11 de junho de 2011

Datena vai deixar a Band


O apresentador José Luiz Datena confirmou as informações de que ele estaria em negociação para trocar a Band, sua atual emissora, pela Record. O mesmo ocorreu recentemente com o comandante Hamilton. O apresentador tem evitado dar entrevistas para não falar sobre o assunto.

SUPERMAN FINALMENTE BOTA A CUECA POR DENTRO




Clássico das revistas em quadrinho, o Superman está prestes a ganhar um novo visual nas HQs da editora DC Comics. Depois de 73 anos usando capa e uma cueca vermelha por cima do uniforme azul, o super-herói apareceu sem a tradicional roupa, em uma imagem divulgada nesta sexta-feira (10) pela DC.

Já somam 16 mil servidores públicos no Rn em greve

http://www.blogdoserido.com.br/wp-content/uploads/passeata-1.jpg


 Representantes de cerca de 16 mil servidores públicos em greve foram à Governadoria ontem, debaixo de chuva, protestar contra a administração estadual. Aos gritos de "queremos nosso plano", eles reivindicavam o aumento previsto no Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos de 12 categorias da administração indireta.
Santino Arruda, presidente do Sindicato da Administração Indireta (Sinai), comandava a multidão. Haviam servidores da Fundação José Augusto (FJA), Extensão Rural (Emater), Meio Ambiente (Idema), Estradas e Rodagens (DER), Trânsito (Detran) e da Junta Comercial (Jucern), que já estão paralisados, e de outras entidades como Secretaria de Reforma Agrária (Seara), Fiscalização Agropecuária (Idiarn), Procuradoria (PGE), Controladoria (Control)e Pesquisa Agropecuária (Emparn). Como a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) não estava na Governadoria, representantes de cada uma das categorias foram recebidos, a portas fechadas, pelos secretários da Casa Civil, Paulo de Tarso Fernandes, e José Anselmo, da administração.
Os grevistas protestam contra o fato de que o governo culpa as administrações anteriores pelo caos no serviço público e pela onda de greves nos últimos dias. "Não é verdade que a administração não possa pagar. O orçamento estadual teve um aumento de 22% neste ano, e, deste total, 17% para gastos com pessoal. Além disso, a arrecadação média é 13% superior ao ano passado", argumentou Santino Arruda. O governo, no entanto, permanece sem atender às reivindicações dos grevistas. "Não se constróem diálogos se os serviços que atendem à sociedade continuam paralisados", afirmou o secretário de Comunicação, Alexandre Mulatinho.

Acompanhe o andamento e os números das paralisações

O DN fez um levantamento para quantificar os prejuízos causados à população por causa das principais greves no serviço público em Natal e no Rio Grande do Norte.
Polícia Civil

Total: 1.387 agentes
Onde eles atuam: nas delegacias de polícia de todo o Estado, serviços de investigação e inteligência, Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), quadros administrativos e Secretaria de Segurança Pública (Sesed).
Serviço emergencial: só está sendo feito o que é inadiável, como lavraturas de flagrantes delitos
Principal serviço prejudicado: Boletins de Ocorrência (B.O's). "Em delegacias maiores, como as 1ª DP de Natal e e a de Parnamirim, se faziam em média 100 a 120 B.O's por dia. Hoje, nenhum é feito", diz Francisco José Souza Alves, diretor do Sinpol.
Detran
Total: 260 servidores estaduais (160 apenas em Natal)
Onde eles atuam: no registro de novos condutores, automóveis novos e usados, mudança de proprietários, emplacamento, multas de trânsito
Serviço emergencial: 440 pessoas continuam trabalhando nos Detrans, mas apenas em serviços complementares. São 80 funcionários com cargos comissionados, prestadores de serviços terceirizados, bolsistas e estagiários
Principal serviço prejudicado: emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). "Hoje apenas 40 processos de registro são abertos diariamente, quando a média normal é 300", afirmou Santino Arruda, do Sinai.
Junta Comercial
Total: 30 servidores estaduais
Onde eles atuam: abertura, alterações de nome, extinção e reativação de empresas. Atuam tanto junto ao comércio quanto da indústria
Serviço emergencial: nenhum
Principal serviço prejudicado: constituição das empresas. No primeiro trimestre do ano, 2.566 empresas foram alteradas e 504 extintas.

Professores

Total: 14 mil educadores
Onde eles atuam: nas 736 escolas da rede estadual, tanto em sala de aula quanto em salas de multimeios, de leitura, laboratórios de informática, física, química e biologia
Serviço emergencial: aulas continuam sendo ministradas para 40 mil estudantes por professorescontratados ou estagiários, que não pertencem ao quadro efetivo
Principal serviço prejudicado: aulas. Hoje, 270 mil alunos estão sem frequentar a escola no Rio Grande do Norte. "Considero mais grave o caso dos estudantes do 3º ano do Ensino Médio, que se preparam para exames como ENEM e vestibular. Mesmo com a greve, o déficit de professores é grande. Este é mais um componente de falta de respeito do governo com a educação", afirma Fátima Cardoso, do Sinte.
Fundação José Augusto
Total: 600
Onde eles atuam: Casas de Cultura, grupos artísticos, Pinacoteca do Estado, teatros Alberto Maranhão e Teatro de Cultura Popular, Biblioteca Câmara Cascudo, Cidade da Criança, museus, entre outros
Serviço emergencial: 30% dos serviços administrativos
Principal serviço prejudicado: visitação ao Forte dos Reis Magos, por onde passam 2 mil turistas diariamente. "O Forte ficará fechado, assim como o TAM, que recebe 600 pessoas por evento, a Biblioteca Câmara Cascudo e a Pinacoteca do Estado", destacou Alberto Araújo, da FJA.
Idema
Total: 200
Onde eles atuam: no licenciamento ambiental de obras, fiscalização e atendimento ao público
Serviço emergencial: 30% dos serviços (especialmente na emissão das licenças)
Principal serviço prejudicado: fiscalização ambiental, possibilitando o surgimento de crimes relacionados ao meio ambiente. "Vamos respeitar a lei de greve. Não é justo prejudicar quem quer fazer sua obra, por exemplo. Nossa greve será ordeira e pacífica, sem baderna", anunciou José Campero, técnico do Idema.
Fonte: Diário de Natal

10 de junho de 2011

Boa notícia: Supremo Tribunal Federal pode garantir reajustes anuais ao funcionalismo

Foto: Folha de S.Paulo


O STF iniciou nesta quinta (9) o julgamento de uma ação que pode resultar na garantia de reajustes anuais para servidores federais, estaduais e municipais.

Relator do processo, o ministro Marco Aurélio Mello(foto) reconheceu o direito do funcionalismo à reposição das perdas impostas pela inflação.

Disse que a correção monetária anual dos contracheques dos servidores públicos está prevista no inciso 10o do artigo 37 da Constituição.

A despeito disso, realçou o ministro, estabeleceu-se um “círculo vicioso” nas esferas “federal, estadual e municipal”.

No dizer do ministro, os governantes mantêm “os olhos fechados” para o texto constitucional, descumprindo-o.

A ação é movida por servidores públicos de São Paulo. Está submetida, porém, ao princípio da “repercussão geral”.

Significa dizer que a decisão do Supremo valerá para todos os servidores do país, inclusive os do Poder Judiciário. Coisa de 10 milhões de pessoas.

O julgamento não foi concluído porque a ministra Cármen Lucia, primeira a se pronunciar depois da leitura do voto do relator, pediu vista dos autos.

Os servidores de São Paulo, Estado governado pelo PSDB há 16 anos, reivindicam no STF uma indenização pelos reajustes que não receberam nos últimos anos.

Marco Aurélio não se limitou a deferir o pedido. Decidiu que a indenização terá de ser paga com juros e correção monetária.

Para ele, ao sonegar ao funcionalismo a reposição dos indices de inflação, o Poder Público aufere “vantagem indevida”.

algo que, diante do poderio do Estado, aproxima-se do “facismo”. O ministro acrescentou:
“Não se pode adotar entendimento que implique supremacia absoluta do Estado, em conflito com o regime democrático e republicano”.


O Judiciário não tem poderes para obrigar União, Estados e municípios a conceder reajustes salariais.

Porém, o ministro fez uma distinção entre reajuste e reposição inflacionária.

“Correção monetária não é acréscimo, não é ganho, é mera reposição com o escopo de preservar o valor” do salário, disse ele.
Marco Aurélio serviu-se de emenda aprovada sob FHC para justificar a concessão do pedido feito pelos servidores do Estado governado pelo tucano Geraldo Alckmin.


Lembrou que a redação do inciso 10o do artigo 37 da Constituição, que prevê os reajustes anuais, foi fixada por uma reforma administrativa de 1998.


O ministro reproduziu trecho da justificativa enviada ao Legislativo por Clóvis Carvalho, à época o chefe da Casa Civil de Fernando Henrique Cardoso.


O auxiliar de FHC escreveu que os objetivos da reforma eram: “recuperar o respeito e a imagem do servidor público perante a sociedade; estimular o desenvolvimento profissional dos servidores e; por fim, melhorar as condições de trabalho”.


E Marco Aurélio: “Vê-se, então, que a reforma administrativa veio para melhorar as condições do servidor”. Daí a sua interpretação do texto constitucional.

O julgamento será retomado quando Cármen Lucia devolver o processo ao plenário do Supremo. Não há, por ora, data prevista.

- Serviço: Aqui, a íntegra do voto de Marco Aurélio Mello.

 
Fonte: Blog do Josias de Souza

Inscrições para o Enem 2011 terminam nesta sexta (10)


Esta é a última semana de inscrições para os de 2011. O prazo terminará às 23h59 de hoje (10) e o processo deve ser feito exclusivamente pela internet, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A expectativa do Inep é que o número de inscritos neste ano chegue a 6 milhões – em 2010 foram cerca de 4 milhões. Em 2009, o Ministério da Educação (MEC) deu início a um projeto de substituição dos vestibulares tradicionais pelo Enem como forma de ingresso na universidade. A partir do resultado da prova, os alunos se inscrevem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e podem pleitear vagas em instituições públicas de ensino

Sethas reuniu entidades e discutiu metas e planejamento para 2012 – 2015


Governadora e Sec Luiz Eduardo Carneiro  - Elisa Elsie (5)

A Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) realizou na manhã desta quinta-feira (9), o seminário “Diálogo Social Sobre o Planejamento da Sethas 2012 – 2015”. O encontro foi feito em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (DIEESE) e reuniu representantes da sociedade civil organizada, como ONG’s, entidades religiosas, associações comunitárias, universidades, centros de pesquisa e movimentos sindicais.
“É preciso unificar as ações e as políticas públicas para a área do trabalho e da assistência social. Há grandes dificuldades financeiras, mas temos que realizar ações com os recursos disponíveis”, disse o secretário da Sethas, Luiz Eduardo Carneiro. O secretário falou sobre a preocupação com os problemas na área social e o comprometimento da Sethas para encontrar caminhos para solucioná-los. “Por isso contamos com o apoio e a parceria da sociedade civil organizada” conclui.
A governadora Rosalba Ciarlini agradeceu a ajuda dos parceiros que procuram contribuir para melhorar os problemas sociais. “Não podemos colocar para debaixo do tapete os problemas que temos que encarar. Precisamos encarar e achar as soluções. Para isso contamos com a ajuda da sociedade civil organizada”. Rosalba reforçou a importância de se traçar metas para atender os direitos de crianças, jovens e idosos. “Vamos mostrar que é possível fazer, por maior que sejam as dificuldades. Vamos acolher os mais necessitados e fazer nosso estado acontecer” completou.
Fonte: ASSECOM/RN

Propaganda enganosa

 * Autor: Damião Metamorfose.


*
(Foto extraída do Google)
*
Essa História é verdadeira,
Ouvi lá no meu salão.
Enquanto estava cortando
A juba de um cidadão.
Que morou lá em são Paulo
No bairro da Aclimação.
*
Garçom era a profissão,
Do cidadão que eu citei.
Só não digo o nome dele
Porque juro que não sei.
Mas o que Ele me contou
Prometo que contarei.
*
Eu quase que defequei
De tanto rir com o cara.
Quando contou o desfecho
Meu riso quase não para.
Com o que a televisão
Fez com aquele pau-de-arara.
*
Trabalhando em Jabaquara
Em um fino restaurante.
Quando Record foi gravar
Uma cena importante
E me convidou pra ser
O garçom e o figurante.
*
Aceitei e num instante,
Assinei o meu contrato.
Cachê: quinhentos reais,
O pagamento no ato.
Folgava o resto do dia,
Com quinhentão, de gaiato!
*
Comprei roupas e sapato,
Caprichei no visual.
Ensaiei mais que os atores,
De um papel principal.
Pensei: dessa vez eu entro
Pro cenário nacional!
*
Ou quem sabe mundial,
Talento eu tenho, isso é certo.
Vai que a minha estrela brilha
E a TV do seu Roberto
Descobre o dom que eu tenho...
Hoje eu vou ser descoberto.
*
Acho bom ficar por perto
Dos atores da novela.
Fazendo alguns contatos
E aparecendo na tela.
Assim vejo de que lado
A minha face é mais bela.
*
Um maquia, outro pincela...
É hora, vamos gravar!
Assim grita o diretor
Prontos, vamos começar?
Luzes, câmeras, ação...
Parou! Podem retornar!
*
Eu tinindo e sem errar,
Só os outros que erraram.
O diretor gritou bravo,
“O que vocês ensaiaram!”
Vamos outra vez, gravando!
Até que enfim, acertaram!
*
O meu cachê me pagaram
E entregaram-me um cartão.
Escrito a hora que eu ia
Sair na televisão.
Agradeceram e disseram:
Mandou bem na profissão.
*
Avisei pro meu irmão,
Que avisou para mainha,
Que avisou para papai,
Que avisou para vizinha.
Que em menos de uma hora
Avisou toda a terrinha.
*
Comprei cerveja em latinha,
Carne de gado e leitão...
Convidei o bairro inteiro
E aluguei um telão.
Pra ver o garçom famoso
Passar na televisão.
*
Ganhei apertos de mão
De quem eu nem conhecia.
Estourei o meu cartão
De credito na padaria.
Pra abastecer o freezer
De coisas que eu não podia.
*
Um dizia: hoje é seu dia,
Você vai ficar famoso.
Outro elogiava a carne,
“Oh churrasco saboroso!”
E eu ficando endividado,
Por dá uma de gostoso.
*
O meu pai ligou nervoso,
Meu filho vai ou não vai?
Tem certeza que você
No capitulo de hoje sai?
Respondi, é hoje sim,
Gravei dez cenas meu pai.
*
Minha mãe num ai, ai, ai,
Também diz que convidou
Toda a sua vizinhança
E um churrasco improvisou.
Pra ver o filho famoso
Que a televisão lançou.
*
Meu irmão também ligou
A cobrar e a ligação.
Foi em horário de pico,
De são Paulo pro Sertão.
De orelhão pra celular
Pra lascar mais seu irmão!
*
Um gritou lá no salão,
Corram que vai começar!
Comecei a suar frio,
A tremer e gaguejar.
Mas já estava gravado
E eu só tinha que esperar.
*
Todos procuram um lugar,
Perto do grande telão.
Escolhi o melhor anglo,
Pra ver minha aparição.
Mal sabia eu que ia
Ser uma decepção!
*
Mostraram só minha mão
Com uma água mineral.
Na hora eu não desmaiei,
Mas fiquei passando mal.
Pensando no que gastei,
Com comida e visual...
*
Levei uma vaia geral
E o nome de bobão.
Só se ouvia o quebra-quebra
De lata e copo no chão.
E eu sentindo as facadas
Das parcelas do cartão!
*
Toda aquela enganação
Também teve um lado bom.
Porque agora eu já sei
O meu verdadeiro dom.
Que é servir sem ser servido,
Trabalhando de garçom.
*
D-eixe-me ser feliz com
A fama que eu não tenho.
M-eu trabalho me completa,
Isso pede o meu empenho.
A propaganda enganosa
O-cultou meu desempenho!
*
Fim.

Netão é encontrado morto no quintal de sua residência, em Pau dos Ferros/RN





O assuense Amaro Gonçalves Pereira Neto, conhecido por Netão, foi encontrado morto por populares que passavam pela Avenida Independência(BR 405) no quintal de sua residência, por volta das 05:30 horas de hoje(09), a Polícia Militar e 4ª DRPC compareceram ao local e o corpo não apresentava sinais e nem marcas de violência, aparentemente morte natural.Segundo informou seu genitor, Netão tomava medicamentos controlados e ainda consumia bebida alcoólica diariamente.
Fonte: Franskin Fotografo e Nossa PaudosFerros.

9 de junho de 2011

SINTE/RN e ADUERN promovem debate sobre Plano Nacional de Educação


A Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – ADUERN e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte – SINTE/RN têm a honra de convidar Vossa Senhoria (estudantes, docentes e demais funcionários da Educação Básica e da Educação Superior ) a participar de uma Mesa-Redonda que ocorrerá no próximo dia 10 de junho ( sexta-feira), às 8h30min, no Auditório Antonio de Farias Capistrano, Campus Avançado Profª Maria Elisa de Albuquerque Maia – CAMEAM/UERN.
Tema: O Plano Nacional de Educação: propostas, tramitação e desafios à construção de uma educação inclusiva e com qualidade social.
Desde já, agradecemos a participação, solicitando a Vossa Senhoria divulgação deste evento.
                                                        
     Diretoria da Subseção  da ADUERN – Pau dos Ferros
Diretoria Regional do SINTE-RN, regional de Pau dos Ferros

Comunicamos que estamos em manutenção

  Estamos melhorando a roupagem do Blog !  Em breve estaremos de volta . Agradecemos   compreensão !