de gás lacrimogêneo e efeito moral, que atingiram inclusive parlamentares, e usaram spray de pimenta contra os manifestantes, que caminhavam pacificamente pela capital federal; caravanas de todas as regiões do País, convocadas pelas principais centrais sindicais, marcham até o Congresso Nacional para pressionar os parlamentares pela suspensão da tramitação das reformas da Previdência e Trabalhista; confira a ação violenta da PM nos vídeos

Parlamentares enfrentam a polícia e ocupam a frente do Congresso.

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas em pé, terno e atividades ao ar livre

Direto do facebook de Mara Fuseto

Temer já foi avisado por aliados de que tem os dias contados no Planalto

REUTERS/Ueslei Marcelino
A queda de Michel Temer já é tratada como certa por sua própria base aliada, que já fez chegar esta avaliação ao Planalto; sob liderança do PSDB, partidos que apoiam o governo já articulam a sucessão do peemedebista, de modo a manterem a influência com o próximo presidente; pelo roteiro elaborado até aqui, sujeito a revisões dada a imponderabilidade da crise, como o peemedebista resiste em renunciar na esteira da delação da JBS na Operação Lava Jato, a solução será contar com a cassação da chapa eleita em 2014 pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral); nas cúpulas partidárias que costuram o pós-Temer, dois nomes ganham força em caso de pleito indireto : Nelson Jobim (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB).

23 de maio de 2017

Ministério Público Eleitoral defende cassação da Prefeita e do Vice de Água Nova.


O Ministério Público Eleitoral (MPE) emitiu parecer favorável à cassação da prefeita e do vice-prefeito de Água Nova, Iomaria Rafaela Lima de Souza Carvalho e Elias Raimundo de Souza, respectivamente, por compra de votos e abuso de poder econômico e político. Os dois foram reeleitos em 2016 e são alvo de duas ações de investigação judicial eleitoral (AIJEs), uma impetrada pelo MP Eleitoral e outra pela coligação adversária. 
De acordo com o parecer do procurador regional Eleitoral, Kleber Martins, a compra de votos (captação ilícita de sufrágio, artigo 41-A da Lei 9.504/97) se concretizou através da entrega e promessa de materiais de construção, empregos, dinheiro em espécie, carrinho de bebê, óculos, terrenos e emplacamentos de veículos.

Em uma busca e apreensão, autorizada pela Justiça e promovida na véspera da votação, a Polícia Federal encontrou faturas de energia elétrica de eleitores na casa da candidata a prefeita, além de cadernos com nomes dos eleitores acompanhadas dos respectivos pedidos. As investigações apontaram ainda a distribuição de camisetas padronizadas a diversos cidadãos, para participação nas mobilizações políticas dos investigados.

O abuso de poder econômico e político (artigo 22 da Lei Complementar 64/90), reforça o parecer, se configurou a partir do repetido "emprego desmedido de recursos materiais, inclusive com uso da Prefeitura como verdadeiro cabide de emprego", o que afetou a normalidade e legitimidade das eleições. As condutas irregulares praticadas pelos réus causaram desequilíbrio no resultado das urnas, tendo em vista também que Água Nova - município localizado a mais de 400km de Natal, na região do Alto Oeste – conta com apenas 2.500 eleitores, aproximadamente, e registrou uma diferença de somente 218 votos entre as duas chapas que concorreram.

Sentença

Em primeira instância, o juiz eleitoral Osvaldo Cândido de Lima Júnior promoveu o julgamento conjunto das duas AIJEs e cassou os diplomas e, em consequência, os mandatos de Rafaela e Elias; declarou a inelegibilidade dos mesmos e a de Francisco Iromar Carvalho (pai da prefeita) por oito anos, a partir do trânsito em julgado ou de decisão colegiada da Justiça Eleitoral; além de aplicar multa de 25 mil Ufirs aos três.

O MP Eleitoral defende em seu parecer a manutenção dessa sentença e reforça que o juiz de primeira instância se baseou "em vários documentos e (…) em depoimentos, que aliás harmonizaram-se com o que se extraía dos escritos" nos cadernos apreendidos. Em sua sentença, o magistrado cita que Rafaela admitiu que os registros foram feitos de seu próprio punho.

Algumas das pessoas citadas nos cadernos foram ouvidas pela Justiça e confirmaram que os candidatos à reeleição prometeram bens, empregos ou dinheiro em espécie em troca dos votos, sendo que nem todas as promessas foram cumpridas. "Toda a documentação apreendida, quando aliada aos depoimentos testemunhais, na verdade, comprova a organização de um esquema de compra de votos em favor e pela então candidata à reeleição", conclui o procurador Kleber Martins.
Confira mais informações do site do MPF/RN, clicando AQUI
 
politicapauferrense

PGR anexa grampos de Reinaldo Azevedo com Andrea Neves em inquérito e colunista anuncia demissão da Veja

Em grampo, Reinaldo Azevedo chama reportagem da Veja de 'nojenta' e critica Janot para irmã de Aécio. Jornalista diz que divulgação de conversa com fonte fere garantia constitucional de sigilo da fonte. "Andrea estava grampeada, eu não. A divulgação dessa conversa me tem como foco, não a ela".

/www.buzzfeed.com

Amanhã dia 24 de maio Movimentos ocuparão Brasília


 
 
As ruas de Brasília serão ocupadas, amanhã quarta-feira (24), pelo povo brasileiro em defesa de eleições diretas para a Presidência da República e pelo “ Fora Temer”. Inicialmente convocada para barrar os desmontes da Previdência e dos direitos trabalhistas, a mobilização ganhou novos contornos após as explosivas denúncias contra o golpista Temer.

Trecho que ficou de fora da gravação de Joesley com Temer era sobre mulheres

Em um dos trechos editados, a conversa entre Joesley Batista e Michel Temer girou sobre mulheres.
O dono da JBS retirou essa parte para se proteger — e, não evidentemente, proteger a relação do presidente com Marcela Temer. Dos 50 minutos de gravação, 38 são conhecidos.

Forum

Temer pode renunciar se tiver garantia de que não será preso


REUTERS/Ueslei Marcelino
Cada vez mais acuado diante do tsunami de evidências de corrupção e sem condições de governabilidade, Michel Temer já negocia com seus principais aliados uma solução que lhe permita renunciar à Presidência, mas com garantias de que não irá para a prisão; sem condições de governar, Temer só não renunciou até agora porque precisa do foro privilegiado para não ir parar no xilindró; o peemedebista já teria concordado com a ideia, e opções como indulto ou pedido de asilo foram discutidas nas últimas horas; entre os articuladores estão José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, Romero Jucá e Renan Calheiros .

247

22 de maio de 2017

A Publicidade federal na Veja cresce 490%

 

Ser liberal com dinheiro público é uma maravilha! A revista Veja passou a ser a publicação impressa que mais recebe dinheiro do governo federal, superando todos os jornalões e revistas, incluindo Folha, Globo e Estadão. Nos últimos 12 meses, a Veja recebeu R$ 3,24 milhões da Secom, aumento de 490% sobre o ano anterior. Os valores não contabilizam as estatais, o que poderia multiplicar o montante por três ou quatro vezes. Definitivamente não houve ajuste fiscal na Secom, o órgão do governo que cuida da publicidade federal.

ocafezinho

A Mala com R$ 500 mil entregue a Rocha Loures está desaparecida

Mala com R$ 500 mil entregue a Rocha Loures está desaparecida
Deputado Rodrigo Rocha Loures | Foto: Brizza Cavalcante/ Câmara dos Deputados

A mala com R$ 500 mil de dinheiro da JBS recebido pelo deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) está desaparecida. Segundo a Folha de S. Paulo, a bolsa não foi localizada desde a última quinta-feira (18), quando a Polícia Federal deflagrou uma operação com base nas delações de executivos do frigorífico. O parlamentar foi filmado pela Polícia Federal se encontrando em uma pizzaria com Ricardo Saud, lobista e delator do frigorífico, para receber o dinheiro. Nas imagens, feitas a partir de uma ação controlada - planejada para flagrar delitos –, Loures foi flagrado carregando a bolsa, às pressas, após sair do estabelecimento. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o pagamento era por uma ajuda prometida pelo deputado para defender os interesses da empresa no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). As primeiras investigações apontam que a mala teria sido levada para a casa do pai do deputado, em um primeiro momento. Ao contrário da bolsa entregue a Frederico Medeiros, primo de Aécio Neves, a de Loures não tinha chip para identificar a localização. Na gravação feita por Joesley Batista, Michel Temer cita Loures como seu homem de confiança e com quem o empresário poderia tratar “tudo”. O MPF suspeita que o presidente tenha sido também um dos destinatários da propina.

Filho de envolvido em delação da JBS morre em acidente na BR-262


O empresário Eduardo Chramosta, 37 anos, morreu por volta das 10h na manhã deste domingo (21) em acidente na BR-262 , no município de Terenos, a 25 quilômetros de Campo Grande. A caminhonete onde ele estava teria capotado.

O pai da vítima, o economista Paulo Pavel Chramosta, é dono do frigorífico Buriti Comércio de Carnes, de Aquidauana, citado na delação da empresa JBS por envolvimento em esquema de propina na Operação Lava Jato.

O acidente aconteceu no KM 416 da rodovia e ele estava sozinho. O veículo em que Eduardo estava, uma Hilux preta com placas de Aquidauana, ficou completamente destruído. A Polícia Rodoviária Federal, que atendeu a ocorrência, mas a corporação não detalhou as circunstâncias do acidente, nem se havia outros veículos envolvidos.

Eduardo foi candidato ao cargo de vereador pelo municípío de Anastácio em 2012, pelo PSDB, nas eleições de 2012.



O frigorífico Buriti está sendo alvo das investigações da Operação Lava-Jato depois que delação premiada dos irmãos Joesley Batista e Wesley Batista, sócios-proprietários da JBS, denunciou a emissão de notas falsas por empresas de Mato Grosso do Sul.

O esquema, anunciado nesta semana, caiu como uma bomba no meio político e empresarial. O frigorífico Buriti teria emitido R$ 12,9 milhões de notas frias pela compra de gado ou carne bovina para justificar o pagamento de propina em troca de incentivos fiscais.
 
Campo Grande News

A infelicidade de Garibaldi Filho publicada em seu twitter

Temer desafia o Brasil e diz: se quiserem, me derrubem

Beto Barata/PR
Rejeitado por 92% dos brasileiros, Michel Temer virou um trambolho para o País; depois de conspirar contra a presidente legítima Dilma Rousseff, usurpar o poder e ser flagrado cometendo vários crimes, pelos quais será denunciado pela Procuradoria-Geral da República, ele diz que não renuncia; em entrevista, Temer diz que não vai sair do poder; "Se quiserem, me derrubem", desafia; o peemedebista disse ainda que recebeu Joesley Batista sem saber que o empresário era investigado; Temer insinuou também que o PSDB é seu refém e não conseguirá se libertar dele, reiterando que o apoio dos tucanos segue até 2018; sobre Rodrigo Rocha Loures, flagrado recebendo uma mala de R$ 500 mil em nome dele, Temer avaliou que ele é de "boa índole". 
brasil247

21 de maio de 2017

Dilma demitiu “operador de propinas” de Temer, segundo a JBS

Na delação ao Ministério Público Federal, Joesley Batista, dono da JBS, revelou que Michel Temer lhe pediu que pagasse uma mesada de R$ 100 mil ao ex-ministro da Agricultura de Dilma Rousseff, Wagner Rossi; indicado por Temer ao cargo e acusado de uma série de irregularidades no comando da Agricultura, Rossi foi demitido em agosto de 2011 pela presidente Dilma Rousseff; segundo Joesley, o valor teria sido pago pela JBS por um ano. O executivo relata que Temer fez o pedido em benefício de Rossi após ele deixar a Esplanada em 2011; foi o primeiro embate de Dilma com Michel Temer; a conspiração para derrubá-la cresceu quando Dilma reduziu o contrato da Petrobras com a Odebrecht, que rendeu propina de US$ 40 milhões a Temer e seu grupo, e chegou ao ápice com a demissão de Moreira Franco, o "Angorá" que Dilma não deixou roubar na Aviação Civil

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !