13 de junho de 2015

"Faremos o possível e o impossível para o Brasil voltar a ter uma inflação estável", diz Dilma ao Jô

Em entrevista ao apresentador Jô Soares, gravada na tarde de sexta-feira, no Palácio da Alvorada, e exibida já na madrugada de sábado (13) pela TV Globo, a presidente Dilma Rousseff ressaltou a produção de petróleo no pré-sal no país, falou sobre a Petrobras, promessas de campanha e ajuste fiscal. Também conversou sobre a situação da saúde e os cortes no orçamento na área de educação. 
De acordo com a presidente, foi preservado o que era estratégico na pasta. Dilma também fez uma espécie de prestação de contas do mandato e destacou a luta pela democracia.
A entrevista começou com a presidente relembrando que lia a Bíblia na época em que ficou presa durante a ditadura e não tinha acesso a outros livros, para em seguida falar de promessas de campanha, crise financeira, seca, ajuste fiscal e sobre o lançamento do programa de concessões, na última semana.
"Eu ainda tenho um mandato (para cumprir as promessas de campanha). Estamos no sétimo ano da crise. Vamos fazer o Brasil crescer e continuar a política de distribuição de renda. Utilizamos tudo que podíamos (para evitar a crise). O orçamento da União bancou a redução de imposto para reduzir o desemprego anos atrás e ampliamos o crédito, financiamos bem de capital, financiamos segmentos econômicos, investimentos em infraestrutura, tudo as custas do tesouro", disse a presidente.
No segundo bloco, um dos tema foi a inflação, quando a presidente destacou que o ajuste fiscal deve ser feito o mais rápido possível para que a crise diminua:. 
"Faremos o possível e o impossível para o Brasill voltar a ter uma inflação estável dentro da meta", disse.
Dilma ressaltou ainda que a situação financeira do país é momentânea e que o Brasil está "momentaneamente doente". Outro tema do bloco foi a Petrobras. O apresentador questionou se a presidente sabia que havia "algo de podre no reino do petróleo" para Dilma ter mudado parte da diretoria em 2012.
"Não eram pessoas da minha confiança e eu coloquei uma diretoria da minha confiança. A Petrobras não pode ser confundida com atos de poucos funcionários. Ela virou a página e com certeza será uma das empresas mais lucrativas nessa área", respondeu a presidente.
Jô questionou a presidente sobre o controle de gastos e investimentos e Dilma contou que o controle é digitalizado e citou o repasse do governo federal aos municípios para o investimento em creches.
"No Brasil, todo dinheiro tem que ser acompanhado ou será destinando desnecessariamente naquele momento. Quando repassamos o dinheiro, o prefeito tem que fazer uma foto da creche em que vai ser investido e enviar pra nós. Teve um caso que o prefeito enviou a foto de uma mesma creche quatro vezes. Descobrimos porque o cachorro que estava na frente da creche era o mesmo", falou.
Dilma encerrou o programa falando que o Brasil tem tudo para ser o país da diferença.
"Todo mundo quer conversar com o Brasil sobre as mudanças do clima. Aprovamos uma lei que reduzirá 36% do gás do efeito estufa até 2020. Me esforço todo santo dia pra estar a altura do que deve ser feito para nós. O Brasil reduziu de forma drástica a pobreza, deu um salto em infraestrutura. Ninguém pode dizer que os aeroportos são como eram, nós estamos passando dificuldade, mas não podemos deixar de olhar para trás", exemplificou.
Sobre ser pavio-curto
Eu tenho uma imensa capacidade de resistir. Aprendi a resistir na cadeia, aguentar sabendo que uma hora passa. Eu sou uma mulher dura no meio de homens meigos. Não posso ser uma mulher mole.
Sobre críticas
Jô questionou a se a presidente ainda lê jornais e como se sente quando sai uma crítica a seu respeito. 
Eu leio. Presidente tem que conviver com isso. Acho que eles (jornais) exageram um pouco (nas críticas). Quando eu era uma pessoa normal (antes da presidência), ficaria muito incomodada com as críticas, mas hoje não levo para o lado pessoal. Em  algumas horas eu fico bastante triste. Ninguém é de ferro.
Saúde
Na metade dos anos 2000 nós perdemos a CPMF e tivemos que buscar soluções. O tratamento de saúde começa com a atenção básica. Nós tínhamos uma das piores relações entre pessoas e médicos. O programa Mais Médicos teve muita reação contrária, mas hoje temos médico em toda a Amazônia. Você têm médico no interior de todas as cidades. Agora falta no Brasil especialidades. Queremos focar em ortopedia, cardiologia e oftalmologia.
Cortes no MEC
Cortamos o que não vai comprometer a estratégia de pátria educadora. Tivemos um aumento muito grande no acesso à universidade, com um sistema único que o Sisu que é feito pelo Enem. Duplicamos o número de estudantes que fazem universidade pública. No ensino técnico, pelo Pronatec, fizemos uma parceria com o Senai, o Senac, o Senat e o Senar e formamos 8 milhões de pessoas, sendo 52% mulheres.
no minuto.com

12 de junho de 2015

CBF aprova mudanças profundas no estatuto

Mudanças foram discutidas em 3h de debate e todas as mudanças foram ropostas pelo presidente da CBF.


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou, nesta quinta-feira (11), a Assembleia Geral Extraordinária com os presidentes de todas as 27 federações de futebol do Brasil. O principal objetivo do evento foi a votação de alterações no Estatuto da CBF.

O presidente da Federação Tocantinense de Futebol (FTF), Leomar Quintanilha, foi escolhido pelos colegas para presidir a Assembleia Geral, e liderou os trabalhos. Por isso, ocupou a cadeira principal da Sala das Federações, no 4º andar da sede da CBF.
A reunião contou com a participação de 47 pessoas, entre dirigentes estaduais, vice-presidentes e diretores da CBF.
Todas as mudanças estatutárias propostas pelo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, foram aprovadas pelos membros da Assembleia, em três horas de diálogo e debate. 

Confira todas as mudanças.

11 de junho de 2015

Câmara reduz idade mínima para se eleger deputado, governador e senador

CAMARA-IN-TP
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (11), por 337 votos a 73, proposta que reduz para 18 anos a idade mínima para a eleição de deputados federais, estaduais e distritais. 
O texto aprovado é uma emenda apresentada à proposta de reforma política em análise no Plenário (PEC 182/07 e apensados). Atualmente, a idade mínima para eleição de deputados é 21 anos.

Leia mais em http://www.nominuto.com
 
 

INSS ainda poderá abrir concurso com mais de 4 mil vagas

             

Os  interessados em conquistar um cargo no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) devem intensificar os estudos e se preparar para a prova. Aguardando decisão desde 2014, o pedido do INSS continua em tramite no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

O documento solicita a abertura do concurso público com 4.730 vagas, sendo 2.000 para o cargo de técnico do seguro social, 1.580 para analista do seguro social e 1.150 para perito médico previdenciário.

Pedido de vista adia votação da PEC da redução da maioridade penal



Tumultos marcaram a apresentação em comissão especial do relatório sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC) que prevê a redução da maioridade penal, e um pedido de vista coletivo adiou a votação da PEC para a próxima quarta-feira (17).
A votação pelo Plenário da Câmara está prevista para o dia 30 deste mês. Tanto na comissão especial quanto no Plenário, a votação deverá ser fechada, sem acesso ao público.
O relator da comissão especial, deputado Laerte Bessa (PR-DF), apresentou substitutivo sobre as propostas (PEC 171/93 e 36 apensadas) que tratam do tema. Em seu texto, Bessa reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, mas prevê um referendo, nas próximas eleições (2016), para que a população confirme ou não a mudança na Constituição.
Segundo a proposta apresentada por Bessa, os maiores de 16 e menores de 18 anos devem cumprir as penas em locais separados dos adultos, com objetivos voltados para a educação e a ressocialização.

10 de junho de 2015

Servidores da saúde do estado iniciam greve nesta quinta-feira

Uma nova audiência de negociação entre o governo e a categoria está marcada para a próxima sexta-feira.


Os servidores estaduais da Saúde do Rio Grande do Norte entrarão em greve nesta quinta-feira (11). A decisão foi tomada em votação durante a assembleia geral, no dia 29 de maio. O início da greve será marcado com um ato público às 9h, no Hospital Walfredo Gurgel.
As principais reivindicações da categoria são o reajuste salarial de 27% e isonomia para os servidores municipalizados, que estão há quatro anos sem reajuste e acumulam perdas de 61%; a implantação imediata das mudanças de nível vencidas desde 2013; a tabela de qualificação; um novo concurso público, para combater a sobrecarga nos locais de trabalho e a garantia de abastecimento de materiais e medicamentos nos hospitais.
 
 nominuto.com

9 de junho de 2015

Emparn aponta diminuição de chuvas em até 80% neste ano em solo potiguar

ceu chuva

A incidência de chuvas na capital nos últimos dias, não atenuou a dura realidade enfrentada pelo Rio Grande do Norte. O Estado vive um dos piores períodos pluviométricos de sua história, com diminuição de chuvas em até 80% na média histórica registrada entre os meses de março e junho. A análise é do meteorologista da Emparn Gilmar Bistrot, que afirma que a fase de chuvas do interior do Estado já se encerrou e a do litoral deve durar até agosto.

Secretaria de Saúde reforça conscientização para vacina contra HPV

      
   

Com menos de 10% das meninas com idades entre nove e 13 anos imunizadas contra o Papilomavírus Humano (HPV) em Natal neste ano, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem reforçado as ações de conscientização e sensibilização junto à população nas unidades de saúde da Capital para que um número maior de crianças e adolescentes sejam protegidas. A vacina aplicada no Brasil é a mesma usada em outros 51 países e protege contra quatro subtipos do vírus HPV, responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer do colo do útero e 90% das verrugas genitais, mas só funciona se todas as doses forem tomadas.
 
Segundo a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde da SMS, Juliana Araújo, a baixa procura está relacionada, principalmente, aos mitos de que a vacina é direcionada às meninas que já possuem vida sexual ativa ou que ela poderia estimular a inicialização sexual destas, uma vez que elas estarão protegidas contra doenças como câncer do colo de útero. No entanto, as duas hipóteses estão descartadas.
 
 
"Infelizmente, muitos pais alegam que não darão a vacina em suas filhas para não estimularem o início da vida sexual delas, mas isto é um grande equívoco, porque o nosso objetivo é garantir que todas as meninas desta faixa etária sejam protegidas contra uma doença que pode ser prevenida, mas que, quando não evitada ou tratada pode levar à morte. Por isso, estamos reforçando as ações de conscientização e sensibilização nas unidades de saúdes para que as pessoas levem as meninas de nove a 13 anos para se vacinarem contra o HPV", afirmou.
 
no minuto.com

8 de junho de 2015

Bandidos armados fazem arrastão na fazenda do governador Ricardo Coutinho


31_5_2013_Ricardo de cara feia

Para quem acha que já aconteceu de tudo em termos de violência na Paraíba e a imprensa não tem mais o que publicar, aí vai a última. A fazenda do governador Ricardo Coutinho em Bananeiras foi assaltada, os bandidos levaram 20 mil reais e ainda quebraram tudo para não deixar dúvida de quem é a moral.
O fato aconteceu na última terça feira e apenas um círculo restrito da área de segurança pública sabia e evitou vazamento para não desmoralizar geral. Tentou  mas não conseguiu, pois nosso blog teve acesso a tudo.
Os bandidos entraram na fazenda, renderam caseiro e seguranças, levaram 20 mil reais que estava em um cofre e depois partiram para o vandalismo, como se já soubessem quem era o dono e quisessem mandar um recado.
O governador ficou sabendo através do irmão Coriolano Coutinho e teria ficado bastante irritado com o assalto ao seu patrimônio.
Aliás, para quem acha que a violência explodiu apenas nas zonas urbanas, hoje quem mora na zona rural está exposto a assaltos e estupros numa constância que assusta e tem feito muita gente abandonar os sítios.
www.reporteriedoferreira.com  Redação com Blog do Dércio

Dirigente da Fifa admite que sedes das Copas de 2018 e 2022 podem mudar


As Copas do diretor_fifa_370Mundo de 2018, na Rússia, e de 2022, no Qatar, podem sofrer uma mudança em suas sedes.
O presidente do comitê de auditoria da Fifa, Domenico Scala, disse, em entrevista a um jornal suíço, que os países podem perder o direito de receber o Mundial caso haja evidência de suborno nos processos de escolha das sedes.
A investigação do FBI sobre a Fifa inclui uma análise de como a organização responsável pelo futebol mundial decidiu conceder a Copa do Mundo de 2018 à Rússia e o Mundial seguinte, em 2022, ao Qatar.
"Se surgirem evidências de que as vitórias de Qatar e Rússia só foram conquistadas com votos comprados, então essas vitórias poderão ser invalidadas. Essas evidências ainda não apareceram", disse em entrevista ao jornal SonntagsZeitung.

Organizações Globo e CBF TUDO A VER com o escândalo de corrupção da FIFA

  
A Globo e a CBF precisam prestar esclarecimentos ao Congresso
A Globo e a CBF precisam prestar esclarecimentos ao Congresso

O escândalo de corrupção que abala as estruturas da Fédération Internationale de Football Association (Fifa) já começa a afetar os negócios das Organizações Globo, em um dos seus setores ainda lucrativos. Segundo a revista semanal Carta Capital, na atual edição, “o dinheiro para pagamento de propinas vinha dos direitos de transmissão das partidas”. Por isso, “não será surpresa se o FBI bater na porta da família Marinho, dona da Globo“.
O escândalo atinge não apenas empresas de porte internacional, como a TV Globo, no Brasil, e a Nike, nos EUA, mas países como a Alemanha, a França e a Irlanda, onde já se insinua ter recebido bolada da Fifa para ficar calada sobre situações irregulares na instituição. Não obstante o volume de provas sobre os crimes praticados contra a economia popular e os pagamentos de propinas, a Fifa tem recebido, nos últimos 16 anos, certificados quanto à lisura de sua administração. O ‘nada consta’ tem sido assinado, ao logo deste período, pela empresa de auditores KPMG, uma das maiores do mundo. A KPMG também será investigada, segundo o processo.
Sócio perigoso
O empresário J. Hawilla, um dos maiores parceiros da Rede Globo nas negociações referentes aos torneios de futebol, já confessou a sua culpa no caso e, além do pagamento de uma multa milionária, está colaborando com as investigações em um acordo por uma condenação menor.
A capa da Carta Capital desta semana traz um álbum de figurinhas estilizado com Ricardo Teixeira (indiciado pela Polícia Federal), Joseph Blatter (presidente renunciado da Fifa), Jérôme Valcke (investigado pela Justiça dos Estados Unidos), José Hawilla (réu confesso) e José Maria Marin (preso na Suíça). A sexta imagem é o símbolo da Rede Globo e um ponto de interrogação.
Jogo pesado
Além das Organizações Globo, a Nike e outras grandes companhias internacionais também entraram na mira de uma investigação sobre o papel influente que exercem no futebol brasileiro, como parte dos esforços do ex-jogador e atual senador Romário (PSB-RJ) de expor o que descreve como contratos de marketing suspeitos e ligações a pagamentos corruptos.
Romário, que comandou o Brasil na conquista da Copa do Mundo de 1994 usando chuteiras da gigante norte-americana de material esportivo, está à frente de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre acordos de patrocínio no futebol, após as acusações do Departamento de Justiça dos Estados Unidos que abalaram o mundo do futebol.
Três brasileiros estão entre os acusados no indiciamento norte-americano, incluindo o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) José Maria Marín.
Romário e procuradores brasileiros ainda não acusaram a Nike de ter feito qualquer coisa ilegal, apesar de o acordo de US$ 160 milhões da companhia firmado em 1996 para patrocinar a seleção brasileira estar ligado a supostas propinas, de acordo com a acusação dos Estados Unidos divulgada na semana passada.
A Nike ainda não está entre os acusados, mas só há uma companhia que se encaixa com a descrição dos procuradores norte-americanos. Em nota na última semana, a Nike informou que as acusações não alegam que a empresa participou de condutas criminais ou que seus empregados estavam envolvidos ou conscientes de subornos.
Romário, principal voz no país em defesa de reformas no futebol, cuja fama em campo impulsiona sua influência, diz que deseja investigar tal acordo de patrocínio para averiguar se o contrato foi usado para desviar dinheiro para dirigentes e exercer influências indevidas no esporte.
A CPI, que deverá ser instalada na próxima semana, terá o poder de intimar testemunhas e obter registros bancários e contratos privados, mas não poderá emitir mandados de busca ou apreensão.
Entre as companhias cujos acordos de patrocínio com a seleção brasileira nos últimos anos devem ser analisados estão a TAM, parte da Latam Airlines, e a Ambev, atualmente subsidiária da Anheuser-Busch InBev.
– Estas empresas serão a frente e o centro na investigação… Elas não conseguirão ficar em silêncio. As pessoas estão de saco cheio e querem saber o que os patrocinadores estão fazendo com o poder de seus talões de cheques para exigir mudanças no esporte – disse Fernando Ferreira, presidente da empresa de marketing esportivo Pluri.
Marketing milionário
O inquérito norte-americano informou que o acordo de 1996 da “Companhia Esportiva A” – aparentemente a Nike – aceitou pagar US$ 40 milhões em “honorários de marketing” que não estavam em seu contrato inicial com a CBF para a conta de uma afiliada da empresa brasileira de marketing esportivo Traffic em uma conta bancária na Suíça.
José Hawilla, o fundador da Traffic que foi nomeado no inquérito como condenado por suborno, aceitou dividir metade de tudo que recebeu pelo acordo com um membro sênior não identificado da CBF, de acordo com o Departamento de Justiça norte-americano. Isto equivalia a “milhões de dólares, como suborno e propina”, de acordo com a acusação.
A nova CPI do Senado repete um inquérito do Congresso de 15 anos atrás. Aquela investigação foi consumida por lutas políticas internas e não resultou em acusações formais, mas trouxe à luz aspectos secretos do acordo da Nike, como o direito de organizar cinco partidas amistosos para a seleção por ano, escolhendo oponentes e jogadores incluídos nos chamados “jogos da Nike”.
A nova investigação liderada por Romário rapidamente ganhou o apoio de colegas senadores e do governo da presidente Dilma Rousseff. Ele diz que os brasileiros não irão tolerar a mesma impunidade que ocorreu depois da última investigação.
“Considero o momento bem diferente, os cartolas estão enfraquecidos. O mundo inteiro está de olho nisso, não é só uma questão de futebol do Brasil”, disse Romário à agência inglesa de notícias Reuters, por e-mail.
“Não podemos permitir que o futebol continue sendo uma camuflagem para tantos crimes. Mas o que posso te afirmar, com certeza, é que eu farei o possível para levar bandidos para a cadeia”, acrescentou.
Os investigadores dos acordos dos anos 1990 disseram que as práticas empresariais sobre o esporte mudaram pouco desde então.
O atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, diz que não sabia de nada sobre o suposto esquema de propinas envolvendo a entidade e está cooperando com investigações das autoridades.
Sob o atual patrocínio da Nike com a seleção brasileira, que vai até 2026 e sem detalhes públicos, a empresa paga à CBF US$ 40 milhões por ano, de acordo com uma fonte familiarizada com o contrato.

O Programa Fantástico de ontem destacou a operação Sete Chaves no RN e PB


z pedra 2

Sertão da Paraíba. Uma das regiões mais pobres do país esconde, 50 metros abaixo da terra, um tesouro disputado mundialmente: a turmalina paraíba, uma pedra raríssima no centro de uma fraude milionária.

O Fantástico entra na mina onde é extraída ilegalmente uma das pedras mais preciosas do mundo. Você vai saber como funcionava esse esquema clandestino, que tinha conexão com o terrorismo internacional.

As cidades de Natal, capital potiguar, e Parelhas, na região Seridó potiguar, também foram alvos do cumprimento de mandados de busca e apreensão da operação Sete Chaves, deflagrada pela Polícia Federal no ultimo mês(27/05) com o objetivo de combater a extração ilegal e comercialização da turmalina paraíba, uma das pedras preciosas mais valiosas do mundo.

A PF informou que a turmalina paraíba é considerada uma das pedras mais caras do mundo. Depois de retirada ilegalmente do distrito de São José da Batalha, no município de Salgadinho, região do Cariri, na Paraíba, estava sendo enviada à cidade de Parelhas, no Rio Grande do Norte, onde era ‘esquentada’ com certificados de licença de exploração.  De lá, as pedras seguiam para Governador Valadares, em Minas Gerais, onde eram lapidadas e enviadas para comercialização em mercados do exterior, como Bangkok, na Tailândia, Hong Kong, na China, Houston e Las Vegas, nos Estados Unidos.

Cancelada a palestra Etiqueta e Elegância que seria promovido pela primeira dama Juliane Faria



Juliane Faria, esposa esposa de Robinson Faria



Depois da repercussão negativa, a Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) cancelou a promoção da palestra Etiqueta e Elegância: A arte de receber das primeiras-damas do RN, de Claudia Matarazzo. O evento estava marcada para a manhã da terça-feira (9).
O evento seria realizado pela Sethas, pasta que a primeira-dama do Estado, Julianne Dantas Faria é gestora. No convite, é especificado que a palestra fazia parte do 1º Encontro de Prefeitas e Primeiras-damas do Estado, e foi cancelado após nota enviada a imprensa.
No comunicado, é dito que “objetivo do evento era a primeira reunião de uma série de ações de integração dos municípios e troca de experiências em políticas públicas da área social”. Além da palestra da consultora Claudia Matarazzo, a nota de esclarecimento informa que a palestrante Amélia Prudente, do Ceará, iria tratar do trabalho social realizado em parceria com Unicef.
Veja a nota na integra:
NOTA DE ESCLARECIMENTO
A Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) cancelou o evento previsto para ser realizado na próxima terça-feira, na Escola de Governo do RN.
Importante ressaltar que o objetivo do evento era a primeira reunião de uma série de ações de integração dos municípios e troca de experiências em políticas públicas da área social.
Para o momento inicial da programação estava prevista a presença da palestrante Amélia Prudente, do Estado do Ceará, para expor trabalho social realizado naquele estado em parceria com Unicef.
O evento não se resumia à palestra de Claudia Matarazzo, como foi equivocadamente noticiado.

Começa hoje as inscrições para o SISU

  Alunos da UNB assistem a aula em auditório do ICC
As inscrições no Sistema de Seleção Unificada começam hoje (8). Os interessados podem consultar as vagas disponíveis no site do sistema. Esta edição vai oferecer 55.576 vagas em 72 instituições públicas.
Para participar do Sisu, o candidato precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não ter zerado a redação. As inscrições estarão abertas até quarta-feira (10).

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !